Como Era a Cidade de Sardes nos Tempos Bíblicos?

Sardes era uma cidade que ficava na região da Ásia Menor. Nos tempos bíblicos do Novo Testamento, a cidade de Sardes pertencia ao Império Romano. A cidade ficava localizada aproximadamente a oitenta quilômetros da cidade de Esmirna, no atual território da Turquia.

A cidade é citada no livro do Apocalipse por causa da comunidade cristã estabelecida ali. Mas a história da cidade Sardes começou muito antes dos tempos em que o livro do Apocalipse foi escrito. Na verdade naquela época Sardes já era uma cidade antiga que, inclusive, já havia vivido seus melhores dias.

Como era a cidade de Sardes?

Nos tempos antigos, Sardes se orgulhava de ser uma cidade quase que inconquistável. Isso porque a cidade ficava assentada sobre um monte íngreme e difícil de acessar, que se levantava sobre o vale do rio Hermus, um dos vales mais férteis da Ásia Menor.

Fortificada naturalmente pela montanha, havia apenas um ponto de acesso para a cidade de Sardes através de um estreito corredor. Uma vez que esse corredor era também fortificado, a cidade de fato ficava quase que intransponível.

Por tudo isso em seu auge Sardes se tornou a capital do reino da Lídia na antiguidade. Mas a cidade que parecia inalcançável acabou sendo furtivamente invadida num ataque noturno por habilidosos escaladores que perceberam uma brecha para sua entrada na encosta de pedra.

Então sob o governo do Creso, Sardes caiu diante da Pérsia liderada pelo rei Ciro. Assim, por volta de 546 a.C. a cidade de Sardes passou a fazer parte do Império Persa. Mais tarde, Sardes passou aos domínios de Alexandre, o Grande, e depois se tornou parte da província romana da Ásia.

Com o tempo, a cidade que ficava situada sobre o monte se tornou pequena para o seu próprio crescimento. Então uma nova cidade começou a se espalhar pelas vizinhanças no vale fértil. Nos tempos romanos grandes estruturas foram construídas nessa nova cidade.

Por conta de sua localização, a cidade administrava uma importante rota que ligava a costa do Mar Egeu até o interior das províncias romanas da Ásia e da Galácia. Com isso a cidade garantia importância comercial e militar.

Na cidade de Sardes também havia um grande templo dedicado a Artemis. Com setenta e oito colunas que se erguiam até alcançar dezenove metros de altura, esse templo era um dos maiores do mundo romano.

Expedições arqueológicas no século 20 também descobriram em Sardes as ruínas de uma grande sinagoga judaica. Isso indica que nos tempos do Novo Testamento havia uma grande comunidade judaica vivendo em Sardes. Em 17 d.C. a cidade foi parcialmente destruída por um grande terremoto, mas foi reconstruída com incentivos do governo romano de Tibério.

Receber Estudos da Bíblia

A cidade de Sardes na Bíblia

A cidade de Sardes abrigava uma das sete igrejas da Ásia Menor. Então a cidade é citada pelo apóstolo João quando ele escreveu o livro do Apocalipse. Embora naquele tempo a cidade de Sardes já tivesse vivido seus melhores dias de glória, a cidade ainda tinha importância na Ásia Menor – embora estivesse lentamente caminhando para o seu declínio definitivo que ocorreu séculos depois.

No livro do Apocalipse, o retrato da igreja de Sardes não é nada animador. Aquela comunidade cristã é descrita por Cristo como uma igreja morta, e é convidada por Ele a se arrepender e a preservar o pouco que ainda havia lhe restado (Apocalipse 3:1-6).

Que tal fazer Bacharel em Teologia sem mensalidades? Clique aqui! Pergunta Estudo Bíblico
Fechar