Como Estamos Rodeados Por Uma Nuvem de Testemunhas?

Quando a Bíblia diz que estamos rodeados por uma grande nuvem de testemunhas, isso significa que estamos cercados de histórias de homens de fé do passado que servem de exemplo para nossa carreira na fé no presente.

É o autor de Hebreus quem escreve sobre a nuvem de testemunhas que nos cercam. Ele diz: “Portanto, também nós, visto que temos a rodear-nos tão grande nuvem de testemunhas, desembaraçando-nos de todo peso e do pecado que tenazmente nos assedia, corramos, com perseverança, a carreira que nos está proposta” (Hebreus 12:1).

Há pelo menos duas interpretações equivocadas sobre essa declaração bíblica. Algumas pessoas não percebem que esse versículo continua e resume o assunto que foi tratado no capítulo anterior da Carta aos Hebreus, no qual o autor bíblico apresenta uma galeria de heróis da fé do passado (Hebreus 11:1).

Então essas pessoas pensam que a nuvem de testemunhas da qual o escritor fala, se refere à multidão de pessoas que observam nossas vidas diariamente, e que diante das quais temos de servir de bons exemplos de fé e fidelidade a Deus. Isso não deixa de ser verdade. Alguém diz que muitas pessoas jamais leem a Bíblia, mas estão lendo nossas vidas constantemente. Contudo, não é disso que o escritor bíblico trata quando fala que estamos rodeados por uma nuvem de testemunhas.

Já outras pessoas percebem que Hebreus 12:1 é a continuação do capítulo 11 e entendem que a nuvem de testemunhas é uma referência aos heróis da fé do passado. Mas elas também erram ao pensar que o escritor está dizendo que esses gigantes da fé estão olhando do céu cada passo de nossas vidas na terra.

A nuvem de testemunhas

Em Hebreus 11 o autor bíblico descreve a fé como sendo o firme fundamento das coisas que se esperam; e a prova das coisas que não se vêem (Hebreus 11:1). Em seguida, ele apresenta uma lista de pessoas que tiveram suas vidas marcadas e orientadas pela verdadeira fé. Essas pessoas viveram momentos de glórias e de sofrimentos, de alegrias e de tristezas; mas venceram através da verdadeira fé no Senhor.

Então, em Hebreus 12, o escritor diz que hoje os cristãos também estão envolvidos numa experiência de fé. Inclusive ele usa uma metáfora esportiva para explicar que aos crentes está proposta uma maratona de fé, e que cada um deve correr essa maratona com perseverança; assim como os crentes do Antigo Testamento também correram.

É nesse ponto que ele diz que estamos rodeados por uma grande nuvem de testemunhas. Em outras palavras, ao falar dos crentes do passado como uma nuvem de testemunhas, ele basicamente está dizendo: “Olhe a seu redor, veja e aprenda com os vencedores!”.

A palavra traduzida como nuvem é um termo grego que significa “multidão” ou “grande aglomeração de pessoas”. Já a palavra testemunha traduz um vocábulo grego que não apenas significa alguém que presencia algo, um espectador, ou, no sentido legal, alguém que é capaz de testemunhar a respeito do que viu e ouviu; mas também, num sentido ético, transmite a ideia de “martírio”; ou seja, é uma palavra usada frequentemente para se referir àqueles que, por seu exemplo, provaram a veracidade de sua fé no Senhor através do sofrimento, perseguição e até por sofrer morte violenta.

Em que sentido somos rodeados por uma nuvem de testemunhas?

Essa nuvem de testemunhas, conforme fica claro no contexto, é formada pelos heróis da fé do passado. Mas como já foi dito, não devemos pensar que essas pessoas estão observando o que fazemos aqui e agora. É verdade que num certo sentido os crentes que já morreram estão no céu ao redor do trono de Deus; e sobre o quanto eles sabem acerca do avanço atual do Evangelho na terra, nós não sabemos (Apocalipse 7:9).

Contudo, ao falar sobre a nuvem de testemunhas, o escritor bíblico certamente não tem em mente a ideia de “observação”, mas de “testemunho”. Como diz W. W. Wiersbe, essas pessoas não testemunham o que fazemos; antes, elas testemunham a nós que Deus é capaz de nos sustentar até o fim. Inclusive, se elas hoje nos servem de testemunhas, é porque Deus deu testemunho da fé delas através de suas vidas e ministérios (cf. Hebreus 11:2-5, 39).

Então essas testemunhas não estão caladas; ao contrário, elas falam ainda hoje por meio de seus exemplos piedosos registrados nas páginas das Escrituras (Hebreus 11:4). Simon Kistemaker diz que os heróis da fé do passado nos animam através de seus exemplos de fé, porque a corrida que estamos correndo refere-se à causa de Cristo.

Receber Estudos da Bíblia

Além da grande nuvem de testemunhas

É realmente maravilhoso saber que estamos rodeados por uma tão grande nuvem de testemunhas. Isso deve ser um lembrete diário de que podemos ser encorajados pela forma com que os santos do passado viveram pela fé na Palavra do Senhor.

Devemos olhar para as vidas de fé daquelas pessoas e procurar viver da mesma maneira. Eles já completaram com honra a corrida que estamos correndo.

No entanto, se podemos ser encorajados pelos exemplos dessas testemunhas, também devemos entender que nosso maior exemplo de fé é Cristo. Ele é o nosso principal encorajamento; Ele é a suprema e fiel Testemunha.

Se quando olhamos para a nuvem de testemunhas somos inspirados; quando olhamos para Cristo vemos n’Ele o próprio Autor e Consumador da fé (Hebreus 12:3). Por isso somos habilitados a deixar para trás todo peso do pecado e correr com perseverança a maratona que nos está proposta (Hebreus 12:1).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close