Quem é o Cavaleiro do Cavalo Vermelho do Apocalipse?

O cavaleiro do cavalo vermelho do Apocalipse é o segundo dos quatro cavaleiros citados no último livro da Bíblia. Embora exista alguma discussão sobre o significado desse cavaleiro e seu cavalo, o entendimento geral é que o cavaleiro do cavalo vermelho é um símbolo da perseguição, do conflito e da guerra.

O texto bíblico registra que na abertura do segundo selo, João viu sair um cavalo vermelho, logo após a saída do cavaleiro do cavalo branco. O cavaleiro que montava o cavalo vermelho recebeu autoridade para tirar a paz da terra, de modo que os homens matassem uns aos outros. Além disso, uma grande espada também foi dada ao cavaleiro do cavalo vermelho do Apocalipse (Apocalipse 6:4).

Existem duas interpretações principais sobre o período de atuação do cavaleiro do cavalo vermelho do Apocalipse. Algumas pessoas acreditam que sua atuação será exclusivamente no período de grande tribulação futura. Já outras pessoas defendem que sua atuação se estende ao longo da história da presente era, embora seja verdade que essa atuação se tornará mais intensa no período final próximo à volta de Cristo.

O significado do cavalo vermelho

Muitos estudiosos enxergam na cor vermelha uma referência ao banho de sangue e ao terror. De fato, na linguagem simbólica do Apocalipse, as cores possuem sua importância. A cor branca, por exemplo, é um símbolo frequente da pureza e justiça de Deus e do seu povo por todo o livro.

Inclusive, a palavra “vermelha” traduz uma palavra grega que é derivativa do termo grego para “fogo”. A ideia é que a cor desse cavalo é cor de fogo dando o sentido de “fúria vermelha”. Essa é a mesma palavra que descreve o dragão perseguidor de Apocalipse 12. Além disso, o mesmo livro ainda fala da besta escarlate (Apocalipse 17:3).

O cavaleiro do cavalo vermelho do Apocalipse tira a paz da terra

A informação bíblica de que o cavaleiro do cavalo vermelho do Apocalipse recebeu poder para tirar a paz da terra, indica que esse cavaleiro em seu cavalo vermelho representa uma força destruidora que traz calamidade.

O texto grego do livro do Apocalipse literalmente diz sobre o cavaleiro do cavalo vermelho: “Foi-lhe outorgado tirar a paz da terra”. O que temos aqui é uma referência ao mal personificado; um símbolo da guerra; um retrato da carnificina desenfreada.

Mas também é interessante notar que esse cavaleiro não possui autoridade ou poder de si mesmo, mas ele precisou receber permissão para atuar. Deus tem o controle absoluto de tudo; Ele é quem governa a história e estabelece limites até mesmo para o mal agir. No entanto, Deus jamais deve ser responsabilizado pelas ações perversas de suas criaturas.

Portanto, de fato a história humana sempre foi marcada pela falta de paz. Inclusive, por mais que isso pareça insano, frequentemente os homens recorrem à guerra com o objetivo de obter a paz. O cavaleiro do cavalo vermelho cavalga pelo mundo e arrasta consigo a destruição. Por todas as partes os homens matam uns aos outros.

Receber Estudos da Bíblia

O cavaleiro do cavalo vermelho do Apocalipse carrega uma espada

Embora o cavaleiro do cavalo vermelho possa ser uma representação geral da guerra, também é possível que o texto bíblico enfoque de uma forma mais especial um tipo de conflito específico. Isso porque a espada que o cavaleiro do cavalo vermelho carrega, não é uma espada comprida e larga, mas é uma arma mais curta que muitas vezes era usada por assassinos.

Isso está de acordo com a informação bíblica de que o cavaleiro do cavalo vermelho causa assassinatos entre os homens. Porém, também é notável o fato de que o verbo “assassinar” no livro do Apocalipse, com exceção de uma ocorrência, sempre se refere ao assassínio do Cordeiro e de seus seguidores (Apocalipse 5:6-12; 6:9; 13:8; 18:24).

Além disso, a palavra grega usada por João ao falar da espada desse cavaleiro, é a mesma para se referir à adaga usada nos sacrifícios. Esse detalhe tem levado muitos eruditos a sugerir que provavelmente na saída do cavaleiro do cavalo vermelho haja uma ênfase no sacrifício e martírio do povo de Deus.

Sem dúvida o império do mal se opõe a Deus, à sua Palavra e a seu povo. Frequentemente a pregação do Evangelho resulta em conflitos e perseguições. Muitas vezes esses conflitos são tão agudos e íntimos, que brotam do meio da própria família. Na verdade, o próprio Senhor Jesus avisou que seria assim (Mateus 10:36; cf. Mateus 5:10,11; Lucas 12:49-53; 21:12). Aqui vale lembrar que quando João escreveu o livro do Apocalipse, seus leitores estavam enfrentando uma grande perseguição que conduziu muitos deles à morte.

Se essa interpretação estiver correta, então os destinatários do Apocalipse conheciam de perto, e de forma experiencial, a atuação do cavaleiro do cavalo vermelho ao promover a matança dos seguidores de Cristo. Isso também se harmoniza com a sequência do texto do Apocalipse que, na abertura do quinto selo, revela as almas daqueles que foram mortos por causa da Palavra de Deus (Apocalipse 6:9).

Que tal fazer Bacharel em Teologia sem mensalidades? Clique aqui! Pergunta Estudo Bíblico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar