Estudo Bíblico de Gênesis 48

Gênesis 48 é o capítulo da Bíblia registra a bênção de Jacó a José e seus filhos. O estudo bíblico de Gênesis 48 ainda revela como mais uma vez na família da aliança o filho mais novo recebeu a maior bênção em lugar do filho mais velho.

Em Gênesis 48 o patriarca Jacó já aparece como um homem idoso e de saúde debilitada. Ele estava vivendo os últimos momentos de sua vida. O esboço de Gênesis 48 pode ser organizado da seguinte forma:

  • A enfermidade de Jacó (Gênesis 48:1-10).
  • A bênção de Jacó sobre José e seus dois filhos (Gênesis 48:11-22).

A enfermidade de Jacó (Gênesis 48:1-10)

Gênesis 48 começa mostrando como José do Egito recebeu a notícia de que seu pai, Jacó, estava enfermo (Gênesis 48:1). Então o texto bíblico diz que ele tomou os seus dois filhos, Manassés e Efraim, e foi ao encontro de Jacó.

O escritor bíblico do livro de Gênesis teve o cuidado de relatar que a saúde de Jacó estava tão debilitada que ele precisou se esforçar para se assentar em seu leito (Gênesis 48:2). A Bíblia não revela qual foi a enfermidade que acometeu a Jacó, mas diz que naquela ocasião ele era um homem muito idoso, com aproximadamente 147 anos.

Quando José chegou até Jacó, o velho patriarca o recebeu e lhe apresentou um resumo da aliança do Senhor com ele. Jacó explicou a José que Deus havia lhe aparecido na terra de Canaã e reafirmado a ele as promessas da aliança com Abraão; destacando a promessa de possessão da terra por parte de sua descendência (Gênesis 48:3,4).

Na sequência, Jacó adotou os dois filhos de José para que fossem contados entre seus filhos (Gênesis 48:5). Dessa forma, os filhos de José receberam o direito à herança conforme os irmãos de José; e com isso o próprio José acabou recebendo a porção dobrada da herança através de seus filhos. Isso resultou no fato de que as descendências dos dois filhos de Raquel, José e Benjamim, formaram três tribos em Israel e herdaram três territórios na Terra Prometida.

Quando os filhos de José se aproximaram de Jacó, o velho patriarca perguntou a José quem eles eram. Isso aconteceu porque Jacó estava cego naquela ocasião, e ele desejava identificar seus dois netos que receberiam sua bênção (Gênesis 48:8-10). Nesse ponto é impossível não se lembrar da ocasião em que Jacó se aproveitou da visão fraca de Isaque para enganá-lo e ser abençoado no lugar de Esaú (Gênesis 27).

Receber Estudos da Bíblia

A bênção de Jacó sobre José e seus dois filhos (Gênesis 48:11-22)

A sequência de Gênesis 48 se concentra em mostrar detalhes da cerimônia em que Jacó oficializou sua bênção aos filhos de José. O texto diz que José tomou Efraim, seu filho caçula, e colocou à esquerda de Jacó; bem como tomou seu filho mais velho, Manassés, e colocou à direita de Jacó (Gênesis 48:11-13). Na bênção tradicional, o filho mais velho era abençoado com a mão direita, enquanto que o filho mais novo, com a esquerda.

Mas o texto bíblico diz que Jacó cruzou as mãos, invertendo assim a ordem natural e surpreendendo a José. Portanto, Jacó deu a Efraim a bênção principal, mesmo Manassés sendo o primogênito (Gênesis 48:14). Com as mãos sobre Efraim e Manassés, Jacó abençoou a José, indicando que seus filhos ocupariam um lugar de destaque na família da aliança como líderes tribais (Gênesis 48:15).

A Bíblia também diz que quando José viu que seu pai havia colocado sua mão direita sobre Efraim que não era o primogênito, ele não se sentiu bem com aquilo, e tentou fazer com que seu pai trocasse a ordem das mãos dando a bênção principal ao primogênito. Mas Jacó disse a José que a troca havia sido intencional, e que embora a descendência de Manassés houvesse de ser grande, a descendência de Efraim seria maior e mais importante (Gênesis 48:19).

A sequência da história do povo de Israel mostra as implicações dessa bênção de Jacó. A tribo de Efraim se tornou a tribo dominante entre as tribos do norte. Inclusive, no tempo dos profetas a tribo de Efraim passou a ser usada para designar todo o Reino do Norte.

Depois de abençoar os filhos de José, Jacó admitiu que estava morrendo, mas que não havia abandonado a confiança em Deus. Ele tinha a certeza de que o Senhor faria sua descendência voltar a Canaã para herdar à terra de seus pais (Gênesis 48:21). Por fim, Gênesis 48 termina informando que Jacó deu a José um território que ele havia conquistado na terra dos amorreus.

Que tal fazer Bacharel em Teologia sem mensalidades? Clique aqui! Pergunta Estudo Bíblico
Botão Voltar ao topo
Fechar