O Que São as Bênçãos Espirituais Nas Regiões Celestiais em Cristo?

As bênçãos espirituais nas regiões celestiais dizem respeito à obra de Deus nos eleitos, e é a fonte divina de todas as demais bênçãos na vida dos crentes. Então essas bênçãos espirituais nas regiões celestiais incluem três aspectos: passado (eleição), presente (redenção) e futuro (herança eterna).

Na Bíblia, é o apóstolo Paulo quem emprega essa expressão ao declarar: “Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo” (Efésios 1:3). Na verdade as bênçãos espirituais em Cristo Jesus é o tema central da Carta aos Efésios. Nessa epístola o apóstolo ensina que os crentes têm à sua disposição maravilhosas riquezas pela pessoa de seu Redentor. Sim, Deus o Pai fez dos redimidos ricos em Jesus Cristo.

Bênçãos materiais e bênçãos espirituais

Algumas pessoas consideram que o Antigo Testamento coloca as riquezas materiais em maior valor que as riquezas espirituais. Isso porque é possível encontrar com frequência no Antigo Testamento as promessas de Deus prometendo bênçãos materiais ao povo de Israel como recompensa por sua obediência. Mas esse tipo de interpretação é um erro. Na verdade o Antigo Testamento ensina claramente o valor mais elevado das bênçãos espirituais (cf. Salmos 37:16; 73:25; Provérbios 3:13).

Além disso, o próprio Novo Testamento afirma que os verdadeiros crentes do Antigo Testamento tinham consciência da sublimidade das bênçãos espirituais. Na galeria dos heróis da fé, por exemplo, o escritor de Hebreus escreve que a esperança de Abraão não estava depositada numa cidade terrena, mas que ele viveu como estrangeiro e peregrino neste mundo, pois esperava pela cidade celestial, cujo Arquiteto e Edificador é Deus (Hebreus 11:9,10).

Mas de fato na antiga dispensação havia uma ênfase diferenciada acerca das bênçãos materiais quando comparada ao Novo Testamento e sua maior ênfase nas bênçãos espirituais. Isso porque, como explica W. Hendriksen, Deus, sendo sábio Pedagogo, sabia que naquele tempo era necessária a descrição circunstancial das bênçãos materiais a fim de que, por meio destas, como símbolos o Seu povo escolhido pudesse chegar à justa apreciação do espiritual (Comentário da Epístola aos Efésios).

Então podemos dizer que as principais bênçãos materiais prometidas a Israel no Antigo Testamento apontavam para a sublimidade das bênçãos espirituais. Por exemplo: a terra de Canaã era símbolo do lar celestial que aguarda o povo de Deus.

Mas que fique claro que o Novo Testamento não deprecia as bênçãos terrenas (Mateus 6:11; 1 Timóteo 4:3,4), apenas ressalta a sublimidade das bênçãos espirituais e coloca ênfase nelas. Nesse sentido, como observa Warren Wiersbe, o Novo Testamento enfatiza que agora, na nova dispensação, Deus promete suprir todas as nossas necessidades “segundo a sua riqueza em glória, há de suprir, em Cristo Jesus” (Filipenses 4:19).

Portanto, o Novo Testamento não coloca as bênçãos espirituais em oposição às bênçãos materiais; mas simplesmente destaca a sublimidade delas e ensina que a obra de Deus é a fonte de todas as bênçãos para os santos.

  • Veja também: Quer melhorar o aproveitamento de suas aulas da EBD? Conheça um curso completo de formação para professores e líderes da Escola Bíblica Dominical.Conheça aqui! (Vagas Limitadas)

A sublimidade das bênçãos espirituais

O apóstolo Paulo escreve que o Pai nos abençoou com toda sorte de bênção espiritual nas regiões celestiais em Cristo (Efésios 1:3). Essas bênçãos espirituais nas regiões celestiais, de um modo geral e amplo, se referem aos inúmeros benefícios que os crentes desfrutam por sua união com Cristo.

Mas no contexto da passagem de Efésios, o significado mais específico das bênçãos espirituais resume todos os dons que o Pai dá a seus filhos nas bênçãos da eleição, redenção e confirmação.

Paulo ensina que os crentes foram eleitos e consequentemente predestinados para a adoção. Através da graça mediante a fé, os crentes – que outrora estavam mortos em delitos e pecados e eram inimigos de Deus – foram ressuscitados espiritualmente e receberam o perdão superabundante de seus pecados. Agora tendo sido reconciliados com Deus, os crentes ainda recebem a garantia de que, de fato, são filhos e herdeiros de uma herança inviolável. Essa garantia é o próprio Espírito Santo.

Receber Estudos da Bíblia

Bênçãos espirituais nas regiões celestiais em Cristo

O texto bíblico também afirma que as bênçãos espirituais encontram-se nas regiões celestiais em Cristo. Isso quer dizer que essas bênçãos espirituais são celestiais, isto é, elas vêm do Céu para os crentes que estão na Terra.

Os incrédulos colocam seus corações nas coisas desta terra. Mas a nova vida cristã gira em torno das coisas do Céu. A Bíblia diz que os crentes são filhos do Pai que está no Céu (Mateus 6:9-13; Colossenses 3). Por isso eles são cidadãos do Céu e seus nomes estão escritos no Céu (Lucas 10:20; Filipenses 3:20).

Como explica Warren Wiersbe, as regiões celestiais dizem respeito ao lugar onde Jesus Cristo encontra-se neste momento, e onde os crentes estão assentados com Ele (Efésios 1:2; 2:6). Na verdade o cristão atua em duas esferas: na humana e na divina, ou seja, na visível e na invisível. Fisicamente, com corpo humano, o cristão encontra-se na Terra. Mas em termos espirituais ele encontra-se assentado com Cristo nas regiões celestiais – esfera que oferece o poder e a orientação para a vida aqui na Terra (Comentário Bíblico Expositivo do Novo Testamento).

Mas é interessante notar que o apóstolo Paulo faz questão de enfatizar que as bênçãos espirituais são dadas em Cristo Jesus. Essa expressão “em Cristo” é usada pelo menos quinze vezes na Carta aos Efésios. Então o apóstolo ensina que Cristo é o fundamento de todas as bênçãos que são dadas à Igreja.

A única maneira de os crentes terem acesso à salvação e todos os benefícios que a envolvem, é através de Cristo. Sobre isso, o próprio Senhor Jesus explica: “Porque sem mim nada podeis fazer” (João 15:5). Jesus Cristo é a nossa Videira Verdadeira, e fora dele não somos, não temos e não fazemos nada espiritualmente bom.

Portanto, as bênçãos espirituais nas regiões celestiais em Cristo denotam a situação espiritual do cristão. Elas expressam o privilégio da vida cristã. O crente que está em Cristo desfruta das insondáveis riquezas que o Pai Celestial lhe concede pelo Espírito por meio do Filho.

Que tal fazer Bacharel em Teologia sem mensalidades? Clique aqui! Pergunta Estudo Bíblico
Fechar