Esdras Vai a Jerusalém Ensinar a Palavra

O ensino da Palavra de Deus é essencial. Através do ensino da Palavra o povo toma conhecimento da vontade de Deus e isso gera temor, quebrantamento e devoção. Um dos exemplos bíblicos mais práticos a respeito da importância do ensino da Escritura é aquele que registra o episódio em que Esdras vai a Jerusalém ensinar a Palavra do Senhor ao povo.

Esdras vai a Jerusalém

Esdras subiu da Babilônia a Jerusalém cerca de 80 anos após o primeiro grupo de exilados ter subido pelo decreto do rei Ciro entre 539 e 538 a.C. Isso significa que provavelmente Esdras nem mesmo era nascido naquele tempo. Ele nasceu e cresceu na Babilônia. Mas Esdras era de família sacerdotal, e foi educado na Lei do Senhor. Esdras era alguém que havia sido capacitado a ensinar a Palavra de Deus ao povo.

O texto bíblico também diz que “a boa mão do Senhor” estava sobre Esdras. Deus o havia comissionado e preparou tudo para que Esdras pudesse desempenhar sua missão. O rei da Pérsia, Artaxerxes, concedeu tudo o que Esdras lhe pediu. Inclusive, o rei da Pérsia colocou o tesouro do Império à disposição de Esdras.

Esdras não foi a Jerusalém ensinar a Palavra de Deus sozinho. Um grupo de exilados também subiu juntamente com ele. Esdras também carregou uma carta do próprio Artaxerxes explicando o seu decreto com relação a autorização do retorno e os trabalhos de revitalização da adoração ao Senhor em Jerusalém.

Esdras recebeu autoridade tanto em relação a parte administrativa de Judá, quanto em relação a parte eclesiástica. Ele tinha autoridade para administrar e para ensinar a Palavra de Deus. Além disso, o ensino da Lei de Deus foi uma exigência no decreto de Artaxerxes. Nesse sentido, em sua carta o rei da Pérsia escreveu: “Tu, Esdras, segundo a sabedoria do teu Deus, que possuis, nomeia magistrados e juízes que julguem o povo que está dalém do Eufrates, a todos os que sabem as leis de teu Deus, e ao que não as sabe, que lhas façam saber” (Esdras 7:25).

Alguém pode questionar: Como um rei pagão determinou todas essas coisas? O texto bíblico não deixa qualquer dúvida sobre isso. Artaxerxes decretou tudo isso porque o Senhor “moveu o coração do rei” (Esdras 7:27). Tudo aconteceu pela ação soberana de Deus. O próprio Esdras declara que a providência divina lhe foi uma fonte de encorajamento (Esdras 7:28).

Receber Estudos da Bíblia

Esdras ensina a Palavra do Senhor ao povo

Quando Esdras já estava em Jerusalém, a Bíblia diz que todo o povo se juntou como “um só homem” e pediu que Esdras trouxesse “o Livro da Lei de Moisés, que o Senhor tinha prescrito a Israel” (Neemias 8:1).

Preparam para Esdras um púlpito de madeira e ali ele leu a Palavra do Senhor diante de todo o povo, desde a alva até ao meio-dia. O resultado disso foi extraordinário e aqui podemos destacar alguns pontos principais.

Houve desejo de ouvir o ensino da Palavra

Em primeiro lugar, o povo se reuniu espontaneamente para ouvir a Palavra do Senhor. Todos estavam presentes, ou seja, ninguém que tinha capacidade de entendimento ficou de fora. O povo de Deus deve ser caracterizado pelo desejo do conhecimento da Palavra.

O ensino da Palavra jamais pode ser visto pelo crente como uma imposição, mas como um motivo de deleite. A declaração do salmista deve ser também a declaração de todos os servos do Senhor: “Oh! Quanto amo a tua Lei! É a minha meditação em todo o dia” (Salmo 119:97).

Ensinar a Palavra implica em explicá-la

Em segundo lugar, Esdras não apenas leu a Palavra do Senhor, mas a explicou, “de maneira que entendessem o que se lia” (Neemias 8:8). Em outras palavras, Esdras fez literalmente uma pregação expositiva.

Esdras fez a exegese da Palavra de Deus diante do povo. Ele não colocou no texto suas próprias opiniões, mas extraiu do texto o que estava no texto. O povo de Deus é confrontado, purificado, fortalecido, encorajado pela Palavra do Senhor; não pela palavra do pregador.

Para o ensino da Palavra é preciso haver compromisso com a Palavra

Em terceiro lugar, Esdras era alguém compromissado com a Palavra de Deus. A Bíblia diz que Esdras era “versado na Lei de Moisés, dada pelo Senhor, Deus de Israel” (Esdras 7:6). A palavra versado traduz um termo que significa “habilidoso”. A qualificação daquele que tem a responsabilidade de ensinar a Palavra do Senhor é algo fundamental.

Infelizmente muita gente pensa que não precisa se dedicar em crescer no conhecimento da Escritura, e o resultado disso é desastroso. É verdade que são principalmente àqueles a quem Deus chamou para o ministério de liderança em sua Igreja que possuem maior responsabilidade nesse sentido (2 Timóteo 2:15).

Mas isso não quer dizer que o restante do povo de Deus deve negligenciar o ensino da Palavra. Muito pelo contrário! Todo cristão deve ser versado na Palavra. O apóstolo Pedro escreve que todos os crentes são sacerdotes reais que receberam a tarefa de anunciar as obras d’Aquele que os chamou das trevas para sua maravilhosa luz (1 Pedro 2:9). Isso implica em conhecer, expor e explicar as obras de Deus.

Deve haver diligência diante do ensino da Palavra

Em quarto lugar, o povo de Deus deve reagir de forma diligente à Palavra de Deus. Enquanto Esdras lia e explicava a Palavra, o povo estava em total reverência.

Os ouvidos dos crentes devem estar inclinados de forma apropriada à exposição da Palavra, e suas mentes devem estar despertadas para receber o ensino que está sendo exposto. Algumas pessoas pensam que espiritualidade e racionalidade são coisas opostas. Mas essas pessoas estão enganadas.

O ensino da Palavra deve ser aplicado

Em quinto lugar, a Palavra deve ser lida, explicada e aplicada. O povo não apenas escutou a exposição da Palavra de Deus feita por Esdras, mas foi atingido pela aplicação do ensino da Palavra.

A aplicação do ensino da Palavra traz temor, conhecimento, quebrantamento, arrependimento, comprometimento, fortalecimento, restauração e adoração no meio do povo de Deus. Tudo isso resulta no fato de que é pelo ensino da Palavra que podemos entender que a alegria do Senhor é a nossa força (Neemias 8:10).

Que tal fazer Bacharel em Teologia sem mensalidades? Clique aqui! Pergunta Estudo Bíblico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar