O Que Significa “Buscai Primeiro o Reino de Deus e a Sua Justiça”?

A frase “buscai primeiro o Reino de Deus e a sua justiça” significa que o governo soberano de Deus e nossa submissão a ele deve ser prioridade em nossa vida. Nossa maior preocupação deve ser o nosso relacionamento com Deus; deve ser a forma com que O reconhecemos e O honramos como Rei em todos os aspectos de nossa vida.

Jesus disse essas palavras num contexto onde Ele fala da ansiosa solicitude pela vida. Então Ele ensina seus seguidores que não faz sentido andar ansiosos e preocupados quando se reconhece a soberania e a providência divina. Por isso ele diz: “Buscai, pois, em primeiro lugar, o seu Reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas” (Mateus 6:33).

Buscai primeiro o Reino de Deus e a sua justiça

Como foi dito, o ensino para buscar primeiro o Reino de Deus e a sua justiça aparece num sermão de Jesus em Ele fala da pequenez e da incoerência das preocupações terrenas frente ao conforto que há na certeza da soberania e da bondade de Deus. Buscai primeiro o Reino de Deus e a sua justiça são palavras que fazem todo o sentido para aqueles que reconhecem Deus como Rei em todas as esferas de suas vidas.

Buscar primeiro o Reino de Deus implica literalmente em dar-lhe a prioridade que lhe é devida. Enquanto os ímpios andam preocupados buscando desesperadamente coisas temporais, os seguidores de Cristo são convidados a buscar, antes de tudo, o Reino de Deus e a sua justiça. Como diz o apóstolo Paulo, nosso foco não deve estar nas coisas visíveis e temporais, mas nas invisíveis e eternas (2 Coríntios 4:18).

Quando alguém reconhece, recebe e se submete ao reinado de Deus, consequentemente a justiça estará presente. Em seu Comentário do Novo Testamento, W. Hendriksen observa que o Reino de Deus implica em justiça; não há como separar Reino e justiça. Essa justiça é tanto imputada quanto comunicada. Isso significa que essa justiça é uma condição jurídica, ou seja, a justiça de Cristo imputada no crente; mas ela é também uma conduta ética, uma vida justa e reta.

Como buscar primeiro o Reino de Deus e a sua justiça?

Quando falamos em buscar o Reino de Deus e a sua justiça, devemos considerar dois pontos importantes. Em primeiro lugar, devemos entender que o Reino e sua justiça são dons que nos são concedidos pela graça de Deus. Jesus diz: “Buscai, em primeiro lugar, o seu Reino e a sua justiça”. Esse reino e essa justiça não são intrinsecamente nossos, frutos de nossas próprias virtudes; mas são de Deus, pertencem a Ele e é Ele quem nos concede graciosamente esses dons.

Contudo, Jesus aconselha seus seguidores a se apropriarem cada vez mais dessa dádiva divina através de uma busca correta e incessante. Buscar aqui implica em um esforço constante e comprometido para se obter algo. Mas não há qualquer contradição em dizer que o Reino e sua justiça são dons de Deus que devemos buscá-los.

W. Hendriksen diz aqueles que recebem de Deus a dádiva de seu Reino e sua justiça, se tornam muito ativos em seu novo princípio de vida. Ele explica que aqueles que reconhecem Deus como Rei de suas vidas trabalham com muito empenho, não por meio de algo que haja em si próprios, mas através do poder que lhes está sendo constantemente fornecido pelo Espírito Santo.

O apóstolo Paulo nos ajudar entender isso quando diz: “[…] assim também operai a vossa salvação com temor e tremor”. Mas antes que alguém possa pensar que essa ação vem de nossas próprias forças, ele explica: “Porque Deus é o que opera em vós tanto o querer como o efetuar, segundo a sua boa vontade” (Filipenses 2:12,13).

A exortação de Jesus de fato é: “Buscai primeiro o Reino de Deus e a sua justiça”. Nós, porém, podemos obedecer a essas palavras pelo poder do próprio Deus que opera em nós através do Espírito Santo. Nós recebemos o seu reino e a sua justiça; então agora direcionamos toda nossa vida em completa devoção à sua vontade e dedicação à sua obra; nós fazemos todas as coisas não mais para a satisfação da nossa carne, mas para a glória de Deus.

Buscando primeiro o Reino de Deus e vencendo a ansiedade

Antes de Jesus Cristo exortar seus seguidores a buscar o Reino de Deus e a sua justiça, Ele falou muito claramente sobre a inutilidade de alguém viver ansioso com as coisas passageiras desta terra. Inclusive, Jesus apontou para as aves do céu e os lírios do campo como evidências da provisão divina (Mateus 6:25-29).

A preocupação demasiada com as coisas da vida cotidiana é reflexo de uma pequena fé; é falta de uma confiança plena na bondade do Pai celeste que conhece todas as necessidades de seus filhos. Quando buscamos primeiro o Reino de Deus e a sua justiça, entendemos verdadeiramente quem cuida de nós.

Receber Estudos da Bíblia

E todas estas coisas vos serão acrescentadas

Também é importante entender que esse ensino de Jesus não é um tipo de motivação para uma vida de ociosidade. Jesus não está desencorajando o trabalho; Ele não está dizendo que os crentes deveriam ficar parados esperando seu sustento cair do céu. Ele simplesmente está dizendo que seus seguidores devem colocar a confiança em Deus acima de qualquer outra coisa.

Sim, o ensino de Jesus é: “Buscai primeiro o Reino de Deus e a sua justiça”; e devemos fazer isto confiando que as demais coisas nos serão acrescentadas. Mas isso não significa parar de trabalhar e viver pela fé. Antes, significa viver pela fé em todas as esferas da vida, incluindo o trabalho, a fim de refletir um coração em que Deus é reconhecido como Rei. O trabalho digno é o meio básico pelo qual Deus supre as nossas necessidades.

Então se por um lado temos a advertência: “buscai primeiro o Reino de Deus e a sua justiça”, por outro lado temos a maravilhosa promessa: “e todas estas coisas vos serão acrescentadas”. W. Hendriksen chama essa última parte de “a recompensa da graça”.

O que seriam “estas coisas” que nos são acrescentadas quando buscamos o Reino de Deus e a sua justiça? O próprio contexto do sermão de Jesus não nos deixa dúvida. Estas são as coisas essenciais para nossa sobrevivência. Aqui não há qualquer espaço para supostas promessas de riqueza e prosperidade.

Deus pode, se Ele quiser, fazer prosperar um de seus servos; mas a sua promessa diz respeito ao nosso sustento diário. Por isso oramos ao Pai: “[…] Venha o teu Reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu. O pão nosso dia cada dia nos dá hoje…” (cf. Mateus 6:10). Portanto, buscai primeiro o Reino de Deus e a sua justiça! Comprometa-se com o governo de Deus da forma correta!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close