Quem é o Cavaleiro do Cavalo Branco do Apocalipse?

O cavaleiro do cavalo branco é o primeiro dos quatro cavaleiros citados no livro do Apocalipse (Apocalipse 6:2-8). Mas sem dúvida dentre todos os cavaleiros e seus cavalos, o cavaleiro do cavalo branco do Apocalipse é aquele que apresenta maior dificuldade de interpretação. Há diferentes opiniões entre os cristãos sobre a identidade desse cavaleiro.

Antes, é importante entender que o cavaleiro do cavalo branco do Apocalipse é mencionado numa porção do texto bíblico que registra a abertura de um livro selado com sete selos. Inclusive, o cavaleiro do cavalo branco equivale à abertura do primeiro selo.

Também é necessário entender que o livro do Apocalipse foi escrito numa linguagem predominantemente simbólica. Então obviamente o cavaleiro do cavalo branco do Apocalipse é símbolo de algo, e não deve ser interpretado de forma literal.

O texto bíblico diz que João, o autor do Apocalipse, teve uma visão de um cavalo branco, e o que estava montado nesse cavalo tinha um arco. Esse cavaleiro também recebeu uma coroa, e ele saiu vitorioso e para vencer (Apocalipse 6:2).

Todos concordam que na Bíblia, quando citado no sentido figurado, geralmente o cavalo representa força e conquista. Mas por outro lado, não há concordância entre os estudiosos sobre a identidade do cavaleiro que monta sobre esse cavalo branco do Apocalipse. Existem pelo menos quatro interpretações principais sobre isso.

O cavaleiro do cavalo branco do Apocalipse representa o poder e as conquistas militares

Nos tempos antigos, era comum que os grandes e reis e imperadores montassem num cavalo branco para acompanharem seus exércitos numa campanha militar. Quando a batalha era vencida, então muitas vezes o rei desfilava com um arco e uma coroa de louros. Por isso alguns intérpretes bíblicos enxergam no cavaleiro do cavalo branco que é seguido por outros três cavaleiros, exatamente essa conexão militar.

A ideia é que o cavaleiro do cavalo branco seria uma representação das grandes campanhas militares que marcam a história desde o Império Romano. A cor branca também tem a ver com a paz que é desejada através de uma conquista militar. Mas os cavaleiros que seguem o cavaleiro do cavalo branco do Apocalipse, mostram que as campanhas militares sempre são acompanhadas de consequências trágicas, como pobreza, fome e morte.

O cavaleiro do cavalo branco do Apocalipse representa o Anticristo

Muitos intérpretes acreditam que os cavaleiros do Apocalipse estão diretamente ligados ao período da grande tribulação. Portanto, dentro dessa interpretação, o cavaleiro do cavalo branco seria a representação de uma força que trará calamidades terrenas nesse período.

Então alguns estudiosos dessa linha de pensamento acabam por identificar o cavaleiro do cavalo branco de uma forma mais especifica, relacionando-o ao Anticristo que liderará a força do mal no período final da história.

Quem pensa assim se apoia no fato de que o livro do Apocalipse frequentemente faz uso de figuras duplas para estabelecer um contraste. Por exemplo: o livro contrasta a noiva do Cordeiro com uma meretriz; a Nova Jerusalém com a grande Babilônia; etc. E nesse sentido, o cavaleiro do cavalo branco como sendo o Anticristo, seria uma contraposição a Cristo que também é mencionado no livro do Apocalipse assentado sobre um cavalo branco (Apocalipse 19:11).

Dessa forma, o cavaleiro do cavalo branco seria uma imitação do verdadeiro Cavaleiro Divino. Ele será apresentado ao mundo como um grande pacificador vitorioso, e todos o seguirão. Ele exercerá um domínio mundial e será aclamado como um líder invencível. Essa é uma das interpretações mais populares atualmente.

