O Que Significa “Seja Forte e Corajoso”?

Seja forte e corajoso foi a declaração de encorajamento que Josué escutou do próprio Deus. Ao dizer que Josué devia ser forte e corajoso, Deus estava animando e fortalecendo o líder hebreu que havia recebido a responsabilidade de conduzir o povo de Israel na conquista da Terra Prometida.

Esse encorajamento é tão importante e emblemático que Deus o repete três vezes seguidas a Josué (Josué 1:6-9). De fato essas palavras certamente foram muito significativas a Josué. Deus lhe falou que ele deveria ser forte e corajoso num momento decisivo de sua vida.

Moisés, o homem que havia sido usado por Deus como instrumento para libertar o seu povo do Egito, havia morrido. A situação realmente era complicada, pois aos olhos humanos Israel tinha ficado sem liderança justamente na ocasião que deveria ser o clímax de uma história de quatro décadas de peregrinação.

Se a vida no deserto tinha sido difícil, o desafio em Canaã parecia ser ainda mais complicado. Como uma caravana que era basicamente nômade, poderia tomar as equipadas e protegidas cidades cananitas? E pior, tendo acabado de lamentar a morte de sua maior referência? Foi nesse contexto que Deus levantou Josué como instrumento para fazer o seu povo herdar a terra que Ele havia prometido a Abraão. Por isso a exortação “seja forte e corajoso” foi muito apropriada.

Vejamos neste estudo três lições principais que podemos aprender com as três vezes em que Deus exortou Josué a ser forte e corajoso.

Seja forte e corajoso para cumprir sua missão

Deus disse a Josué: “Sê forte e corajoso, porque tu farás este povo herdar a terra que, sob juramento, prometi dar a seus pais” (Josué 1:6). Deus encorajou Josué a cumprir sua tarefa futura.

A missão que Josué havia recebido do Senhor não era fácil. Ele foi comissionado pelo Senhor a conduzir Israel a usufruir da promessa divina feita aos seus antepassados; e isso incluía entrar na terra, derrotar os inimigos que ocupavam aquele território e se apossar da herança prometida por Deus.

Definitivamente ser escolhido do Senhor não significa ter uma vida fácil, tranquila e ociosa. Desfrutar da bênção do Senhor e se deleitar na certeza de suas promessas não implica necessariamente uma vida de passividade.

A soberania divina não substitui a responsabilidade humana. Sim, Deus é fiel à sua Palavra e cumpre sua promessa apesar da debilidade humana; mas ao mesmo tempo, em sua providência, Ele também usa o serviço dos homens como um meio através do qual seus propósitos soberanos são cumpridos.

Por isso que diante das promessas do Senhor, Josué precisou ouvir que ele deveria ser forte e corajoso. Charles Spurgeon diz que Josué jamais deveria usar a promessa como um sofá sobre o qual poderia se espalhar em indolência; mas ele deveria usar a promessa como um cinturão para fortalecer seus ombros ao preparar-se para o trabalho que se encontrava diante dele.

Como explica W. W. Wiersbe, antes que Deus pudesse cumprir suas promessas, porém, foi preciso que Josué exercitasse sua fé e que fosse “forte e corajoso”. Nesse sentido, a promessa do Senhor deve ser um estimulo a uma vida de trabalho, não um motivo para uma vida desocupada.

Em Cristo, Deus nos deu toda sorte de bênçãos espirituais; mas devemos, com força e coragem, nos apropriar dessas bênçãos pela . Como ainda observa Wiersbe, o Senhor colocou uma porta aberta diante da Igreja (Apocalipse 3:8); agora cabe nós o dever de passar por essa porta pela fé e se apossar de novos territórios para o Senhor.

Receber Estudos da Bíblia

Seja forte e corajoso, zelando pela Palavra de Deus

Deus também disse a Josué: “Tão somente sê forte e mui corajoso para teres o cuidado de fazer segundo toda a Lei que meu servo Moisés te ordenou; dela não te desvies, nem para a direita nem para a esquerda; para que sejas bem-sucedido por onde quer que andares. Não cesses de falar deste Livro da Lei; antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer segundo tudo quanto nele está escrito; então, farás prosperar o teu caminho e serás bem-sucedido” (Josué 1:7,8).

Força e coragem à parte da Palavra de Deus não passam de esforço tolo e atitude inconsequente. Josué devia ser forte e corajoso ao passo que estivesse agindo rigorosamente conforme toda a Lei de Deus. Marten H. Woudstra explica que a Lei de Deus é a sua palavra revelada, entretecida na história da salvação e impregnada com atos redentores de Deus em favor do seu povo.

O servo de Deus só pode ser eficazmente forte e corajoso se sua vida estiver alicerçada na Palavra de Deus; se nela ele meditar dia e noite e não se desviar de seus mandamentos de forma alguma. W. W. Wiersbe ainda diz que a força e a coragem de Josué foram resultado de meditar na Palavra de Deus; de crer nas suas promessas e cumprir os seus mandamentos.

O salmista expõe essa mesma verdade quando escreve que bem-aventurado é aquele que tem sua satisfação na Lei do Senhor, e nela medita dia e noite. Diferentemente do ímpio que é como uma palha frágil que o vento leva embora, o homem justo é como uma árvore forte, imponente e vistosa plantada à beira de águas correntes (Salmo 1).

Não te mandei eu? Seja forte e corajoso!

Por fim, o Senhor disse a Josué: “Não to mandei eu? Seja forte e corajoso! Não temas, nem te espantes, porque o Senhor, teu Deus, é contigo por onde quer que andares” (Josué 1:9). Aqui está a grande explicação sobre como alguém pode cumprir essa exortação divina e ser forte e corajoso nesta vida.

Isso quer dizer que Deus não ordena que o crente seja forte e corajoso e depois o abandona a sua própria sorte. Ele não apenas diz: “Seja forte e corajoso”; mas também diz: “Não temas, nem te espantes; porque o Senhor, teu Deus, é contigo por onde quer que andares”.

Podermos ser fortes e corajosos porque o próprio Deus é quem nos capacita, nos fortalece e nos guia. Ele é quem habilitada o seu povo a cumprir os seus preceitos. Bem lemos no livro de Neemias que a alegria do Senhor é a nossa força” (Neemias 8:10).

Além disso, a Bíblia revela claramente o motivo pelo qual nossa força não se desfalece, e nossa coragem não esmorece: “Ele [o Senhor] os manterá firmes até o fim; de modo que vocês serão irrepreensíveis no dia de nosso Senhor Jesus Cristo. Fiel é Deus, o qual os chamou à comunhão com seu Filho Jesus Cristo, nosso Senhor” (1 Coríntios 1:8,9). Portanto, sejamos fortes e corajosos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close