O Que Significa “Filho do Homem”? Jesus é o Filho do Homem?

Filho do Homem é o título mais utilizado por Jesus para se referir a si próprio no Novo Testamento. Essa expressão aparece pela primeira vez nos Evangelhos em Mateus 8:20, e depois é repetida em diversas outras passagens.

Mas para entendermos por que Jesus é chamado de Filho do Homem, precismos conhecer o significado e a aplicação desse título desde o Antigo Testamento. Ao se autodesignar como o Filho do Homem, Jesus estava apontando para o cumprimento das Escrituras.

O significado da expressão “Filho do Homem” na Bíblia

A expressão “Filho do Homem” aparece desde o Antigo Testamento, e seu significado correto dependerá do contexto em que ela é aplicada. No Salmo 8:4, por exemplo, essa expressão significa simplesmente “homem”, e serve para apontar a debilidade e a dependência humana diante de Deus.

É exatamente nesse sentido que o profeta Ezequiel frequentemente é referido como sendo o “filho do homem” (Ezequiel 2:1-8; 3:1-25). Com base nesse uso do termo, algumas pessoas sugerem que a expressão “Filho do Homem”, quando aplicada a Jesus, simplesmente enfatizava que Ele era humano.

No entanto, essa interpretação não está correta. Existe um significado muito mais profundo quando Jesus é denominado como sendo o “Filho do Homem”. Para entendermos seu verdadeiro significado, precisamos recorrer ao livro de Daniel. É nesse livro que encontramos a explicação acerca da origem e do significado do título Filho do Homem aplicado a Jesus.

No capítulo 7 de seu livro, o profeta Daniel fala sobre suas visões à noite. Ele escreve que viu, vindo com as nuvens do céu, “um como o Filho do Homem, e dirigiu-se ao Ancião de dias, e o fizeram chegar até ele” (Daniel 7:13).

Em Mateus 26:64, o próprio Jesus declara algo maravilhoso. Ele diz: “Eu, porém, lhes digo, que desde agora verão o Filho do Homem sentado à mão direita do Poderoso, e vindo com as nuvens do céu”. A semelhança entre ambos os textos é inegável, e, obviamente, a expressão é utilizada para se referir a mesma pessoa.

O profeta Daniel ainda continua dizendo que foi dado ao Filho do Homem “domínio, e glória, e o reino; para que os povos, nações e homens de todas as línguas o servissem. Seu domínio é eterno, e não passará, e o seu reino jamais será destruído” (Daniel 7:14).

Só há Um que pode se enquadrar em tal descrição: Jesus Cristo, o Filho do Homem. Quando Estêvão estava sendo martirizado, ele entendeu perfeitamente o significado desse título, e prontamente declarou: “Eis que vejo os céus abertos; e o Filho do Homem, que está em pé à mão direita de Deus” (Atos 7:56).

Receber Estudos da Bíblia

Mas por que Jesus é chamado de “o Filho do Homem”?

É verdade que a expressão “Filho do Homem” aparece mais de 80 vezes no Novo Testamento. Assim, o significado específico que cada uma dessas tantas ocorrências expressa, bem como a finalidade pretendida por Jesus ao usá-las, deve ser analisado caso a caso.

Todavia, em todas essas ocorrências existe um significado principal que geralmente se refere à humilhação de Jesus e/ou à sua exaltação. Ao apontar para o sentido de humilhação, Jesus é o Filho do Homem que não tinha morada permanente na terra, que muito sofreu, que foi traído, preso, morto e sepultado (cf. Mateus 8:20; 12:40; 17:12; 26:24).

Por outro lado, ao apontar para o sentido de exaltação, Jesus é o Filho do Homem que ressuscitou, que voltará em grande glória junto de seus anjos, e se assentará no trono para julgar (cf. Mateus 16:27; 17:9; 24:27-44; 25:31; 26:64).

É possível notar que o título “Filho do Homem” servia para revelar o próprio Cristo de forma gradual. Muito provavelmente nas primeiras vezes em que Jesus utilizou essa autodesignação, as pessoas entenderam que a expressão “Filho do Homem” significava, simplesmente, “um humano”. Mas conforme Jesus se revelava em seu ministério terreno, um significado mais profundo começava a despontar. Isto fazia com que as pessoas inevitavelmente perguntassem: “Quem é esse Filho do Homem?” (João 12:34).

Essa pergunta é respondida de forma muito clara na passagem já mencionada de Mateus 26:62-64. Nesse texto Jesus se mostrou como sendo aquele de quem Daniel testificou, o qual é glorificado na presença do Ancião de dias.

Para concluir, podemos dizer que o título “Filho do Homem” se refere ao sofrimento de Cristo; também ao seu ministério terreno, no sentido de ser uma afirmação de sua autoridade divina por meio das obras que Ele realizava; e ainda aponta de forma extraordinária para a consumação escatológica, onde o Cristo glorificado cumpre a profecia de Daniel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close