Lição 13: A Fidelidade de Deus

A Fidelidade de Deus é o tema da lição 13 das Lições Bíblicas CPAD do 4º trimestre de 2016 para a Escola Bíblica Dominical. Neste estudo bíblico meditaremos sobre as dificuldades enfrentadas pelo apóstolo Paulo.

Texto Áureo: Filipenses 4:12

Leitura Bíblica em Classe: Filipenses 4:10-20

Introdução – Lição 13: A Fidelidade de Deus

Lições Bíblicas 4º Trimestre de 2016Escola Bíblica Dominical

Entre as pessoas que mais sofreram provações e dificuldades em toda a Bíblia, certamente está o apóstolo Paulo. O apóstolo de fato foi um exemplo de integridade e fidelidade a Deus em meio às adversidades. Por diversas vezes ele arriscou a própria vida pela causa do Evangelho, foi um grande missionário, plantador de Igrejas e o autor que mais escreveu no Novo Testamento.

A Fidelidade de Paulo em Meio às Crises – Lição 13: A Fidelidade de Deus

Escrevendo aos irmãos de Filipos, Paulo fez uma de suas declarações mais conhecidas entre os cristãos: “Tudo posso naquele que me fortalece” (Fp 4:13). Apesar de este versículo ser muitas vezes utilizado de maneira completamente equivocada e fora de seu contexto, essa afirmação do apóstolo foi na verdade uma demonstração da fidelidade de Deus para com a sua vida, não em lhe conceder todos os seus desejos, mas em lhe capacitar para enfrentar todas as circunstâncias com alegria e disposição.

Entre os versículos 10 e 20 do capítulo 4 da Epístola aos Filipenses, Paulo falou de sua gratidão e fez um agradecimento pelo companheirismo dos filipenses com ele no Evangelho. O apóstolo também falou sobre como Deus lhe havia capacitado para viver em pleno contentamento mesmo diante das circunstâncias mais adversas.

Nos versículos 11, 12 e 13 o apóstolo expressa a realidade de suas necessidades, porém ao invés de reclamar, ele abertamente afirma ter aprendido a viver tanto na fartura quanto na fome, na abundância e na escassez, na humilhação e na honra. É neste contexto que ele declara que a fidelidade de Deus em lhe fortalecer fazia com que ele pudesse suportar todas as coisas.

Abnegação Ante o Sofrimento – Lição 13: A Fidelidade de Deus

Quando Paulo escreveu sua Epístola aos Filipenses ele estava preso (cap. 1:12-30) embora não se saiba exatamente o local de sua prisão. Alguns estudiosos sugerem Éfeso, outros Cesaréia e, outros, Roma.

Sobre Éfeso, Atos dos Apóstolos capítulo 19 não faz nenhuma referência a uma prisão do apóstolo nessa cidade. Caso tenha sido em Cesaréia, então essa epístola foi escrita durante o período narrado entre Atos 23:23 e 26:32. Caso tenha sido Roma, Paulo então escreveu aos filipenses de uma prisão domiciliar segundo a narrativa do capítulo 28 de Atos.

Na verdade a discussão sobre o número de prisões que o apóstolo foi submetido é bastante intensa e inconclusiva, pois é bem possível que os relatos do livro de Atos e de suas epístolas não tenham contemplado todos os seus sofrimentos. Isso parece claro diante de sua declaração na Segunda Epístola aos Coríntios (11:23), ao dizer que sofreu perigo de morte, foi açoitado e preso muitas vezes.

Em Filipenses 2:17, Paulo usou a figura dos sacrifícios no Antigo Testamento para expressar sua disposição em doar-se ao máximo para a causa do Evangelho. Ao dizer que poderia ser oferecido “por libação sobre o sacrifício“, Paulo não estava fazendo uma referência ao seu sofrimento atual, mas à possibilidade de seu martírio. Saiba mais sobre o que é oblação e libação.

Receber Estudos da Bíblia

Aprendendo a Vencer as Crises – Lição 13: A Fidelidade de Deus

Como um verdadeiro seguidor de Cristo, Paulo aprendeu a suportar as dificuldades e a vencer as crises que se apresentavam diante dele. Paulo enfrentou os desafios da enfermidade, das prisões, dos açoites, da infâmia, dos maus tratos e, por fim, da própria condenação à morte por amor ao Senhor.

Além de tudo isso, o apóstolo constantemente se via combatendo diversas crises doutrinárias que frequentemente se manifestavam nas comunidades cristãs da época. Na própria Epístola aos Filipenses podemos perceber sua oposição aos judaizantes que insistiam em impor costumes judaicos aos cristãos, negando o Evangelho pregado pelo apóstolo.

Também notamos sua exortação contra os libertinos, atacando o legalismo e o antinomianismo, a crença de que os cristãos não estão sujeitos à lei moral de Deus (Fp 3:17-4:2).

Conclusão – Lição 13: A Fidelidade de Deus

Em 2 Coríntios 12, o próprio Paulo fala de um de seus sofrimentos: um espinho na carne que lhe causava bastante incomodo. Ele não nos informou exatamente qual era esse espinho que o atormentava, a ponto dele pedir ao Senhor por três vezes que o livrasse daquele incomodo.

Todavia, se não sabemos qual era o espinho que lhe causava dor sabemos o que realmente importa: aquele sofrimento era uma providência de Deus para sua vida. Talvez esse seja o episódio que mais traduza as crises enfrentadas por Paulo e a perseverança demonstrada por ele.

O apóstolo entendia que até mesmo o sofrimento refletia a fidelidade de Deus para com sua vida, e que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus e são chamados segundo o seu propósito (Rm 8:28). Saiba mais sobre o espinho na carne de Paulo.

Escola Dominical – Lições Bíblicas 4º Trimestre 2016: O Deus de Toda Provisão – Esperança e Sabedoria Divina Para a Igreja em Meio às Crises EBD CPAD | Lição 13: A Fidelidade de Deus.

Que tal fazer Bacharel em Teologia sem mensalidades? Clique aqui! Pergunta Estudo Bíblico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar