Todos São Filhos de Deus? Quem São os Filhos de Deus?

Existe uma crença popular de que todos são filhos de Deus. Segundo essa crença, Deus é o Pai amoroso de todos os homens. Mas a Bíblia diz algo completamente oposto a isto. De forma bem clara e direta, a Bíblia revela que nem todas as pessoas são filhas de Deus.

Nem todos são filhos de Deus

Sem dúvida todos os seres humanos foram criados por Deus. Sob esse aspecto, eles possuem uma filiação apenas por criação. Isso significa que por natureza os seres humanos não são filhos espirituais de Deus, porque essa filiação espiritual foi perdida por causa da Queda (Gênesis 3). Saiba o que é a Queda do homem.

O homem caído é chamado nas Escrituras de “filhos da ira de Deus” (Efésios 2:3). O fato de o homem caído não ser filho de Deus, não significa que ele é um órfão espiritual. É neste ponto que a Bíblia revela uma verdade que ofende o mundo. Aqueles que não são filhos de Deus são, na verdade, filhos de Satanás.

Não existem órfãos espirituais

Na Parábola do Joio e do Trigo, Jesus disse que o joio representa os filhos do Maligno (Mateus 13:38). Certa vez alguns judeus também tentaram dizer a Jesus que todos eles eram filhos de Deus. Mas a resposta de Jesus foi muito clara: “Se Deus fosse o vosso Pai, certamente me amaríeis… Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai” (João 8:42-44).

Durante uma de suas viagens missionárias, o apóstolo Paulo não hesitou em declarar que um homem contrário à pregação do Evangelho era um filho do diabo (Atos 13:10). O apóstolo João também escreveu que aquele que vive na pratica do pecado é filho do diabo (1 João 3:8-12).

Quem são os filhos de Deus?

A Bíblia diz que os filhos de Deus são todos aqueles que nasceram de novo, foram justificados e adotados por Deus à sua família por intermédio de Cristo (João 1:12; 3:5-8; 11:52; Romanos 8:16; 1 João 3:1-10). Isso significa que ninguém nasce como filho de Deus. Como vimos, todos os homens nascem em pecado, e são inimigos de Deus, servos e filhos de Satanás.

Mas Deus, com seu infinito amor e misericórdia, derrama sua graça sobre pecadores miseráveis que merecem o inferno. Através da obra de Cristo, esses pecadores são redimidos de seus pecados. O Espírito Santo opera neles o novo nascimento, e eles são ressuscitados de seu estado de morte espiritual. Então Deus declara que esses pecadores são justos diante dele, não por seus méritos pessoais, mas pelos méritos de Cristo. Entenda o que é a doutrina da justificação pela fé.

Finalmente, a estes que foram ressuscitados, perdoados e justificados, Deus os recebe em sua família como seus filhos queridos. Essa é a doutrina da adoção, uma grandiosa bênção resultante da justificação. Isso significa que os crentes não são filhos de Deus por natureza, mas por adoção. Isso também implica que nossa adoção não está baseada em nosso próprio merecimento. Deus não nos adota porque viu algo de bom em nós. Na verdade Ele nos adota pela sua soberana vontade por intermédio de nossa união com Cristo através de sua obra redentora (Efésios 1:4-6).

O apóstolo João ficou maravilhado diante dessa verdade extraordinária e declarou: “Vejam como é grande o amor que o Pai nos concedeu: que fôssemos chamados filhos de Deus, o que de fato somos!” (1 João 3:1).

A diferença entre a filiação dos filhos de Deus e a filiação de Cristo

É importante conhecer a diferença entre a filiação dos filhos adotados por Deus, e da filiação de Cristo. Cristo é gerado eternamente do Pai, ou seja, Ele não foi criado e adotado como nós somos, nem mesmo nasceu como um dia nós também nascemos. Ele é eterno assim como o Pai, e compartilha de todos os atributos divinos da Trindade. Entenda o que é a Trindade.

Nunca houve um momento em que o Pai não fosse o Pai do Filho, e que o Filho não fosse o Filho do Pai. A Bíblia diz que Jesus é o Unigênito de Deus, e possui um lugar único e um relacionamento eterno e singular com Ele (João 3:16-18). Como Filho Deus, sendo também plenamente Deus, Ele é a imagem do Deus invisível. Ele é Aquele que revela o Pai, e possui proeminência entre toda criação (Colossenses 1:15; cf. Lucas 10:22; João 14:9). Saiba por que Jesus é Deus.

Receber Estudos da Bíblia

Como saber se somos filhos de Deus?

O apóstolo Paulo explica que o Espírito Santo testifica com nosso espírito que somos filhos de Deus (Romanos 8:16). Isso acontece porque é o próprio Espírito quem guia aqueles que são filhos de Deus (Romanos 8:14).

O resultado disso é que os filhos de Deus sempre estão dispostos, sem hesitação, a sofrer pela causa de Cristo (cf. Mateus 5:11,12; 10:22,39; 24:9; Marcos 8:35; 13:13; 1 Pedro 4:16). Os filhos de Deus se tornam participantes do sofrimento de Cristo (2 Coríntios 1:5; Filipenses 3:10; 1 Pedro 4:16).

Isso não quer dizer que acrescentamos algo ao sofrimento redentivo do Senhor, mas que nos aproximamos ainda mais dele em amor e devoção. João completa dizendo que os filhos de Deus não vivem na prática do pecado, mas praticam a justiça, assim como Deus é justo (1 João 3:7-10).

Os filhos de Deus recebem o Espírito de adoção, e possuem livre acesso ao trono da graça, podendo clamar a Deus dizendo: Aba, Pai! Os filhos de Deus são por Ele guardados e protegidos. É claro que todo esse cuidado também inclui correção e repreensão. O autor de Hebreus interpreta Provérbios 3:12 dizendo: “Pois o Senhor disciplina a quem ama, e castiga todo aquele a quem aceita como filho” (Hebreus 12:6).

Os filhos de Deus são seus herdeiros

A Bíblia diz que se somos filhos de Deus, logo também somos seus herdeiros, e co-herdeiros com Cristo (Romanos 8:17; Gálatas 4:6-7). Os filhos de Deus têm direito a uma herança por causa de sua união com Cristo. Essa herança nunca se perderá, nunca se acabará. Ele é inalienável! (1 Pedro 1:4).  Em certo aspecto, já no presente os filhos de Deus desfrutam dessa herança através das bênçãos de sua comunhão com Cristo.

Mas a Bíblia muito claramente afirma que os filhos de Deus receberão a plenitude dessa herança no futuro. O apóstolo João escreve que já agora somos filhos de Deus, mas ainda não é manifestado o que havemos de ser. Ele próprio explica o que isto significa ao dizer: “Mas sabemos que quando Ele se manifestar, seremos semelhantes a Ele; porque assim como Ele é o veremos” (1 João 3:2).

Essa herança maravilhosa não apenas estará restrita à nossa alma, mas também abrangerá o nosso corpo. Quando Cristo voltar, seremos glorificados junto d’Ele. Nossos corpos também serão redimidos e o que é corrutível (Romanos 8:23; 1 Coríntios 15:53).

Com Cristo herdaremos um novo nome (Apocalipse 3:12), nos assentaremos ao lado dele sem seu trono (Apocalipse 3:21) e com Ele reinaremos (Apocalipse 20:4). Os filhos de Deus possuem direito legal sobre essa herança eterna. Com tudo, o mais importante é entender que esse direito foi conquistado e estabelecido não por nós, mas por Cristo.

Tag

7 comentários em “Todos São Filhos de Deus? Quem São os Filhos de Deus?”

  1. Eu amo os ensinamentos de Cristo, e é muito bom aprender o que queremos quando não sabemos e não entendemos , gostaria de aprender mais sobre o fim do mundo, a vinda de Cristo, sobre o apocalipse todos, porque ele é um livro muito mistérioso e que tem muita simbologias e é por isso que eu tenho vontade de conhecer mais, do começo ao fim do livro de Apocalipse, vale a pena se aprofundar na leitura da bíblia, pois sei que a bíblia não é um livro comum e nem um livro qualquer, ela é pra ser lida e entendida espiritualmente.

  2. Como pode dizer que somos filhos de Satanás, se o Mal nada pode gerar, nada pode criar. O Poder Criador é só de Deus! Se assim fosse, Satanás, o Diabo, etc teria muitos mais filhos que Deus!!! Você diz “os filhos de Deus não vivem na prática do pecado”…. Então não hão filhos de Deus, senão Cristo, pois todos vivemos em pecado, todos somos pecadores! Está na própria Biblia, que nenhum homem escapa de ser pecador!

    1. Olá Rubens, não somos nós que dizemos, mas a Palavra de Deus (João 8:42-44). Você não entendeu o texto. Leia o texto novamente com calma que nele está bem a resposta para seu questionamento está bem explicada. Deus abençoe sua vida!

    2. Não adianta ficar bravo não querido. Essa é nossa realidade. Aceitando ou não…somos filho do pecado e da ira de Deus. Foi o próprio Deus quem nos diz.

  3. Muitas vezes a palavra de Deus nos ofende e não a queremos aceitar, então acabamos por ofender aqueles que com amor tentam nos ajudar. Não desistam meus amados e queridos irmão por certas criticas e até por ofensas, saibam que antes de ofender a vós a mim já ofenderam disse o Senhor. Que Deus abençoe grandemente este ministério pois tem sido de grande valia para muitos que querem não só serem ofendidos pala palavra de Deus mas, ensinados por ela. paz á todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close