Esdras e Neemias Trabalharam Juntos?

Esdras e Neemias trabalharam juntos pelo menos durante algum tempo em Jerusalém no período pós-exílio. Ambos, Esdras e Neemias, trabalharam arduamente pela revitalização de Jerusalém, principalmente através de reformas religiosas que procuravam conduzir o remanescente de Judá no caminho da obediência à Palavra de Deus.

Tanto Esdras como Neemias foram pessoas que nasceram longe de Judá. Na verdade, o Reino de Judá caiu quando, entre 605 e 586 a.C., o rei Nabucodonosor liderou campanhas militares que acabaram destruindo Jerusalém e deportando parte importante de sua população. Nesse tempo Esdras e Neemias ainda não eram nascidos.

Mais tarde, o Império Babilônico também acabou sendo conquistado pela ofensiva medo-persa liderada pelo rei Ciro. Foi então durante o domínio persa que o tempo de cativeiro acabou conforme a determinação do Senhor, e o povo judeu foi liberado a voltar à cidade de Jerusalém para reconstruir o templo e, posteriormente, a própria cidade. Esdras e Neemias viveram exatamente nesse contexto histórico.

Os persas tinham uma política muito mais aberta a respeito dos exilados que os babilônios. Eles permitiam a revitalização dos centros subjugados e até o retorno dos exilados para sua terra natal. Os judeus foram beneficiados por essa política liberal, mas claro, tudo isso ocorreu de acordo com a vontade do Senhor. Foi o Senhor quem escolheu o rei Ciro para exercer o governo naquele tempo e agir como seu servo na libertação do seu povo.

Além disso, tudo o que aconteceu em favor de Judá se deu porque o Senhor moveu o coração de governantes como Ciro e Artaxerxes. Durante o reinado de Ciro um primeiro grupo de exilados retornou a Jerusalém em cerca de 539 a.C. Era nesse grupo que estava Zorobabel, o líder da reconstrução do templo em Jerusalém. Já Esdras e Neemias aparecem envolvidos no retorno posterior de outros grupos de exilados.

A cronologia do período pós-exílio nem sempre é fácil de entender. Por isso muitos intérpretes consideram que há pontos discutíveis na ordem de certos acontecimentos. Mas o que de fato se sabe é que a Bíblia registra a oração de Daniel em prol da libertação do povo judeu do cativeiro em 539 a.C. Então entre 539 e 538 a.C. o primeiro grupo de exilados subiu da Babilônia para Judá (Esdras 1-6).

Esdras e Neemias foram a Jerusalém

Já no reinado de Artaxerxes I, rei da Pérsia, Esdras liderou um segundo grupo menor de exilados que partiu para Jerusalém (Esdras 7). Isso aconteceu no sétimo ano do rei Artaxerxes, que provavelmente foi o ano de 458 a.C. A ida de Esdras a Jerusalém tinha o propósito de ensinar a Lei de Deus ao povo e corrigir os desvios dentro da comunidade.

Alguns anos depois Neemias foi quem apareceu na narrativa bíblica. Neemias era o copeiro do rei persa em Susã. O texto bíblico informa que Neemias soube da situação desoladora de Jerusalém no vigésimo ano de Artaxerxes, isto é, no final de 446 a.C., entre os meses de novembro e dezembro. Então cerca de quatro meses depois, em 445 a.C., Neemias conseguiu a autorização para subir a Jerusalém para liderar a reconstrução dos muros da cidade que estavam destruídos.

Receber Estudos da Bíblia

Quando Esdras e Neemias trabalharam juntos?

Mais recentemente alguns intérpretes começaram a propor que Neemias foi a Jerusalém antes de Esdras. Eles baseiam essa sugestão em alguns pontos. Primeiro, eles acham estranho o fato de Neemias ter encontrado tantos problemas em Jerusalém se Esdras estivesse lá. Segundo, eles argumentam que Esdras faz referência a um muro que só foi construído com Neemias (Esdras 9:9). Terceiro, eles sugerem que o rei Artaxerxes do tempo de Esdras na verdade era Artaxerxes II em vez do Artaxerxes I do tempo de Neemias.

Mas nenhuma dessas sugestões é realmente sólida e irrefutável. Provavelmente a ida de Esdras a Jerusalém foi temporária. Então quando Neemias chegou na cidade, ele encontrou um ambiente decadente que se iniciou depois de Esdras ter saído de Jerusalém e voltado a Pérsia.

A referência ao muro em Esdras não era o muro reconstruído por Neemias, mas era uma ilustração da proteção de Deus sob o remanescente que regressou a Jerusalém. Por último, não há qualquer evidência de que o Artaxerxes citado por Esdras não seja o Artaxerxes I.

Então todas as evidências favorecem a ideia de que Esdras passou um tempo em Jerusalém antes de Neemias, e depois mais tarde voltou novamente, dessa vez encontrando o próprio Neemias e atuando ao seu lado (Neemias 8).

Juntos, Esdras e Neemias trabalharam pela reconstrução da comunidade em Jerusalém sob a renovação da aliança, ensinando ao povo a Lei de Deus e chamando os judeus a reconhecer e a confessar os seus pecados. Nesse mesmo período Deus também levantou o profeta Malaquias para denunciar o erro e conclamar o arrependimento no meio do povo.

Que tal fazer Bacharel em Teologia sem mensalidades? Clique aqui! Pergunta Estudo Bíblico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar