Deus Não Muda: O Que é a Imutabilidade de Deus?

Dizer que Deus não muda significa que Ele permanece sempre o mesmo. A Bíblia diz que Deus é imutável porque Seu Ser, Seus atributos, Seus propósitos e Suas promessas jamais sofrem qualquer tipo de mudança. Então a imutabilidade é uma das qualidades de Deus.

Para o crente, saber que Deus não muda deve ser sempre um motivo de grande conforto e segurança, pois é a prova de que sua confiança está depositada sobre Aquele que é inalterável, inabalável. Sua graça salvífica não está sujeita à variação; Seu propósito redentivo não pode ser alterado.

Por outro lado, saber que Deus é imutável também deveria ser um grande sinal de alerta para os ímpios, pois é a prova de que todos os incrédulos não poderão escapar do derramamento da ira de Deus no Dia do Juízo. Deus não mudará quanto à manifestação de Sua justiça na punição do pecado do ímpio.

A imutabilidade de Deus na Bíblia

As Escrituras afirmam claramente que Deus é imutável. Na verdade o próprio nome de Deus revela a Sua imutabilidade. Quando Moisés perguntou sobre Seu nome, Deus lhe disse: “Eu Sou o que Sou. É isto que você dirá aos israelitas: Eu Sou me enviou a vocês” (Êxodo 3:14).

Os escritores bíblicos também tinham plena consciência acerca da imutabilidade de Deus. As palavras do salmista não deixam qualquer dúvida quanto a isso: “Mas tu permaneces o mesmo, e os teus dias jamais terão fim” (Salmo 102:1).

Nos livros proféticos igualmente lemos sobre a verdade de que Deus é imutável. Através do profeta Isaías o Senhor declarou: “Dá-me ouvidos, ó Jacó, e tu, ó Israel, a quem chamei; eu sou o mesmo, eu o primeiro, eu também o último” (Isaías 48:12; cf. 41:4).

Já na profecia do profeta Malaquias temos uma das afirmações mais conhecidas acerca da imutabilidade de Deus: “Porque eu, o SENHOR, não mudo; por isso, vós, ó filhos de Jacó, não sois consumidos” (Malaquias 3:6).

O Novo Testamento também ensina que Deus não muda. O apóstolo Paulo escreve sobre a incorruptibilidade de Deus (Romanos 1:23). O escritor de Hebreus, citando o Antigo Testamento, igualmente afirma que Deus é o mesmo e sempre permanece assim (Hebreus 1:11,12). Nesse mesmo sentido Tiago escreve: “Toda boa dádiva e todo dom perfeito vêm do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança, nem sombra de variação” (Tiago 1:17).

Por que Deus não muda?

A imutabilidade de Deus é parte de Seu Ser. Deus não muda e jamais deixará de possuir essa qualidade, pois caso contrário Ele não seria imutável. Na verdade a imutabilidade é indivisível a outros atributos de Deus, como por exemplo, Sua asseidade, Sua eternidade, Sua perfeição, Sua onisciência etc. Se Deus é auto-suficiente, eterno, perfeito e conhecedor de tudo, é completamente ilógica a possibilidade de Ele mudar.

Em sua Teologia Sistemática, o teólogo Louis Berkhof explica que em virtude do atributo da imutabilidade, Deus é exaltado acima de tudo quanto há. Em Seu Ser e em Suas perfeições, Ele é imune a todo acréscimo ou diminuição e a todo desenvolvimento ou decadência. Seu conhecimento e Seus planos, Seus princípios morais e Suas Volições permanecem sempre os mesmos. Até a razão nos ensina que não é possível nenhuma mudança em Deus, visto que qualquer mudança é para melhor ou para pior. Mas em Deus, há perfeição absoluta. Então melhoramento e deterioração são igualmente impossíveis n’Ele.

Portanto, se cremos que Deus é auto-existente, eterno, perfeito e onisciente, necessariamente também devemos crer que Ele é imutável. Em outras palavras, se Deus mudasse Ele não seria perfeito e nem onisciente, e não teríamos qualquer razão para acreditar que Ele também é auto-suficiente e eterno, pois não poderíamos saber que suas promessas são realmente verdadeiras. Por fim, se Deus não fosse imutável Ele também não seria Deus.

Mas a boa notícia é que Deus é Deus; Ele não pode negar-se a si mesmo e sempre permanece fiel à Sua Palavra (2 Tessalonicenses 2:11-13). Porque Deus é imutável, seus decretos eternos jamais poderão ser invalidados (Jó 42:2; Isaías 14:24,27).

Receber Estudos da Bíblia

Existe contradição na imutabilidade de Deus?

Há pessoas que insistem em dizer que a imutabilidade é uma contradição bíblica. O que acontece é que elas entendem equivocadamente algumas passagens da Bíblia. Isso porque ao mesmo tempo em que há versículos que dizem que Deus não muda, há outros que aparentemente dizem que Ele se arrepende ou muda de ideia (cf. Gênesis 6; Êxodo 32:10-14; Jonas 3:10; Provérbios 11:20; 12:22; Salmo 18:26,27).

Mas em primeiro lugar, é preciso entender que em todas as passagens bíblicas em que isso ocorre os escritores bíblicos simplesmente estão empregando uma linguagem antropopática para descrever em termos humanamente compreensíveis a relação do Deus infinito, perfeito e imutável com suas criaturas finitas, imperfeitas e volúveis. Saiba como entender o arrependimento de Deus.

Em segundo lugar, dizer que Deus é imutável não significa afirmar que Ele é imóvel e age sempre da mesma maneira. Muito pelo contrário! A Bíblia revela Deus sempre em ação. Então de diferentes maneiras Ele realiza seus propósitos imutáveis. Como diz Berkhof, Deus está cercado de mudanças nas relações dos homens com Ele, mas não há nenhuma mudança no Ser de Deus, em Seus atributos, em Seus propósitos e motivos de ação, nem em Suas promessas.

Que tal fazer Bacharel em Teologia sem mensalidades? Clique aqui! Pergunta Estudo Bíblico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar