O Que Significa “A Alegria do Senhor é a Nossa Força”?

Dizer que a alegria do Senhor é a nossa força significa que somente a verdadeira alegria que vem de Deus fortalece o Seu povo. Há muitas formas de alegria que o mundo oferece, mas todas elas são vazias, superficiais e passageiras. Entretanto, a alegria do Senhor derramada sobre seus filhos é plena, forte e perpétua.

Apesar de esse ser um princípio amplamente encontrado na Bíblia, curiosamente não há na um versículo bíblico que traga exatamente a frase: “a alegria do Senhor é a nossa força”. Na verdade essa frase é uma adaptação de uma declaração encontrada no livro de Neemias, onde lemos: “Disse-lhes mais: Ide, e comei as gorduras, e bebei as doçuras, e enviai porções aos que não têm nada preparado para si; porque esse dia é consagrado ao nosso Senhor; portanto, não vos entristeçais, porque a alegria do SENHOR é a vossa força” (Neemias 8:10).

A alegria do Senhor

Os judeus escutaram que a alegria do Senhor é a nossa força num contexto complicado de sua história. Eles tinham estado nas últimas décadas no doloroso cativeiro babilônico. Durante o tempo de exílio a terra natal daquele povo ficou desolada. Jerusalém foi dominada por estrangeiros e o Templo do Senhor na cidade ficou destruído. Por causa de seu próprio pecado, o povo da aliança acabou se tornando motivo de escárnio de seus inimigos.

Mas conforme o propósito do Senhor, havia chegado o tempo da restauração. Pela providência divina o povo recebeu permissão para voltar à sua terra, reconstruir a cidade e, consequentemente, o Templo. Nesse contexto não havia apenas uma reforma estrutural a ser feita, mas, principalmente, uma reforma espiritual.

Em dado momento após a reconstrução dos muros da cidade, o povo foi confrontado pela leitura e explicação da Palavra de Deus. À luz da Santa Palavra seus pecados ficaram expostos e o povo sentiu o peso de sua rebeldia (cf. Romanos 3:20). Os judeus demonstraram quebrantamento e tristeza. Então os levitas que estavam ensinando a Palavra de Deus tranquilizaram o povo dizendo que aquele não era um tempo de tristeza e lamentação, mas um tempo de exultação e contentamento pelo perdão e misericórdia do Senhor.

Foi nesse momento que Neemias encorajou o povo de Deus dizendo que aquele era um dia de perdão e celebração consagrado ao Senhor. Não havia espaço para a tristeza, pois a alegria do Senhor fortalece o seu povo.

Receber Estudos da Bíblia

É a nossa força

Sim, a alegria do Senhor é a nossa força. Mas como experimentamos essa alegria fortalecedora? No próprio texto bíblico do livro de Neemias aprendemos que o povo de Deus se apropria dessa alegria através do conhecimento, confiança e obediência à Palavra de Deus.

É através da revelação da vontade de Deus em sua Palavra que tomamos conhecimento de nossos pecados e somos conduzidos ao arrependimento. Ao mesmo tempo, essa mesma Palavra nos dá uma alegria inabalável ao nos mostrar a imutável promessa do perdão de Deus e o ministério auxiliador e capacitador do Espírito Santo que nos guia em toda a verdade (cf. João 16:13).

Isso explica porque o salmista escreve: “Os preceitos do SENHOR são retos e alegram o coração; o mandamento do SENHOR é puro e alumia os olhos” (Salmo 19:8). Para o servo do Senhor, os mandamentos divinos são prazerosos ao coração; as promessas de Deus são a sua alegria (cf. Salmo 119:11-16). O Salmo 1 diz que o prazer do justo está na Lei do Senhor, e nela ele medita de dia e de noite (Salmo 1:2).

Mas dizer que a alegria do Senhor é a nossa força não significa que somos imunes ao sofrimento. Muito pelo contrário! O verdadeiro cristão passa por muitas dificuldades, aflições, tristezas e tribulações. O redimido sabe o que é chorar!

Mas pelo poder divino, pela força comunicada pelo próprio Deus aos seus filhos, nós somos capazes de experimentar uma alegria que transcende qualquer circunstância, que supera qualquer tristeza. Os crentes podem até ser entristecidos, mas estão sempre alegres (2 Coríntios 6:10).

Essa alegria não tem sua origem na terra, mas no Céu. Ela não é um mero sentimento passageiro, mas é uma dádiva do Senhor que brilha na mais escura noite e permanece firme na mais severa tempestade da vida. Essa alegria é fruto do Espírito e nos alcança a partir do trono da graça de Deus. Além disso, é na pessoa de Cristo que temos a revelação final da alegria do Senhor que fortalece o Seu povo escolhido. Ele é a nossa alegria eterna; a nossa esperança que jamais terá fim.

Por isso que o apóstolo Paulo mesmo estando aprisionado, conclamou aos crentes: “Alegrem-se sempre no Senhor. Novamente digo: alegrem-se!” (Filipenses 4:4). Realmente a alegria do Senhor é a nossa força!

Que tal fazer Bacharel em Teologia sem mensalidades? Clique aqui! Pergunta Estudo Bíblico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar