Quem Foi Nebuzaradã na Bíblia?

Nebuzaradã foi o capitão da guarda do rei Nabucodonosor da Babilônia. A Bíblia fala de Nebuzaradã destacando seu papel bastante ativo na conquista de Jerusalém por parte do Império Babilônico. Seu nome babilônico era Nabu-zir-iddina, e significa “Nebo deu uma descendência”. Muitos estudiosos também identificam Nebuzaradã com Neriglissar ou Nergal-Sarezer.

A história de Nebuzaradã na Bíblia

A Bíblia fala muito pouco sobre quem foi Nebuzaradã. Os textos bíblicos se resumem em registrar sua participação durante o avanço do Império Babilônico liderado pelo rei Nabucodonosor contra Judá.

Nebuzaradã era o chefe da guarda e servidor pessoal do rei da Babilônia (2 Reis 25:8). Ele não é mencionado no início do cerco de Jerusalém em janeiro de 588 a.C. quando as tropas babilônicas deram uma resposta à rebelião do rei Zedequias. Embora ele pudesse estar presente naquela ocasião, é realmente certo que Nebuzaradã foi à cidade de Jerusalém em agosto de 586 a.C., logo na sequência da invasão babilônica na cidade (2 Reis 25:2-8).

Quando chegou à cidade de Jerusalém, Nebuzaradã foi responsável por fazer algumas coisas que trouxeram muita dor aos judeus. Ele queimou o Templo de Jerusalém, o palácio real, todos os edifícios importantes e várias casas da cidade (2 Reis 25:9).

O exército liderado por Nebuzaradã cuidou de derrubar os muros da cidade. Ele também organizou a deportação de muitos judeus para a Babilônia. Na verdade ele deixou permanecer em Jerusalém apenas as pessoas mais pobres de Judá. Essas pessoas deviam ficar e trabalhar como vinheiros e lavradores (2 Reis 25:10-12).

Além disso, Nebuzaradã liderou um enorme saque dos bens preciosos de Jerusalém. Seus guardas cortaram em pedaços as colunas de bronze do Templo; bem todos os utensílios de bronze, de prata e de ouro que faziam parte do mobiliário do Templo e eram usados nas ministrações dos sacerdotes. Entre os despojos estava a grandiosa pia de bronze do Templo que era chamada de “mar de bronze”. Segundo a Bíblia, o montante saqueado pelos babilônios tinha um peso incalculável (2 Reis 25:13-16).

O próprio Nebuzaradã levou prisioneiro o sumo sacerdote, Seraías, o segundo sacerdote, Sofonias, e outras pessoas muito importantes de Jerusalém, entre as quais estavam guardas, oficiais, conselheiros reais e o escrivão-mor do exército que fazia o alistamento do povo. Essas pessoas acabaram mortas quando foram entregues ao rei Nabucodonosor (2 Reis 25:18-21).

Nebuzaradã libertou Jeremias

Juntamente com outros oficiais da Babilônia, Nebuzaradã foi encarregado por Nabucodonosor de cuidar do profeta Jeremias. Ele recebeu ordem direta para não fazer qualquer mal ao profeta do Senhor.

Jeremias estava amarrado entre os cativos de Jerusalém. Então Nebuzaradã ordenou que ele fosse solto e ainda se mostrou conhecedor da profecia de Jeremias que obviamente havia chegado até a Babilônia. Isso explica sua declaração a Jeremias dizendo que o Deus do profeta tinha pronunciado aquele mal que havia caído sobre Jerusalém por causa do pecado e da desobediência do povo (Jeremias 40:2,3).

Nesse contexto, Nebuzaradã deu a opção para Jeremias escolher acompanhá-lo para a Babilônia ou ficar em Jerusalém. Caso o profeta fosse para a Babilônia, Nebuzaradã garantiu que cuidaria dele. Mas o chefe da guarda percebeu que Jeremias não estava confortável com a ideia de partir de Judá. Então ele deu ao profeta uma porção de mantimento e um presente, e o deixou partir (Jeremias 40:5).

Receber Estudos da Bíblia

Nebuzaradã foi rei da Babilônia?

Não é possível dizer se Nebuzaradã realmente foi rei da Babilônia. Tudo depende se Nebuzaradã deve ou não ser identificado como Neriglissar. O nome Neriglissar é considerado a forma grega do nome Nergal-Sarezer citado na Bíblia possivelmente como designação para dois príncipes da Babilônia (Jeremias 39:3).

Então através de uma comparação de listas de nomes de nobres e oficiais babilônios, alguns estudiosos sugerem que Nebuzaradã talvez possa ser o mesmo que um dos principais oficiais de Nabucodonosor cujo nome era Nergal-Sarezer.

Caso isso esteja correto, – embora não haja evidencias suficientes – então Nebuzaradã pode ter sido o Neriglissar que comandou o exército babilônico. Ele também era casado com uma das filhas de Nabucodonosor. Parece que ele subiu ao trono da Babilônia em 560 a.C. após o assassinato de Evil-Merodaque, conhecido na história como Amel-Marduque.

Uma crônica da Babilônia traz uma lista de oficiais que serviram no tempo de Nabucodonosor. Nessa lista aparece o nome de Nebuzaradã como Nabu-zer-idin-nam. Além disso, há também a designação rab-nuhtimmu, que significa “chefe dos padeiros”.

Naquele tempo, o padeiro chefe e o mordomo real não eram simplesmente servos domésticos do imperador, mas oficiais altamente honrados. É possível que essa indicação corresponda à descrição bíblica de Nebuzaradã como “chefe da guarda”. No original essa designação pode ser traduzida como “chefe dos cozinheiros”; mas que em seu sentido literal traz a ideia de uma ocupação militar, algo como um “matador”.

Como foi a morte de Nebuzaradã?

Não há qualquer registro bíblico e histórico sobre como Nebuzaradã morreu. Mesmo que Nebuzaradã seja identificado como Neriglissar, ainda assim não há qualquer informação nesse sentido. Tudo o que se sabe é que Neriglissar reinou aproximadamente de 559 a.C. até o ano de sua morte em 556 a.C.

Após a morte de Neriglissar – que talvez seja o Nebuzaradã da Bíblia – Labash-Marduk, seu filho, ascendeu ao trono em seu lugar. Labash-Marduk reinou apenas durante nove messes. Ele foi morto por Nabonido, pai de Belsazar e último rei caldeu da Babilônia.

Se você gostou de saber quem foi Nebuzaradã na Bíblia, veja também uma coleção com as principais biografias bíblicas.

Que tal fazer Bacharel em Teologia sem mensalidades? Clique aqui! Pergunta Estudo Bíblico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar