O Que Significa Ímpio na Bíblia?

Ímpio significa tudo aquilo que é contrário a Deus e sua Lei. As palavras “ímpio”, “impiedade” e “impiamente” são aplicadas muitas vezes na Bíblia para traduzir termos originais hebraicos e gregos, no Antigo e no Novo Testamento.

Frequentemente outras palavras, cujo significado é muito próximo de “ímpio”, são aplicadas de forma intercambiável ou sinônima. Por isso o ímpio também é chamado na Bíblia de “pecador”, “maligno” e “iníquo”.

O ímpio e o justo

O ímpio é exatamente o oposto do justo. O ímpio está envolvido ativamente com o mal. Ele age de forma perversa, maligna e falsa diante de Deus (cf. Gênesis 38:7; Isaías 5:20; Amós 5:14,15).

Frequentemente o ímpio e o justo são contrastados nas Escrituras. Muitos dos salmos, por exemplo, trazem uma reflexão que contrapõe o justo e o ímpio. Um dos mais lembrados nesse sentido é o Salmo 1. Nele o salmista diz que o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios é um bem-aventurado. O mesmo salmo diz que o ímpio é como a moinha que o vento espalha, mas o justo que tem prazer na Lei de Deus é como a árvore frutífera plantada junto a ribeiros de águas.

Jesus Cristo durante seu ministério alertou que os corações dos fariseus eram ímpios (Mateus 12:34,35; 22:18). O apóstolo Paulo escreve dizendo que os apóstatas e os falsos mestres são ímpios (2 Timóteo 3:13; 2 Tessalonicenses 3:2).

Após a Queda do Homem, todos se tornaram ímpios diante de Deus. Por causa do pecado, o homem caiu num estado de completa depravação. Por sua própria natureza o pecador rejeita o bem de Deus e sente prazer na impiedade (Romanos 1). Somente através da obra redentora de Cristo, aplicada eficazmente pelo Espírito Santo em sua vida, é que o pecador é novamente reconciliado com Deus.

Receber Estudos da Bíblia

O terrível fim dos ímpios

Por vezes alguns escritores bíblicos tiveram dificuldade em entender a prosperidade e o sucesso dos ímpios nesta vida. Inclusive, muito dessa prosperidade é obtida através da opressão ao justo. O Salmo 37 diz que “o ímpio maquina contra o justo, e contra ele range os dentes” (Salmo 37:12).

Mas a Bíblia não deixa qualquer dúvida quanto ao terrível destino dos ímpios. O próprio Salmo 37 diz que os ímpios perecerão. O Senhor é quem livra os justos das mãos dos ímpios e derrama sobre os ímpios o seu juízo. Apesar de terem sucesso nesta vida, a felicidade dos ímpios é passageira.

Asafe escreve que conseguiu compreender o destino dos ímpios quando entrou no santuário de Deus. Ele entendeu que Deus coloca os ímpios em lugares escorregadios, e os lança em destruição. Os ímpios, por mais que pareçam fortes e prósperos, são simplesmente como um sonho que termina quando se acorda (Salmo 73:17-20).

Muitas das parábolas de Jesus revelam a certeza da punição dos ímpios. Na parábola da rede, por exemplo, Jesus diz que na consumação dos séculos os ímpios serão definitivamente separados dos justos (Mateus 13:49). Ainda que o ímpio não receba o pagamento de sua impiedade nesta vida terrena, chegará o dia em que ele não será capaz de se esconder das mãos do Deus irado (cf. Apocalipse 6:16).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close