Leia diariamente estudos bíblicos, devocionais, esboços de pregações, parábolas de Jesus, artigos teológicos, curiosidades bíblicas, escola dominical (EBD) e muito mais!

Quais São os Profetas Maiores e os Profetas Menores?

Profetas Maiores e Profetas Menores são os livros dos profetas bíblicos organizados em duas categorias de acordo com o volume de seu conteúdo. Portanto, a nomenclatura “Profetas Maiores” e “Profetas Menores” é apenas uma forma de classificação.

É importante entender isto para que se saiba que a designação como “maior” ou “menor”, se refere ao tamanho do escrito produzido pelo profeta, e não a importância de seu ministério.

Tanto os que produziram um texto maior como os que produziram um texto menor, ou até mesmo os profetas que não produziram texto algum, todos foram igualmente importantes e cumpriram o propósito de Deus através de seus ministérios.

Os profetas que produziram literatura (tanto os maiores quanto os menores) são geralmente chamados de “profetas escritores“. Já os profetas que não produziram textos que compõe o cânon bíblico são geralmente chamados de “profetas oradores“. Entre os profetas oradores podemos citar como exemplo Elias e Eliseu.

Também é interessante sabermos que os livros do Antigo Testamento são classificado em quatro divisões: Livros da Lei, Livros Históricos, Livros Poéticos e Livros Proféticos. Esta classificação deriva da Vulgata Latina (versão da Bíblia em latim), que por sua vez foi derivada da Septuaginta (versão grega do Antigo Testamento). É justamente a última seção que possui 17 livros e que é classificada em Profetas Maiores e Profetas Menores.

Já na Bíblia hebraica há três divisões principais, sendo: A Lei, Os Profetas e Os Escritos. Na Bíblia hebraica os livros dos Profetas Menores são contados apenas como um único livro.

Quais são os Profetas Maiores?

Cinco livros do Antigo Testamento formam o conjunto dos Profetas Maiores, e foram escritos por quatro profetas:

  1. Livro de Isaías: o profeta Isaías escreveu esse livro em cerca de 686-650 a.C., a fim de incentivar seus contemporâneos a serem fieis ao Senhor, e advertir os futuros leitores exilados acerca da necessidade do arrependimento de seus pecados, confortando-os que, após o exílio, Deus abençoaria o remanescente fiel de seu povo.
  2. Livro de Jeremias: escrito pelo Profeta Jeremias e Baruque, possivelmente seu aluno e/ou escriba. A data fica em torno de 580-539 a.C. O principal propósito do livro é exortar os exilados acerca do motivo de suas provações, e mostrar-lhes que o povo de Deus voltaria para a Terra Prometia ao se arrependerem.
  3. Lamentações de Jeremias: a tradição atribui esse livro ao Profeta Jeremias, porém o estilo literário parece indicar que possa ter sido compilado de várias fontes, tornando então impossível a identificação de um único autor. O livro foi escrito entre 586-516 a.C. e trata das terríveis condições impostas pelos babilônicos a Jerusalém e ao povo de Deus.
  4. Livro de Ezequiel: o autor foi o Profeta Ezequiel em cerca de 593-570 a.C., com o propósito de incentivar os exilados a se manterem fiéis a Deus, pois Ele cumpriria a promessa de reconduzir o povo à Terra Prometida.
  5. Livro de Daniel: escrito pelo próprio Profeta Daniel aproximadamente em 539 a.C., esse livro mostra, sobretudo, a soberania de Deus na História.

Dentre os Profetas Maiores, Isaías, Jeremias e Daniel são citados nominalmente no Novo Testamento.

Quais são os Profetas Menores?

São doze os livros que formam o conjunto dos Profetas Menores, sendo eles:

  1. Livro de Oseias: escrito pelo Profeta Oseias em cerca de 760-722 a.C., com propósito de mostrar o julgamento divino, e a restauração que aconteceria a seguir.
  2. Livro de Joel: o próprio Profeta Joel é o autor desse livro, com o propósito de chamar o povo de Deus ao arrependimento, diante da realidade da chegada do Dia do Senhor. A data é incerta.
  3. Livro de Amós: escrito pelo Profeta Amós em cerca de 760-750 a.C., com o propósito de revelar o iminente castigo divino por causa dos pecados em Israel e Judá e anunciar a esperança de restauração que haveria após o exílio.
  4. Livro de Obadias: o autor foi o Profeta Obadias em aproximadamente 586 a.C. O livro mostra o encorajamento ao povo de Judá que estava enfrentando problemas vindos de Edom.
  5. Livro de Jonas: não se sabe exatamente quem escreveu esse livro que toma o nome de seu personagem principal, o Profeta Jonas. A data provável é 750-613 a.C., e tem o propósito de convidar os israelitas a entenderem os propósitos de Deus quanto a sua misericórdia e soberania às outras nações.
  6. Livro de Miqueias: escrito pelo Profeta Miqueias por volta de 742-686 a.C., com o objetivo de anunciar os julgamentos de Deus contra o pecado e as suas promessas de restauração após o exílio babilônico.
  7. Livro de Naum: o autor foi o Profeta Naum em aproximadamente 663-612 a.C., e sua mensagem conforta Judá acerca dos julgamentos que acometeriam a cidade de Nínive.
  8. Livro de Habacuque: escrito pelo Profeta Habacuque em torno de 605-600 a.C. para guiar o povo de Israel em direção à fé em Deus, durante o período terrivelmente conturbado que seguiria.
  9. Livro de Sofonias: o Profeta Sofonias foi o autor do livro em aproximadamente 640-621 a.C. O principal propósito é convidar o povo ao arrependimento diante da invasão babilônica, como também fortalecer a esperança numa restauração após o período de exílio.
  10. Livro de Ageu: escrito pelo Profeta Ageu em aproximadamente 520 a.C. com o propósito de incentivar a reconstrução do Templo, e enfatizar a esperança de grandes bênçãos para o povo de Israel depois do exílio.
  11. Livro de Zacarias: o autor é o Profeta Zacarias por volta de 520-475 a.C. e trata, principalmente, das bênçãos prometidas em relação à vinda do reino de Deus em sua plenitude.
  12. Livro de Malaquias: o Profeta Malaquias é o autor desse livro com data aproximada em 458-433 a.C., e conclama a renovação da fé no período pós-exílico com o anuncio da vinda do julgamento do Messias.

Dentre os Profetas Menores, Oseias, Jonas e Joel são citados nominalmente no Novo Testamento.

Aplicativo de Estudo Bíblico

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.