O Que é o Mundo Vindouro?

O mundo vindouro é como é chamado o estado que se iniciará após a consumação da presente Era. A Bíblia fornece várias informações em diversas passagens sobre como será esse mundo vindouro, embora não esclareça todos os detalhes. Além disso, a Bíblia também fala acerca do que deverá ocorrer antes que o estado eterno seja iniciado.

O conceito do mundo vindouro é tratado na teologia de forma sistemática especialmente pela matéria da escatologia bíblica. Por conta da dificuldade de interpretação das passagens bíblicas que estudam este assunto, surgiram diferentes correntes escatológicas: Pré-Milenismo Histórico, Pós-Milenismo, Amilenismo e Pré-Milenismo Dispensacionalista.

De forma geral, as correntes pré-milenistas dizem que o mundo vindouro terá início após o juízo final que só ocorrerá depois de um milênio literal em que Cristo reinará sobre o trono de Davi em Jerusalém. Para os pré-milenistas o milênio terá início após a segunda vinda de Cristo.

Já para os pós-milenistas e amilenistas, o mundo vindouro também terá início após o juízo final. A diferença é que essas correntes escatológicas defendem que o milênio precede a segunda vinda de Cristo. Assim, ele ocorre durante a Era da Igreja, e é caracterizado, por exemplo, pela pregação do Evangelho, de modo que o evangelismo alcançará todas as partes do mundo.

Embora essas escolas escatológicas sugerem interpretações diferentes, todas elas concordam que haverá um mundo vindouro. Todas elas também afirmam a doutrina do julgamento final e a verdade de que os santos viverão eternamente com Deus, enquanto os ímpios sofrerão em condenação eterna. Saiba mais sobre o que é o milênio.

O mundo vindouro e o juízo final

Todas as correntes escatológicas concordam que o juízo final marcará a transição da presente era para o mundo vindouro no estado eterno. Mas como vimos, elas não concordam entre si sobre algumas características e cronologia desse evento. As diferentes correntes escatológicas também discutem sobre quando e como será o juízo final, e quem e o que será julgado nesse julgamento.

As maiores diferenças acontecem sobre o que cada uma dessas interpretações entende com relação à quantidade de julgamentos:

  1. Pré-Milenismo Histórico: geralmente entende que ocorrerão dois julgamentos. O primeiro será por ocasião da segunda vinda de Cristo e o segundo após o milênio.
  2. Pós-Milenismo e Amilenismo: acreditam que haverá um único julgamento por ocasião da segunda vinda de Cristo.
  3. Pré-Milenismo Dispensacionalista: defende pelo menos três julgamentos (alguns sugerem até sete julgamentos). São eles: (1) julgamento das obras dos salvos no arrebatamento da Igreja; (2) julgamento de judeus e gentios na segunda fase da segunda vinda de Cristo no final da grande tribulação; e (3) julgamento geral dos ímpios após o milênio. Esse último é o juízo final ou “julgamento do grande trono branco”.

Independentemente das diferenças, todas as correntes escatológicas concordam que ninguém escapará do julgamento de Deus, e que os redimidos viverão toda a eternidade ao lado do Senhor e os ímpios passarão toda a eternidade no lago de fogo. Saiba mais sobre como será o juízo final.

As características do mundo vindouro

O mundo vindouro ganha forma nas promessas acerca do novo céu e nova terra. A Bíblia diz que após o juízo final Deus fará novas todas as coisas (Apocalipse 21). O apóstolo Pedro escreve que todo cristão verdadeiro aguarda novos céus e nova terra em que habita a justiça (2 Pedro 3:13).

Existem também algumas discussões sobre como se dará esse novo mundo vindouro. Alguns estudiosos defendem que o universo atual será totalmente destruído, e Deus fará novamente um novo mundo.

Outros acreditam que a Bíblia não aponta para uma aniquilação do mundo atual, mas para uma profunda renovação e purificação. Esta última posição é a que encontra maior base bíblica. No idioma grego existem diferentes termos para designar algo “novo em origem” e “novo em qualidade”.

Quando os escritores bíblicos falam do mundo vindouro, com um novo céu e uma nova terra, eles empregam o termo grego que significa “novo em qualidade”. Isso significa que eles falam de um “novo mundo” e não de um “outro mundo” (2 Pedro 3:13; Apocalipse 21:1; cf. Romanos 8:19). Apesar disso, é preciso entender que essa purificação será tão profunda e plena que refletirá basicamente um novo mundo vindouro.

Muitas pessoas também possuem o conceito errado de que o mundo vindouro será algo espiritual e não corporal. Esse tipo de entendimento surgiu por influência de algumas linhas de pensamento que se propagaram na Idade Média. Mas esse conceito não encontra base bíblica. O mundo vindouro será físico e nele desempenharemos várias atividades. Para saber mais, leia sobre o que são os novos céus e a nova terra.

Outro ponto em que ocorrem muitos debates é a descrição da Nova Jerusalém no livro do Apocalipse (Apocalipse 21). Alguns interpretam tal descrição como simbólica, outros entendem que se trata de uma descrição literal. Para entender melhor esta questão, leia um estudo sobre o que é a Nova Jerusalém.

Receber Estudos da Bíblia

Conclusão sobre o mundo vidouro

A realidade de um mundo vindouro é exposta claramente nas Escrituras. Por causa da complexidade do tema, naturalmente há diferentes interpretações entre os cristãos. Mas todas as diferenças que existem no estudo escatológico se concentram em pontos secundários e não ameaçam os fundamentos da Fé Cristã. Portanto, existem cristãos genuínos comprometidos com a Palavra de Deus e zelosos com a obra do Senhor em todas as diferentes correntes escatológicas.

O mais importante é que todos os cristãos verdadeiros concordam que Cristo voltará, e juntos aguardam diligentemente pelo dia em que estarão com o Senhor por toda a eternidade no maravilhoso mundo vindouro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close