O Que Significa “Não se Turbe o Vosso Coração”?

A frase “não se turbe o vosso coração” significa literalmente “parem de se sentir perturbados”. Jesus disse essa frase ao dar suas últimas instruções aos seus discípulos enquanto estava reunido para a refeição da Páscoa, na noite em que foi traído (João 14).

Alguns intérpretes defendem que a frase “não se turbe o vosso coração” significa “não fiquem perturbados”, mas o texto grego original e o próprio contexto favorecem o significado de “não se perturbem mais”, enfatizando o caráter consolador das palavras do Senhor Jesus.

Por que Jesus disse “não se turbe o vosso coração”?

Já dissemos que Jesus pronunciou essas palavras na noite em que celebrou a última Páscoa com seus discípulos e instituiu a Ceia do Senhor. Portanto, aquela também foi a noite de sua traição.  Os discípulos estavam um tanto quanto transtornados, e seus corações estavam tomados de emoções confusas.

W. Hendriksen, em seu comentário expositivo do Evangelho de João, destaca que os discípulos estavam tristes por causa da terrível expectativa da partida de Cristo; estavam envergonhados pela demonstração que deram de egoísmo e orgulho; e estavam perplexos pela notícia de que um deles seria o traidor, que outro deles negaria o Mestre e que todos caíram em uma cilada por causa dele. Por fim, eles também estavam enfrentando uma crise de fé, talvez se questionando sobre como alguém que estava prestes a ser traído poderia ser realmente o Messias.

Todavia, os discípulos ainda mantinham o amor e a devoção ao Senhor Jesus, e a união de todos estes sentimentos fazia com que eles estivessem literalmente perturbados. É nesse contexto que Jesus começa seu discurso dizendo as doces palavras: “Não se turbe o vosso coração”.

Receber Estudos da Bíblia

É interessante notar que ao dizer “não se turbe o vosso coração”, Jesus estava expressando seu profundo amor e ternura, visto que naquele momento Ele próprio estava aflito (João 13:21; cf. Mateus 36:38; Lucas 22:28). Jesus pronunciou essas palavras para confortar seus discípulos, ainda que Ele próprio estivesse agonizante encarando a cruz. W. Hendriksen completa dizendo que o Senhor estava consolando exatamente os homens que tinham demonstrado seu egoísmo e que estavam prestes a ofendê-lo.

Como não ficar com o coração turbado?

Jesus não disse “não se turbe o vosso coração” de forma superficial apenas para motivar os seus discípulos diante de um momento difícil, como se fosse um tipo de conselho vazio, ao contrário, quando Jesus disse “não se turbe o vosso coração” Ele também ofereceu garantias de que realmente tudo ficaria bem.

Tais garantias não ficaram restritas somente aos discípulos que estavam juntos do Senhor naquela noite tão importante, mas também se estendem a todos os seus seguidores que o amam verdadeiramente, ou seja, o “não se turbe o vosso coração” também é para nós.

Portanto, assim como os discípulos foram confortados naquele momento, hoje nós também encontramos conforto nas mesmas palavras de Jesus que apresentam as razões pelas quais jamais devemos ficar turbados de coração:

  1. Ao invés de estarmos com o coração turbado, devemos confiar em Deus (João 14:2): Jesus aconselha os seus seguidores a continuarem confiando em Deus, pois Ele é quem cuida daqueles que são seus. Ele ama o seu povo e ouve suas orações.
  2. Devemos confiar também no Filho (João 14:2): Jesus disse “confiem em Deus e confiem também em mim”. Ao dizer isto, Jesus se coloca em igualdade com o Pai declarando a sua plena divindade. Isso significa que não há motivo para se preocupar, pois Ele próprio é Deus. Entenda como a Bíblia diz que Jesus é Deus.
  3. Não se turbe o vosso coração, pois na casa do Pai há muitas moradas (João 14:2): Jesus não apenas fala das muitas moradas que existem na casa do Pai, mas também garante que Ele próprio é quem prepara tudo para que seu povo seja acolhido na casa do Pai.
  4. Nosso coração não deve estar turbado, pois Jesus voltará (João 14:3): Jesus prometeu voltar para pessoalmente buscar aqueles que são seus, a fim de que estes estejam para sempre onde Ele estiver. O Mestre estava prestes a partir, mas não seria uma separação permanente.
  5. Jesus é o caminho, a verdade e a vida (João 14:4-11): Jesus não apenas nos mostra o caminho, mas Ele próprio é o único caminho que conduz ao Pai, a unica verdade de Deus que liberta o pecador, e somente Ele concede a vida de comunhão com Deus.
  6. Jesus permanece atento ao seu povo (João 14:12-14): Jesus promete não se esquecer daqueles que são seus, ao contrário, Ele garante que tudo o que for pedido em seu nome com o propósito e interesse no reino de Deus, Ele fará.
  7. Nosso coração deve estar confortado porque os seguidores de Cristo jamais estarão desamparados (João 14:15-26): a partida física de Jesus era iminente, mas Ele garantiu que seu povo não ficaria órfão, pois outro Auxiliador seria enviado. O Espírito Santo é o Auxiliador enviado do Pai e do Filho que nunca deixa os redimidos sozinhos. Ele ensina aos salvos tudo o que é necessário, e através d’Ele o próprio Jesus habita espiritualmente com seu povo.
  8. Não devemos estar com o coração turbado, pois Jesus nos deixou o maior presente de todos (João 14:27): Jesus deixou um presente que o mundo jamais poderá oferecer: sua paz. Essa paz insondável guarda os corações daqueles que genuinamente o amam, e é motivo suficiente para que estes nunca estejam perturbados. É por isso que mais uma vez Ele repete: “Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize”. Saiba também o que é a paz que excede todo entendimento.
Tag
Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close