Quem Foi a Mãe de Sara?

A Bíblia não diz nada sobre quem foi a mãe de Sara. Na verdade, no geral sabemos muito pouco sobre Sara, porque a narrativa bíblica enfoca sua vida a partir de uma idade já adulta. Inclusive, os relatos bíblicos mais detalhados sobre Sara, falam dela como uma mulher idosa e estéril que recebeu do Senhor a promessa de ser mãe em conexão com o chamado de seu marido.

Tudo o que sabemos então é que o seu nome original era Sarai, e depois ela passou a ser chamada Sara. Podemos até dizer que a mãe de Sara é citada de forma indireta num versículo em que Abraão afirma que Sara era filha de seu pai, Terá, mas não era filha de sua mãe (Gênesis 20:12).

Nós também não sabemos quem foi a mãe de Abraão. Mas essa declaração indica que Terá se relacionou e teve filhos com mais de uma mulher. Naquele tempo, era comum em várias culturas que os homens se casassem com mais de uma mulher, ou então que tivessem concubinas. Além disso, desses arranjos familiares completamente confusos surgiam muitos filhos bastardos.

No caso da mãe de Sara, não é possível saber se ela era uma segunda esposa de Terá, uma concubina, ou mesmo uma mulher aleatória com quem Terá teve apenas algum tipo de caso. Inclusive, sabemos que Abraão teve outros irmãos, Harã e Naor, mas também não sabemos com exatidão se esses irmãos eram filhos da mesma mãe. Não é impossível que um desses irmãos fosse filho de outra mulher, talvez da própria mãe de Sara.

Enfim, isso tudo é especulação. Mas o que podemos dizer é que nada no texto bíblico indica que Sara tenha sido uma filha a quem Terá não reconheceu. Definitivamente o texto não dá qualquer margem para supormos que Sara foi rejeitada por seu pai ou algo do tipo. Como foi dito, ela pode não ter sido uma filha bastarda, mas uma filha legitima de um segundo casamento oficial de Terá.

O fato de Sara não ser citada na genealogia de Terá, apenas está de acordo com as características da maioria das listas genealógicas de documentos antigos, que muitas vezes citavam somente os descendentes masculinos.

Receber Estudos da Bíblia

Os livros apócrifos e materiais extra bíblicos falam quem foi a mãe de Sara?

Os livros apócrifos e os materiais extra bíblicos também não explicam quem foi a mãe de Sara. Inclusive, vale lembrar que a enorme maioria desses materiais não conta com qualquer confiabilidade, não servindo nem mesmo como fonte histórica. Muitos desses escritos são falsos e produzidos por autores que viveram muito depois dos tempos bíblicos.

Um exemplo disso é o popular Livro de Jasar, que tenta se passar por um legitimo livro de mesmo nome que foi perdido ainda nos tempos bíblicos. Esse pseudo livro não menciona o nome da mãe de Sara; mas tenta afirmar que sua mãe não teve um relacionamento com o pai de Abrão, e, sim, com o irmão de Abraão, Harã.

O historiador judeu Flávio Josefo em sua obra Antiguidades Judaicas, reproduz uma informação semelhante, e igualmente não informa o nome da mãe de Sara. Mas embora a obra de Josefo certamente tenha o seu valor histórico, quando ela se choca com o relato bíblico o testemunho da Escritura deve prevalecer.

Existem também aqueles materiais apócrifos que até possuem alguma relevância do ponto de vista histórico; às vezes por serem realmente muito antigo ou por reproduzirem alguma tradição que de alguma forma chegou a ter algum reconhecimento dentro da cultura judaica.

Um desses livros é o conhecido Livro dos Jubileus, que teve uma cópia etíope bem preservada até os dias de hoje. Apesar de esse livro relatar alguns detalhes adicionais sobre a vida dos patriarcas de Israel, incluindo Abraão — embora esses detalhes não possam ser efetivamente comprovados —, o Livro dos Jubileus também não informa o nome da mãe de Sara. Portanto, o nome da mãe de Sara não foi registrado na Bíblia; e também não pode ser encontrado em nenhuma fonte extra bíblica relativamente segura.

Que tal fazer Bacharel em Teologia sem mensalidades? Clique aqui! Pergunta Estudo Bíblico
Fechar