Seja Um Mordomo Fiel de Deus

A Bíblia instrui a cada cristão que ele seja um mordomo fiel do Senhor. É um grande privilégio servir a Deus através da boa mordomia das capacidades, dons e oportunidades que Ele nos concede.

Quem deixa de cuidar e aproveitar com diligências as coisas que Deus lhe dá, faz papel de servo infiel. Quando o Senhor Jesus voltar, todos os seus servos terão que prestar contas a Ele de tudo o que lhes foi confiado. Então realmente é muito importante que sejamos mordomos fieis do nosso Senhor.

O que significar ser um mordomo fiel de Deus?

O mordomo é aquele que recebe a responsabilidade de dirigir e cuidar de uma propriedade. Ele cuida de todas as coisas de modo a proteger os interesses do seu senhor. O bom mordomo sempre tem plena consciência de que ele mesmo não é o dono daquilo que ele administra. Ele também entende que deve agir com zelo e diligência em sua função, pois terá que prestar conta de suas tarefas e responsabilidade ao seu senhor.

Essa analogia do mordomo é perfeita para explicar o nosso papel diante da responsabilidade que Deus nos confiou. Então ser mordomo de Deus significa administrar com prudência as tarefas que ele nos delegou; significa tratar com diligência a responsabilidade da qual Ele nos investiu. Ele é o dono de tudo, e nós somos apenas os seus mordomos. A seriedade com que encaramos as coisas que Deus nos confiou revelará se somos mordomos fieis ou mordomos infiéis.

Deus é o criador e sustentador do universo. A Bíblia é muito clara ao afirmar que logo que Deus criou o homem, Ele lhe indicou seu papel como mordomo da criação (Gênesis 2:15-17).

Além disso, não somos mordomos de Deus apenas no cuidado do lar terreno que Ele preparou para que habitássemos. Na verdade também somos seus mordomos no cuidado de nossas próprias vidas. Isso não inclui apenas o cuidado com o nosso corpo, mas também a boa administração dos talentos naturais e das oportunidades que Ele nos concede, bem como o bom uso dos dons espirituais dos quais somos equipados pelo Espírito Santo. Devemos nos lembrar de que, no que diz respeito à obra do Senhor, somos mordomos dos mistérios de Deus, e o Senhor espera que sejamos fieis (1 Coríntios 4:1,2).

  • Veja também: Quer melhorar o aproveitamento de suas aulas da EBD? Conheça um curso completo de formação para professores e líderes da Escola Bíblica Dominical.Conheça aqui! (Vagas Limitadas)

As características do mordomo infiel e do mordomo fiel

Em diversas ocasiões de seu ministério terreno, o Senhor Jesus indicou muito claramente quais as características que distinguem um mordomo infiel do mordomo fiel. A Parábola dos Dois Servos é um dos textos bíblicos que trata diretamente dessa questão (Mateus 24:45-51; Lucas 12:42-46).

Na parábola, Jesus apresenta o mordomo infiel destacando algumas de suas características. Em primeiro lugar, o mordomo infiel não aproveita a oportunidade conferida por seu senhor. Na verdade ele despreza a consideração que o dono da casa tem por ele, e não dá valor a responsabilidade que recebeu. O seu senhor entrega em suas mãos os bens da propriedade e a gestão dos outros funcionários, mas ele age como um louco.

Em segundo lugar, o mordomo infiel não tem qualquer apreço pelas coisas do seu senhor. Ele espanca os seus conservos, e gasta o seu tempo comendo e se embriagando com os bêbados. Em terceiro lugar, o mordomo infiel não se importa nem mesmo com a presença do seu senhor. Ele não fica atento ao retorno de seu senhor, e na verdade age como se ele fosse demorar muito a voltar.

O mordomo fiel, por outro lado, age com fidelidade e prudência. Ele é caracterizado por sua lealdade e pelo modo que percebe e leva a cabo a responsabilidade que lhe foi confiada. Ele é leal tanto na presença quanto na ausência de seu senhor. Ele administra todos os bens e os operários de seu senhor com prudência, sabendo que tão logo o dono de toda a propriedade voltará. Como um bom mordomo inteirado nos interesses de seu senhor, ele jamais é pego desprevenido.

A diferença entre o mordomo infiel e o mordomo fiel fica ainda mais clara na ocasião da volta de seu senhor. O mordomo fiel é recompensado com um maior grau de responsabilidade; já o mordomo infiel é arrancado de seu lugar e castigado com grande severidade.

Receber Estudos da Bíblia

Seja um mordomo fiel do Senhor

Todos nós fomos constituídos como mordomos das coisas que pertencem ao Senhor. Alguns receberam maiores responsabilidades que outros de acordo com certas habilidades, características, oportunidades e talentos pessoais. Mas todos, sem exceção, receberam do Senhor alguma tarefa de vital importância para desempenhar. Nosso Senhor não deixou ninguém ocioso e sem nenhuma responsabilidade. Veja a Parábola dos Talentos (Mateus 25:14-30).

Então cabe a nós sermos mordomos fieis de Deus. Precisamos viver diariamente conscientes da nossa responsabilidade e de nossa total dependência de Deus. Em breve todos nós prestaremos conta da nossa mordomia ao Senhor (cf. Lucas 16:1).

Então devemos olhar para cada tarefa, recurso, bem, talento e oportunidade, e analisar como podemos glorificar a Deus através da mordomia de cada uma dessas coisas. A mordomia cristã vai muito além da vida congregacional. Ela inclui a mordomia do tempo, a mordomia do trabalho, a mordomia da família, a mordomia das finanças, a mordomia dos relacionamentos etc.

O apóstolo Pedro escreve que devemos ser bons despenseiros da multiforme graça de Deus (1 Pedro 4:10). Sem duvida essa responsabilidade deve abranger todos os aspectos das nossas vidas. Portanto, sejamos mordomos fieis ao nosso Senhor!

Que tal fazer Bacharel em Teologia sem mensalidades? Clique aqui! Pergunta Estudo Bíblico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar