Estudo Sobre o Ministério de Jesus

O ministério de Jesus Cristo na terra começou com sua encarnação. A Bíblia diz que por obra e graça do Espírito Santo, Jesus foi concebido de uma jovem virgem de Nazaré, chamada Maria (Mateus 1:18). Os estudiosos geralmente organizam o ministério de Jesus em duas grandes partes: sua humilhação e sua exaltação — essa última permanece até hoje e se estenderá por toda eternidade futura.

A ideia de entender o ministério de Jesus como sua humilhação, não está relacionada apenas à sua origem humilde na terra, mas ao que Ele precisou deixar para trás para poder assumir a forma de servo e ser achado verdadeiramente humano.

Aqui jamais podemos nos esquecer de que o ministério de Jesus não foi exatamente igual ao ministério dos profetas do Antigo Testamento, por exemplo. Isso porque embora Cristo tivesse sido feito plenamente homem, Ele também era plenamente Deus. Em outras palavras, durante seu ministério Jesus não deixou de ser Deus para ser homem; mas Ele assumiu a natureza humana abrindo mão, temporariamente, de seus privilégios como Deus.

O começo do ministério de Jesus na terra

Contrariando a expectativa judaica de que o Messias prometido nasceria num berço ouro, a Bíblia nos informa sobre como Jesus Cristo nasceu de forma humilde na pequena cidade de Belém. Em seguida, conforme mandava a Lei, Jesus foi circuncidado e consagrado no Templo em Jerusalém (Lucas 2:21,22).

Depois, Herodes, o Grande, ordenou a morte dos meninos recém-nascidos em Belém. Isso fez com que a família de Jesus tivesse que passar um tempo no Egito. Mas a Bíblia não fornece quase nenhum detalhe a respeito da infância, adolescência e juventude de Jesus.

O texto bíblico diz apenas que Jesus se desenvolveu em sabedoria, estatura e graça (Lucas 2:52). O único episódio específico registrado na Bíblia sobre a infância de Jesus é aquele em que com apenas doze anos de idade Jesus foi encontrado no templo, sentado entre os especialistas da Lei.

Então a Bíblia registra o início de seu ministério público quando Jesus já estava numa idade adulta. A Bíblia diz que Jesus começou seu ministério público quando tinha cerca de trinta anos de idade (Lucas 3:23). À luz dos textos dos Evangelhos, especialmente do Evangelho de João, parece que o ministério público de Jesus durou cerca de três anos. O evento que marcou o início do ministério público de Jesus foi seu batismo por João Batista no rio Jordão (Marcos 1:9; João 1:28).

Receber Estudos da Bíblia

O desenvolvimento do ministério público de Jesus

Depois de ser batizado, Jesus foi conduzido pelo Espírito Santo ao deserto. Ali, Ele venceu a tentação de Satanás (Mateus 4). Daí em diante os Evangelhos pontuam os destaques do ministério de Jesus. Ele curou doentes, multiplicou alimentos, expulsou demônios, controlou as forças da natureza e ressuscitou mortos. Mas tudo isso servia para testemunhar a cerca de sua identidade como Filho de Deus e validar sua mensagem acerca do reino dos céus. Além disso, a Bíblia também diz muitas coisas que Jesus fez ao longo de seu ministério terreno não foram registradas (João 20:30).

Geograficamente, o ministério de Jesus se desenvolveu principalmente na Galileia, mas também na Judeia e Pereia. Já a última semana do ministério de Jesus antes da crucificação se deu na cidade de Jerusalém. Jesus foi traído por um de seus discípulos — Judas Iscariotes — e após ser preso acabou sendo condenado à morte com base em falsas acusações. A morte de Jesus foi por meio de crucificação. Inclusive, esse era o tipo de morte mais humilhante que alguém podia sofrer naquela época. Apenas escravos ou criminosos da pior qualidade eram crucificados.

Os teólogos têm identificado a crucificação de Jesus como o ponto mais profundo de sua humilhação durante seu ministério; enquanto que sua vitória sobre a morte, por meio da ressurreição, foi o ponto inicial de sua exaltação que culminou em sua ascensão ao Céu.

Portanto, a morte não colocou fim no ministério de Jesus. Ele venceu a morte e ressuscitou dos mortos com um corpo glorioso que era uma indicação dos corpos glorificados que os crentes receberão na ressurreição final.

A continuidade do ministério de Jesus

Também é verdade que muitas pessoas pensam que o ministério de Jesus terminou com sua ascensão ao Céu, mas isso não está correto. O ministério de Jesus continua agora em sua exaltação. A Bíblia diz que Ele está à destra de Deus na posição de nosso Rei e Sumo Sacerdote. Isso significa que Jesus Cristo está assentado no trono do universo governando todas as coisas. Ele intercede ao Pai por nós e nos dá o privilégio de nos achegarmos à presença de Deus por meio de seus méritos.

Além disso, o grande passo final do ministério de Jesus se dará por ocasião de seu retorno à terra com grande poder e glória, para pôr fim no presente século e estabelecer, em toda sua plenitude, o reino de Deus.

Que tal fazer Bacharel em Teologia sem mensalidades? Clique aqui! Pergunta Estudo Bíblico
Fechar