O Que Significa “Na Casa de Meu Pai há Muitas Moradas”?

Jesus disse “na casa de meu Pai há muitas moradas” ao confortar seus discípulos que estavam perturbados com a ideia de sua partida iminente. Esta frase faz parte do discurso com as últimas instruções de Jesus aos discípulos antes de ser traído e preso, e está registrada em João 14:2.

Quando Jesus disse “na casa de meu Pai há muitas moradas”?

Jesus pronunciou a frase “na casa de meu Pai há muitas moradas” na noite em que foi traído. Pouco antes, Ele havia entrado em Jerusalém montado em um jumentinho e depois recebeu a visita de alguns gregos que queriam vê-lo (João 12).

Combinado a isso, a oposição contra Jesus havia aumentado entre os judeus, especialmente sob a liderança e influência do sumo sacerdote e dos fariseus e escribas. Tudo isso indicava que o momento da morte do Senhor Jesus havia chegado, e é nesse contexto que Jesus reúne seus discípulos no cenáculo a fim de prepará-los para sua partida. Saiba também o que é um cenáculo.

Por que Jesus disse “na casa de meu Pai há muitas moradas”?

Naquela noite no cenáculo, além de celebrar pela última vez a Páscoa e instituir a Ceia, Jesus lavou os pés de seus discípulos como símbolo da purificação espiritual por seu sangue, informou que um deles haveria de traí-lo, também revelou que Ele estava de partida para um lugar que seus discípulos não poderiam segui-lo e ainda afirmou que Simão Pedro o negaria naquela mesma noite (João 13).

Até aquele momento os discípulos ainda não tinham entendido o propósito de tudo o que estava acontecendo, nem mesmo tinham percebido que Jesus estava se referindo claramente a sua morte iminente. No entanto, eles estavam transtornados com a revelação de que Jesus iria deixá-los.

Receber Estudos da Bíblia

Por tudo isso Jesus inicia seu discurso dizendo: “Não se turbe o vosso coração, creiam em Deus; creiam também em mim” (João 14:1); e logo em seguida, explicando por quais razões eles não deveriam estar perturbados, Ele completou: “Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu lhes teria dito, pois vou preparar-lhes lugar. E, quando eu for e preparar-lhes lugar, voltarei novamente e os levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também” (João 14:2,3). Saiba o que significa “não se turbe o vosso coração”.

É verdade que existem diferentes interpretações sobre o significado da frase “na casa de meu Pai há muitas moradas”, mas com base no contexto apresentado, vamos considerar a que melhor se harmoniza com o restante do discurso de Jesus.

Na casa de meu Pai

Os discípulos estavam perplexos com a ideia de se separar de Jesus, mas o Senhor logo os confortou dizendo que Ele estava indo para a casa do Pai. Então, o que é a casa do Pai?

Aqui vale saber que os judeus entendiam que o Templo de Jerusalém era a casa de Deus (1 Crônicas 29:7; 2 Crônicas 7:6; Esdras 1:4; etc.), mas Jesus não estava se referindo ao Templo terreno, ao contrário, Ele estava falando da verdadeira casa do Pai, da casa celestial, do lugar da habitação de Deus que está nos céus (cf. Salmos 33:13,14; Isaías 63:15).

Após o glorioso retorno do Senhor Jesus e a consumação da presente era, o reino de Deus com os santos encontrará sua forma final no novo mundo, isto é, a casa do Pai que hoje está nos céus será continuada no novo céu e nova terra, e se estenderá por toda a eternidade onde a promessa de que Deus habitará com seu povo encontrará seu cumprimento mais pleno. Entenda o que é o novo céu e a nova terra.

Há muitas moradas

Jesus não apenas afirma estar indo para a casa do Pai, mas também conforta seus discípulos dizendo que na casa do Pai há muitas moradas. Algumas pessoas pensam que Jesus, ao falar sobre as muitas moradas que há na casa do Pai, está se referindo a um tipo de prédio com vários quartos num tipo de habitação coletiva.

Todavia, quando Jesus diz que “na casa de meu Pai há muitas moradas”, Ele simplesmente está transmitindo a ideia de que no lugar para onde Ele vai, isto é, junto do Pai, há lugar não apenas para Ele, mas para todos aqueles que creem nele. Isso inclui não somente os discípulos, mas todos os redimidos, ou seja, essa promessa também é para nós!

Vou preparar-vos lugar

Jesus disse “na casa de meu Pai há muitas moradas”, mas também disse que Ele próprio iria preparar lugar para seu povo (João 14:2,3). Não há nenhuma contradição nessas duas promessas, pois sim, na casa do Pai há muitas moradas, e sim, Jesus é quem prepara o lugar para os que são seus.

Isso significa que não é correto pensar que Jesus foi para a casa do Pai construir moradas ou quartos que possam nos acomodar. O texto é claro em dizer que na casa do Pai há muitas moradas, ou seja, as moradas já existem. Além disso, o próprio Jesus também disse que o lugar que os benditos de Deus possuem por herança já está pronto desde a fundação do mundo (Mateus 25:34).

Portanto, quando Jesus diz “vou preparar-vos lugar”, Ele está se referindo ao clímax de sua obra redentora, sua humilhação e exaltação, ou seja, através de sua morte, ressurreição e glorificação é que Ele prepara o lugar de seu povo junto do Pai.

Aqui então podemos entender que embora na casa do Pai existam muitas moradas, moradas estas que estão preparadas desde a fundação do mundo, o homem é quem não está, em si mesmo, preparado para habitar nessas moradas.

Em outras palavras, quando Jesus diz “na casa de meu Pai há muitas moradas”, e depois completa dizendo “vou preparar-lhes lugar”, Ele está indicando que sem sua morte, ressurreição, ascensão e envio do Espírito Santo como o outro Auxiliador que aplica as bênçãos da redenção, jamais haveria lugar para nós na casa do Pai, pois embora lá existam muitas moradas, nós nunca teríamos condições de habitar nelas, e nem mesmo de chegar até elas.

Mas felizmente Jesus se encarregou de preparar o lugar para nós, e de não apenas nos mostrar o caminho para a casa do Pai, mas de ser Ele próprio esse caminho (João 14:6). Além disso, Ele também prometeu retornar e levar seu povo para estar junto de si por toda a eternidade (João 14:3). É por isso que a frase “na casa de meu Pai há muitas moradas” tem um significado tão profundo para todos os que amam verdadeiramente o Senhor.

Tag
Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close