Por Que Obedecer é Melhor do Que Sacrificar?

Dizer que obedecer é melhor do que sacrificar significa que as formalidades externas de adoração não possuem valor quando não estão acompanhadas de um compromisso sincero e obediente ao Senhor. Sem um espírito completamente submisso a Deus, as práticas exteriores de devoção não passam de aparências de religiosidade e são inúteis, por melhores que pareçam ser.

O princípio bíblico de que obedecer é melhor do que sacrificar, nos ensina que há um jeito certo de servir a Deus. Algumas pessoas pensam que podem obter o favor e a aprovação de Deus à sua própria maneira, através das decisões e obras de suas próprias vontades. Mas servir a Deus envolve, antes de tudo, obediência total à vontade de Deus.

O versículo que diz que obedecer é melhor que sacrificar

A ideia de que é melhor obedecer do que sacrificar, é tirada de uma passagem bíblica do Antigo Testamento que registra uma ordem de Deus ao rei Saul. O Senhor ordenou que os israelitas destruíssem totalmente os amalequitas, de modo que nada e ninguém fosse poupado. Os amalequitas eram um povo que descendia de Amaleque, neto de Esaú, o irmão incrédulo de Jacó. Os amalequitas eram inimigos dos israelitas.

Mas o problema é que o exército de Israel liderado por Saul desobedeceu à ordem do Senhor ao poupar Agague, o rei dos amalequitas, e tomar como despojo o melhor dos rebanhos de Amaleque. E foi nesse contexto que Deus falou ao profeta Samuel que havia se arrependido de ter constituído Saul rei de Israel, porque ele havia deixado de segui-lo e de obedecê-lo (1 Samuel 15:10).

No outro dia, Samuel foi se encontrar com Saul para lhe comunicar a repreensão do Senhor. O profeta relembrou Saul sobre como Deus lhe havia colocado como rei sobre as tribos de Israel e lhe dado uma ordem muito clara, porém ele havia desobedecido à voz do Senhor.

Entretanto, Saul tentou se justificar dizendo que ele tinha obedecido ao Senhor, e que só havia pegado despojos dos amalequitas porque tinha em vista os interesses do próprio Deus. Em outras palavras, Saul supostamente tinha poupado o melhor dos rebanhos de Amaleque para usar como sacrifício ao Senhor (1 Samuel 15:20,21).

Então foi nesse contexto que o profeta Samuel falou: “Tem, porventura, o Senhor tanto prazer em holocaustos e sacrifícios quanto em que se obedeça à sua palavra? Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar, e o atender, melhor do que a gordura de carneiros” (1 Samuel 15:22).

Em seguida, Samuel anunciou a Saul que por ele ter rejeitado a palavra do Senhor, Deus também o tinha rejeitado como rei de Israel. A rebelião e a obstinação de Saul foram comparadas aos pecados de feitiçaria e idolatria (1 Samuel 15:23).

Receber Estudos da Bíblia

É melhor obedecer do que sacrificar

O rei Saul escutou a palavra do Senhor, mas não a tomou para si. Na verdade, suas ações inconsequentes mostraram que ele pensava que podia fazer melhor do que o próprio Deus. A ordem divina era para que ele destruísse completamente os amalequitas, um povo que tinha feito aquilo que era mal perante o Senhor durante séculos.

Mas Saul ousou em considerar “bom” aquilo que Deus tinha condenado como “mau”; ele tinha escolhido ser sábio a seus próprios olhos, e prudente diante de si mesmo (cf. Isaías 5:20,21). Sua conduta foi tão arrogante que ele enxergou o seu fracasso como uma grande vitória. De certa forma, Saul agiu como os fariseus do tempo de Jesus que se orgulhavam de supostamente fazerem mais do que a Lei de Deus exigia. Por isso, ao invés de reconhecer o seu erro, Saul se ocupou de arrumar justificativas.

Ainda hoje muita gente age como Saul. São pessoas que não entendem que obedecer é melhor do que sacrificar. Quando Saul foi confrontado por Samuel, ele alegou que tinha o melhor dos propósitos: sacrificar ao Senhor.

De fato, Deus havia estabelecido os sacrifícios como parte importante da adoração de Israel nos tempos do Antigo Testamento. No entanto, a fidelidade à aliança com o Senhor era o que fazia com que aqueles sacrifícios não fossem meros ritos sem significado (cf. Oseias 6:6). Um crente israelita não podia se aproximar do Senhor sem um coração sincero e submisso que expressava a fé genuína; ainda que ele oferecesse todos os sacrifícios possíveis. Na verdade, sem a obediência os sacrifícios eram em vão.

A importância de obedecer

O princípio de que obedecer é melhor que sacrificar permanece válido para os nossos dias. Nossas liturgias são completamente vazias e hipócritas quando elas não consistem na expressão da nossa total obediência e submissão a Deus.

Os verdadeiros adoradores não são aqueles que cumprem meros rituais externos, mas são aqueles que adoram a Deus em espírito e em verdade (João 4:24). Inclusive, um coração quebrantado e contrito é o tipo de sacrifício que Deus está interessado, e isso exige obediência irrestrita (cf. Salmo 51).

Então obedecer é melhor que sacrificar, porque servir ao Senhor de modo aceitável envolve fazer a vontade de Deus da maneira certa, no momento certo e pelos motivos certos (Wiersbe W., 2001). Sem a obediência à palavra de Deus, qualquer forma de adoração não passa de religiosidade hipócrita.

Que tal fazer Bacharel em Teologia sem mensalidades? Clique aqui! Pergunta Estudo Bíblico
Fechar