Estudo Bíblico de Gênesis 10

Gênesis 10 registra a descendência dos filhos de Noé. Um estudo bíblico de Gênesis 10 revela como os a genealogia de Noé se espalhou na terra após o dilúvio. Nesse capítulo o autor de Gênesis fornece uma lista das nações que tiveram origem através da linhagem de Noé.

Nem todos sabem que Gênesis 10 é um registro anacrônico em relação a Gênesis 11. Isso significa que cronologicamente os eventos registrados no capítulo 11 de Gênesis precedem a lista das nações de Gênesis 10.

Isso fica claro na medida em que lemos o texto bíblico. Gênesis 11 ainda mostra a humanidade concentrada numa única região, enquanto Gênesis 10 mostra a humanidade espalhada pela terra após a confusão das línguas na Torre de Babel.

O autor de Gênesis organizou sua narrativa dessa forma provavelmente com o objetivo de apresentar seu conteúdo de uma forma mais lógica. Ele termina Gênesis 9 mostrando Noé pronunciando bênção e maldição sobre seus filhos antes de morrer. Então naturalmente ele interrompe a sequência cronológica para observar o resultado da disseminação dos descendentes de Noé sobre a terra a partir de seus filhos.

Além disso, os estudiosos indicam que entre os capítulos 10 e 11 de Gênesis, o autor bíblico trabalha duas perspectivas diferentes que se complementam. Em Gênesis 10 ele mostra as nações como sendo resultado de uma única linhagem central que se multiplicou debaixo da bênção de Deus (cf. Gênesis 9:1). Já em Gênesis 11 ele apresenta as nações confundidas e espalhadas por causa do castigo divino pela desobediência (cf. Gênesis 11:1-9).

A lista das nações em Gênesis 10

A lista das nações em Gênesis 10 é organizada em três pilares que refletem a tríplice divisão da humanidade, isto é, os descendentes de Jafé, Cam e Sem. Significativamente setenta nações são listadas em Gênesis 10. Isso implica na ideia de um número grande e completo.

As setenta nações são distribuídas da seguinte forma: quatorze nações são descendentes de Jafé (Gênesis 10:2-5); trinta nações são descendentes de Cam (Gênesis 10:6-20); e seis nações são descendentes de Sem (Gênesis 10:21-31).

Gênesis 10 apresenta alguns desafios quanto a sua interpretação. Nem sempre quando o autor usa as expressões “filhos de” ou “gerou” ele tem em mente relações pessoais.

Às vezes ele pode se referir a relações sociais, geográficas, políticas e até linguísticas no desenvolvimento dessa lista. Isso fica claro no decorrer do texto. Por exemplo: no versículo 31 de Gênesis 10 o escritor bíblico diz: “São estes os filhos de Sem, segundo as duas famílias, segundo as suas línguas, em suas terras, sem suas nações”.

Também é importante saber que alguns nomes citados na lista das nações de Gênesis 10 de fato são pessoais, ou seja, referem-se a personagens históricos. Por exemplo: os nomes dos três filhos de Noé (Sem, Cam e Jafé), Ninrode etc. Outros nomes, porém, são nomes de lugares ou povos. Por exemplo: Sidom, Sabá, Ludim, Caftorim etc.

Os descendentes de Jafé (Gênesis 10:2-5)

Os descentes de Jafé migraram para o oeste. Talvez o nome que mais desperta curiosidade na linhagem de Jafé é Magogue, por causa de outras citações bíblicas desse nome (cf. Ezequiel 38:2; 39:6). Saiba mais sobre Gogue e Magogue na Bíblia.

Mas de forma geral a lista cita povos que deram origem a nações que ocuparam a Europa e a região da Ásia menor. Nessa lista estão incluídos os medos, os gregos, alguns povos que se estabeleceram na região da Itália, outros que ocuparam o sul da Espanha etc.

Os descendentes de Cam (Gênesis 10:6-20)

Os descendentes de Cam se espalharam pelo sul e o sudoeste. Entre as nações que tiveram origem na linhagem de Cam destacam-se os egípcios, os babilônios e os cananeus. É importante notar que entre os descendentes de Cam estavam os povos que se revelaram os inimigos mais cruéis dos israelitas.

Na porção dos descentes de Cam o autor bíblico também interrompe a genealogia para fazer uma observação sobre um nome em particular: Ninrode. Ele destaca a história de Ninrode para explicar a origem da Assíria e da Babilônia, os dois povos que conquistaram Israel de forma dramática. Primeiro o Reino de Norte foi submetido ao cativeiro assírio. Depois o Reino do Sul foi submetido ao cativeiro babilônico sob a liderança de Nabucodonosor.

Receber Estudos da Bíblia

Os descendentes de Sem (Gênesis 10:21-31)

Os descendentes de Sem migraram para o sul e sudeste. Aqui vale lembrar que a linhagem de Sem foi a linhagem eleita por Deus. O autor bíblico apresenta Sem como sendo o ancestral de Héber.

Muitos estudiosos consideram que a palavra “hebreu” tenha origem no nome de Héber. Seja como for, em Gênesis 10 Héber é apresentado como herdeiro da bênção de Deus sobre Sem. O autor de Gênesis retoma a linhagem de Sem sob a descendência de Héber na segunda parte de Gênesis 11. Seu objetivo é fazer a apresentação da história Abraão, que era descendente de Héber.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close