O cavaleiro do cavalo branco do Apocalipse representa a proclamação do Evangelho

Alguns intérpretes bíblicos pensam que o cavaleiro do cavalo branco seria um símbolo da proclamação vitoriosa do Evangelho pelo mundo. A ideia é que apesar de todas as oposições malignas, o Evangelho continuaria triunfando pelo mundo até o dia do retorno de Cristo.

Durante a história da Igreja Cristã, as testemunhas de Cristo foram duramente perseguidas. Por muitas vezes o mundo tentou calar a pregação do Evangelho. Mesmo assim, o Evangelho continuou sendo pregado; a boa-nova da salvação em Cristo continuou sendo anunciada de forma vitoriosa e para vencer.

Receber Estudos da Bíblia

O cavaleiro do cavalo branco do Apocalipse representa Cristo

Muitos estudiosos do livro do Apocalipse defendem que o cavaleiro do cavalo branco representa Cristo que conquista através do Evangelho. Quem pensa assim observa que o cavaleiro do cavalo branco não aparece associado a nenhuma maldição, diferentemente dos outros cavaleiros.

Além disso, parece que as maldições trazidas pelos outros cavaleiros são consequentes ao aparecimento do cavaleiro do cavalo branco. Então para quem dota essa interpretação, isso teria a ver com o fato de que sempre que Cristo aparece, Satanás se ocupa em fazer oposição e prejudicar o povo de Deus.

As características do cavaleiro e seu cavalo branco também são usadas para relacioná-lo a Cristo. Em primeiro lugar, a cor branca no livro do Apocalipse sempre é associada às coisas do céu; isto é, àquilo que é puro e santo. O livro fala dos cavalos brancos do exercito celestial; das vestes brancas dos redimidos; dos cabelos brancos do Cristo glorificado; do trono branco em que Deus se assenta; da nuvem branca em que o Filho do homem aparecerá; da pedra branca que os salvos receberão; etc. Jamais essa cor é empregada no Apocalipse para falar de coisas terrenas, ou para falar de Satanás e seus agentes.

Em segundo lugar, o cavaleiro do cavalo branco recebe uma coroa. Embora a coroa aqui seja uma coroa de louros que simboliza vitória, isso está em harmonia com o fato de que é Cristo quem aparece frequentemente coroado, exaltado e glorificado no livro do Apocalipse. Inclusive, o capítulo anterior ao texto que descreve o cavaleiro do cavalo branco, fala da coroação de Cristo ao receber do Pai o reino para governar. Além do mais, no livro do Apocalipse a vitória pertence sempre a Cristo e ao seu povo (Apocalipse 1:13; 2:26,27; 3:21; 5:5; 6:16; 11:15; 12:11; 14:14; 17:14; 19:11).

Em terceiro lugar, o mesmo livro apresenta de forma clara Cristo como um cavaleiro assentado sobre um cavalo branco (Apocalipse 19:1). Logo, as diferenças entre uma descrição e outro são apenas pequenos detalhes esperados pela mudança de perspectiva.

Em quarto lugar, o fato de o cavaleiro do cavalo branco ser seguido pelo cavaleiro do cavalo vermelho está de acordo com a verdade bíblica de que Cristo e seu Evangelho trariam também espada, conflitos, divisões e perseguições ao mundo (cf. Mateus 10:34).

Em quinto lugar, o texto bíblico diz que o cavaleiro do cavalo branco saiu “vitorioso, e para vencer”. No original essa expressão indica algo como uma “invencibilidade invencível”. No Apocalipse, a plena invencibilidade é atribuída somente a Cristo que vence através do Evangelho. Portanto, os ímpios, o Anticristo, Satanás e todos os seus agentes, sempre encontram a ruína no livro do Apocalipse. Essa é a interpretação mais tradicional dentro do Cristianismo histórico.

Que tal fazer Bacharel em Teologia sem mensalidades? Clique aqui! Pergunta Estudo Bíblico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar