Quem Foi o Profeta Miqueias?

Miqueias foi um profeta levantado por Deus para profetizar em Judá num período importante de sua história. O profeta Miqueias também é o autor de um livro do Antigo Testamento que leva seu nome. Em seu livro estão as únicas informações acerca de quem foi Miqueias na Bíblia, embora seja citado brevemente por Jeremias (Jeremias 26:18).

O nome Miqueias significa “quem é como Jeová?”. Miqueias é um nome hebraico muito comum que pode ser soletrado de diferentes formas, como Mica e Micaías.

A história de Miqueias

O profeta Miqueias era natural de Moresete, uma cidade de Judá. Por isto ele é designado como “morastita” (Miqueias 1:1). Isso significa que Miqueias era um estrangeiro em Jerusalém. Acredita-se que Moresete ficava cerca de pouco mais de 30 quilômetros de Jerusalém.

É possível que Miqueias tenha vivido num ambiente rural, mas faltam evidências para caracterizá-lo como um homem do campo. Alguns intérpretes conjecturam que Miqueias era um fazendeiro, porém isto é apenas uma especulação com base em certos detalhes de seu livro. Seja como for, embora ele fosse natural de uma cidade do interior, Miqueias estava atento às corrupções das grandes cidades de Israel e Judá.

O profeta Miqueias foi contemporâneo do profeta Isaías. Muito provavelmente eles se conheciam, e talvez isso possa explicar a clara semelhança numa pequena parte de seus textos (cf. Isaías 2:2-4 e Miqueias 4:1-3). Em seu livro Miqueias mostra ser um habilidoso escritor. Ele organiza e alterna temas em sua narrativa com muita rapidez e capacidade. Ele também mostra grande eloquência, coragem e autoridade ao falar.

O ministério do profeta Miqueias

O profeta Miqueias exerceu seu ministério durante os reinados de Jotão (742-735 a.C.), Acaz (735-715 a.C.) e Ezequias (715-735 a.C.). Ele dirigiu sua mensagem tanto ao reino do sul quanto ao reino do norte. Por isto sua profecia contempla as cidades de Jerusalém, de Judá, e Samaria, de Israel.

No tempo do ministério do profeta Miqueias havia um grande contraste social. A classe rica e poderosa oprimia e explorava os pobres que muitas vezes viviam na linha da miséria. Os grandes proprietários de terras contavam com o apoio dos políticos e religiosos corruptos de Israel para obter vantagem sobre os que nada tinham. O resultado disso é que toda a nação tornou-se moralmente corrompida (cf. Miqueias 2:1-5; 3; 6:9-16; 17:1-7).

Alguns estudiosos sugerem que o profeta Miqueias exerceu seu ministério entre as classes mais humildes da nação, enquanto Isaías profetizava em Jerusalém. Mas é difícil delimitar sua atuação nesse sentido. A cidade de Jerusalém muitas vezes foi o centro de sua mensagem, e o profeta denunciou os mais poderosos do reino.

Receber Estudos da Bíblia

A profecia do profeta Miqueias

Foi num contexto de desigualdade e corrupção que Deus levantou o profeta Miqueias para anunciar juízo sobre Israel, conclamar o arrependimento em Judá e apontar para a esperança num tempo de crise. O profeta Miqueias trouxe palavra de juízo ao anunciar que Deus usaria a Assíria como instrumento de julgamento contra seu povo pecador.

Tal como o profeta Miqueias profetizou, os assírios marcharam contra Samaria e a destruíram em 722 a.C. (2 Reis 17:1-6). Os assírios, sob a liderança do rei Senaqueribe, também avançaram contra Judá chegando até o portão de Jerusalém (cf. Miqueias 1:8-16). Mas durante o cerco à cidade de Jerusalém, o rei Ezequias se arrependeu e Deus teve misericórdia de seu povo, fazendo com que o exército da Assíria recuasse (cf. Jeremias 26:18-19).

A profecia do profeta Miqueias também serviu para preparar os judeus para o exílio babilônico. O profeta falou acerca da restauração futura de um remanescente de Judá mediante a misericórdia e a graça de Deus.

Então apesar do julgamento divino por causa de seu pecado, o povo da aliança seria libertado, restaurado e abençoado. Mas o cumprimento pleno da profecia de Miqueias sobre um tempo de restauração, libertação e paz é alcançado somente em Cristo.

Miqueias profetizou que a casa de Davi seria erguida mais uma vez depois do cativeiro, e reinaria sobre o mundo inteiro, trazendo paz para o povo de Deus (Miqueias 5:1-6). Esses acontecimentos tiveram início na primeira vinda de Jesus Cristo e alcançará sua completude com seu retorno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close