Quem Foi Nabal na Bíblia?

Nabal foi o marido de Abigail que ficou conhecido na Bíblia por ser um homem impiedoso e inconsequente. A história de Nabal está registrada na Bíblia no livro de 1 Samuel 25. Além desse texto, não há mais nenhuma informação biográfica sobre quem foi Nabal.

Nabal era um fazendeiro rico, descendente de Calebe, que vivia ao sudeste de Hebrom. Ele morava numa cidade que se chamava Maom, e apascentava seus rebanhos na fronteira de Judá. Nabal aparece na Bíblia na ocasião em que Davi e seus seiscentos homens estavam buscando refúgio naquelas terras, enquanto fugiam do rei Saul.

Nabal despreza Davi

Enquanto Davi e seus homens estiveram naquela região, eles protegeram os rebanhos de Nabal contra ataques de salteadores do deserto e mantiveram boas relações com os pastores que trabalhavam ali (1 Samuel 25:15).

Então na época da tosquia das ovelhas, Davi enviou dez de seus homens a Nabal buscando alguma gratificação pela proteção prestada aos pastores dele. Essa gratificação seria muito importante para as condições de Davi naquele tempo, que necessitava de provisões para seus homens.

Apesar de toda cordialidade dos servos de Davi, Nabal se comportou de forma muito rude. Ele alegou que não sabia quem era Davi, e ainda insinuou que ele fosse um escravo que havia fugido de seu senhor. Então Nabal se negou a dar qualquer ajuda a Davi e seus homens.

Nabal era louco, mas sua esposa era prudente

Quando Davi ficou sabendo o que Nabal havia feito, ele pegou quatrocentos de seus homens armados e partiu para atacá-lo. Foi então que alguns dos empregados de Nabal contaram a Abigail tudo o que estava acontecendo.

Abigail era uma mulher bonita e inteligente (1 Samuel 25:3). Rapidamente Abigail se empenhou em evitar a catástrofe que se aproximava. Ela preparou uma grande quantidade de provisões por conta própria, e encaminhou como uma oferta de paz a Davi. Ela pessoalmente foi ao encontro de Davi, sem avisar seu marido.

Quando Abigail viu Davi, ela desceu de seu jumento e se prostrou perante ele pedindo misericórdia. Ela apelou para a piedade de Davi, e ainda lhe disse que Deus era com ele, e certamente lhe daria um reino próspero. Por tudo isso não havia necessidade que ele derramasse sangue desnecessariamente buscando fazer justiça com as próprias mãos (1 Samuel 25:24-31).

Então diante do pedido de Abigail, Davi resolveu cancelar o ataque. Ele reconheceu que Deus havia enviado aquela mulher ao seu encontro para que ele não se manchasse com o sangue de Nabal. Davi também elogiou o bom senso de Abigail (1 Samuel 25:32-35).

A morte de Nabal

Quando Abigail voltou para casa, ela encontrou Nabal participando de um grande banquete. Como ele estava muito embriagado, ela não lhe disse nada. No outro dia pela manhã, quando ele já estava sóbrio, ela lhe contou sobre tudo o que havia acontecido. Então a Bíblia diz que Nabal sofreu um ataque e ficou paralisado como uma pedra.

Os estudiosos indicam que talvez Nabal tenha sofrido um ataque cardíaco, talvez um derrame ou um colapso de congestão. Nabal ficou nessa situação por dez dias, até que o Senhor o feriu e ele morreu (1 Samuel 25:37,38).

Ao saber da morte de Nabal, Davi entendeu que aquilo havia sido um ato de Deus que evitou que ele praticasse vingança com as próprias mãos. Pouco tempo depois Davi pediu a viúva Abigail em casamento (1 Samuel 25:39-42).

O significado de Nabal e seu mau exemplo

Nabal era um homem mau e irredutível. Ninguém conseguia conversar com ele (1 Samuel 25:17). Curiosamente o nome Nabal no hebraico é uma palavra para “louco”. Os intérpretes dizem que o significado do nome Nabal transmite o sentido de um vazio que expressa a loucura da impiedade interior (1 Samuel 25:25).

Então é possível entender que esse homem foi uma verdadeira personificação da loucura. Mas Nabal não agiu da forma que agiu por pura tolice, mas porque ele era insensível e cruel. Ele não tinha qualquer consideração pelas questões éticas ou religiosas. O texto bíblico deixa claro que nem mesmo sua esposa podia contar com ele (1 Samuel 25:17).

Tudo isso significa que Nabal era um homem espiritualmente louco. O salmista no Salmo 14 fala sobre esse tipo de pessoa. Ele escreve: “Disse o néscio no seu coração: Deus não existe. Corromperam-se e cometeram atos detestáveis; não há ninguém que faça o bem” (Salmo 14:1).

Nabal também se encaixa perfeitamente no perfil descrito pelo profeta Isaías: “O louco fala loucamente, e seu coração pratica a iniquidade, para usar de hipocrisia, e para proferir erros contra o Senhor, e para deixar vazia a alma do faminto, e para fazer com que o sedento venha a ter falta de bebida” (Isaías 32:6). Nabal era aquele tipo de pessoa que se preocupa apenas com si mesmo e com suas próprias riquezas.

Se você gostou de conhecer a história de Nabal, veja também uma coleção com as histórias completas das pessoas mais importantes da Bíblia. Conheça aqui.

Que tal fazer Bacharel em Teologia sem mensalidades? Clique aqui! Pergunta Estudo Bíblico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar