O Que Significa “Entrega o Teu Caminho ao Senhor”?

“Entrega o teu caminho ao Senhor” significa transferir todas as suas preocupações para Deus. Esse é o conselho dado pelo salmista ao conectar a confiança no Senhor com a certeza da providência divina. Por isso ele diz: “Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nele, e ele o fará” (Salmo 37:5).

Sem dúvida a declaração “entrega o teu caminho ao Senhor” é uma das mais conhecidas da Bíblia. Mas apesar de ela poder ser aplicada de uma forma muito abrangente, essa declaração também precisa ser considerada à luz de seu contexto.

Essa declaração foi feita pelo salmista Davi num salmo onde ele reflete acerca da diferença que há entre o justo e o ímpio. Ele admite que de fato muitas vezes, aos olhos humanos, os ímpios parecem usufruir de uma prosperidade inabalável. Mas ele adverte que os justos não devem ficar inquietos por causa disso, pois a felicidade do ímpio é passageira.

O justo, por sua vez, possui um conforto que o ímpio não pode compreender. O justo pode descansar no Senhor. Enquanto o ímpio tenta agir por sua própria força, o justo é encorajado a entregar o seu caminho ao Senhor e confiar n’Ele, pois Ele o fará. Leia também um estudo bíblico sobre o Salmo 37.

Entrega o teu caminho ao Senhor

É muito interessante a forma como que a declaração “entrega o teu caminho ao Senhor” é construída. A palavra “entrega” traduz no original um verbo empregado pelo salmista que literalmente significa “rolar”, no sentido de se ver livre de um peso. Então isso significa que a palavra “entrega” aqui, basicamente quer dizer “deixe seu fardo”.

Em outras palavras, o salmista incentiva o crente a deixar o seu fardo sobre o Senhor. A ordem “entrega o teu caminho ao Senhor” inclui todas as nossas atividades e negócios. Isto está totalmente de acordo com o ensino geral das Escrituras. O apóstolo Pedro escreve que devemos lançar sobre Deus toda a nossa ansiedade, porque Ele tem cuidado de nós (1 Pedro 5:7).

Além disso, é claro que esse princípio nos traz à memória as conhecidas palavras do nosso Senhor Jesus Cristo. Ele diz: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei” (Mateus 11:28).

Mas essa verdade bíblica também merece uma atenção especial. W. W. Wiersbe diz que Deus não carrega os nossos fardos para que nos tornemos irresponsáveis, mas para que possamos lhe servir melhor. Não devemos permitir jamais que a ausência de preocupação porventura venha nos tornar descuidados.

Confia nele

A declaração “entrega o teu caminho ao Senhor” é seguida pela expressão “confia nele”. Isso nos ensina que devemos ter em Deus o nosso guia. M. Henry dá um conselho prático sobre isso dizendo que pelas orações devemos derramar a nossa situação e todas as nossas preocupações diante do Senhor e confiar nele. Devemos sempre estar completamente satisfeitos de que tudo o que Deus faz é bom.

Por isso devemos lançar para longe de nós toda nossa inquietude. Devemos confiar que Deus está no controle de todas as coisas. Ele é quem governa a história, sua providência alcança cada molécula desse universo e Ele sabe encaminhar todas as coisas de acordo com conselho de sua perfeita e sábia vontade.

Receber Estudos da Bíblia

Ele o fará

Após dizer “entrega o teu caminho ao Senhor e confia nele”, o salmista Davi afirma que Deus agirá. A atuação da providência divina é uma realidade inviolável; é uma certeza insuperável; é um fato irrevogável. Quer a prosperidade quer a adversidade, nada está além das mãos de Deus e a parte de sua santa vontade.

Quando achamos ser capazes de tomar sobre nós o governo de nossas próprias vidas, só nos resta uma profunda decepção. João Calvino diz que o único antídoto contra esse comportamento fracassado consiste em fixarmos nossos olhos na providência divina e extrairmos dela consolação em todas as nossas angústias.

Por isso a declaração “entrega o teu caminho ao Senhor, confia nele, e ele o fará” é um conselho indispensável. Esse conselho tem implicações presentes, aqui e agora, mas também aponta para uma maravilhosa realidade futura construída sob a base da justificação provida por Deus. Por isso o salmista completa: “Ele fará sobressair a tua justiça como a luz, e o teu juízo como o sol do meio-dia” (Salmo 37:6). Entenda também o que significa o versículo Deleita-te no Senhor, e Ele concederá os desejos do teu coração“.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close