Estudo Sobre os Homens e Mulheres de Oração na Bíblia

A Bíblia registra as histórias de muitos homens e mulheres de oração. O estudo bíblico revela que essas pessoas viveram em momentos distintos da história da redenção. Isso significa que foram pessoas que viveram em épocas, lugares e contextos históricos completamente diferentes umas das outras. Mas todas elas tinham em comum o fato de cultivarem uma vida de oração.

São realmente muitos os exemplos de homens e mulheres de oração na Bíblia; tanto que é impossível citar todas essas pessoas num único texto. É verdade que não há um texto bíblico que registre especificamente um momento de oração para cada um dos homens de Deus na Bíblia, mas seus testemunhos apontam de forma geral para uma vida de oração. Vejamos a seguir apenas alguns nomes de uma extensa lista.

Mulheres de oração na Bíblia

Seria impossível citar num único texto todas as mulheres notáveis da Bíblia e que certamente praticavam o exercício da oração. Poríamos falar de Sara, Rebeca, Raabe, Noemi, Rute, Abigail e tantas outras. Mas aqui citaremos cinco exemplos de mulheres de oração:

1. Raquel

Raquel foi a segunda esposa de Jacó sofreu durante muito tempo com a esterilidade. Ela chegou a dizer a seu marido que se não tivesse filhos, iria morrer (Gênesis 30:1). Nesse tempo o texto bíblico de Gênesis 30 indica que Raquel orou muito ao Senhor. Quando ela finalmente concebeu, o escritor de Gênesis registra esse evento dizendo: “E lembrou-se Deus de Raquel; e Deus a ouviu, e abriu a sua madre” (Gênesis 30:22). Raquel foi a mãe biológica de dois filhos com Jacó: José, que se tornou governador do Egito, e Benjamim.

2. Débora

Débora é chamada na Bíblia de “profetisa” (Juízes 4-5). Obviamente esse termo implica na ideia de que Débora era uma mulher de oração. A primeira vez que a palavra hebraica para “profeta” aparece na Bíblia ocorre num contexto que não apenas enfatiza a condição de alguém que recebe revelações da parte de Deus, mas que também intercede por outras pessoas (cf. Gênesis 20:7). Aplicando esse conceito a Débora, entendemos Deus falava com ela, mas ela também falava com Deus através da oração.

3. Ana

Falar de mulheres de oração na Bíblia é falar de Ana. Ana foi a mãe de Samuel, mas durante muito tempo ela sofreu com a esterilidade. Porém, em perseverante oração ela buscou um milagre da parte do Senhor. Quando o profeta Samuel nasceu, Ana declarou: “Por este menino orava eu; e o Senhor me concedeu a petição que eu lhe fizera” (1 Samuel 1:27).

4. Ester

Ester foi a jovem judia que se tornou rainha da Pérsia. Num contexto de perseguição contra o povo judeu, Ester orou e jejuou ao Senhor pelo livramento de seu povo (cf. Ester 4:16).

5. Maria

Não há dúvida de que Maria, mãe de Jesus, era uma mulher de oração. Não poderíamos pensar diferente da mulher que foi escolhida por Deus para dar à luz ao Messias através da obra e graça do Espírito Santo. No livro de Atos Maria é citada como uma das mulheres que se reuniam em oração com os apóstolos e os demais crentes de Jerusalém (Atos 1:14).

Receber Estudos da Bíblia

Homens de oração na Bíblia

A lista de homens de oração na Bíblia com certeza também é muito extensa. Poríamos falar de todos os profetas de Deus, tanto os escritores quanto os não-escritores. Também poderíamos falar dos apóstolos de Cristo no Novo Testamento. Sem dúvida Pedro, Tiago, João e os outros apóstolos, eram homens de oração (cf. Atos 3:1). Mas neste estudo escolhemos alguns homens que fizeram algumas das orações mais notáveis registradas na Bíblia.

1. Abraão

O grande patriarca do povo de Israel era um homem de oração. Sua comunhão com o Senhor era tão intensa que ele é chamado de “amigo de Deus” (Tiago 2:23). Inclusive, o próprio Deus fala de Abraão como uma pessoa que intercedia pelos outros (Gênesis 20:7).

2. Isaque

O filho de Abraão também era um homem de oração. A Bíblia diz que Isaque orou ao Senhor por sua mulher que era estéril, e o Senhor lhe ouviu as orações (Gênesis 25:21).

3. Moisés

Moisés foi o homem escolhido por Deus para conduzir o povo de Israel para fora do Egito. Obviamente ele era uma pessoa de oração. O Salmo 90, por exemplo, é uma oração de Moisés.

4. Josué

O sucessor de Moisés também era um homem de oração. Josué foi o líder dos israelitas na conquista da terra Prometida. Certa vez Josué orou ao Senhor na presença de todo Israel, e sob a perspectiva do observador, o sol parou e a lua se deteve (Josué 10:12,13).

5. Davi

Davi foi o maior rei de Israel. Ele é conhecido como o homem segundo o coração de Deus. Sua vida foi marcada pela prática da oração. O livro de Salmos registra muitas orações de Davi (cf. Salmos 17; 86; etc.).

6. Elias

O profeta Elias foi um homem muito usado por Deus. Ele era um homem de oração que viveu num tempo em que Israel experimentava um profundo declínio espiritual. Numa das passagens bíblicas mais conhecidas, Deus respondeu a oração de Elias com fogo sob o holocausto no Monte Carmelo (1 Reis 18:36,37). Através da história de Elias aprendemos que devemos manter uma vida de oração mesmo quando os caminhos do Senhor estão sendo rejeitados pelas pessoas que nos cercam. Até no Novo Testamento ele é citado como um exemplo de homem de oração (Tiago 5:17).

7. Habacuque

O livro do profeta Habacuque consiste basicamente num registro de suas orações a Deus (Habacuque 2:1,2; 3:2,16). O profeta Habacuque era um homem que tinha um zelo fervoroso pela honra de Deus.

8. Jeremias

O profeta Jeremias é sempre lembrado como um dos personagens bíblicos mais dedicados à oração. A maior parte de sua vida ele esteve comprometido em interceder por seu povo (cf. Jeremias 10:23-25).

9. Daniel

O profeta Daniel foi um homem de oração mesmo distante de sua terra natal. Apesar de estar morando na Babilônia, Daniel não deixou de lado seu compromisso de falar com Deus através da oração (Daniel 6:10). A vida de Daniel como um homem de oração nos ensina que podemos e devemos orar a Deus mesmo em terra estranha, num ambiente hostil.

10. Paulo

Paulo de Tarso foi o maior missionário da história da Igreja. O apóstolo dos gentios teve uma vida dedicada à oração após a sua conversão. Inclusive, por várias vezes ele exorta os crentes acerca da importância da oração na vida cristã (Efésios 6:18; 1 Tessalonicenses 5:17; etc.).

O maior exemplo de uma vida de oração

Sem dúvida nós devemos aprender com todas essas pessoas citadas na Bíblia que tiveram um compromisso com Deus. Inclusive, o testemunho desses homens e mulheres de oração não apenas foram preservados nas Escrituras, como também são lembrados pelas antigas tradições cristãs. De Tiago, por exemplo, a tradição cristã diz que ele orava tanto ao Senhor que seus joelhos tinham a textura dos joelhos de um camelo.

Contudo, em Jesus encontramos o nosso maior exemplo de uma vida de oração. Mesmo sendo o Filho de Deus, nosso Senhor não dispensava a prática da oração. A Carta aos Hebreus destaca o fervor com que Jesus orava ao Pai (Hebreus 5:7).

Portanto, o ministério terreno de Cristo foi um ministério de oração; sua vida terrena foi uma vida de oração, e ainda hoje, exaltado à destra do Pai, Ele é o Sumo Sacerdote que intercede em favor de suas ovelhas (cf. Lucas 3:21; 6:12-16; João 11:41; 17; Hebreus 7:25; etc.).

Então que possamos aprender com todas essas pessoas usadas por Deus ao longo da História e, principalmente, com nosso Senhor Jesus Cristo, e que sejamos homens e mulheres de oração comprometidos com a obra de Deus. Leia também sobre como foi a oração de Jesus no Getsêmani.

Que tal fazer Bacharel em Teologia sem mensalidades? Clique aqui! Pergunta Estudo Bíblico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar