Quando Estou Fraco é Que Sou Forte: O Que Isto Significa?

A declaração “quando estou fraco é que sou forte” significa que é o poder de Cristo que fortalece o crente, e não sua própria força. Inclusive, pela causa e pelo poder de Cristo, o cristão pode se deleitar nas fraquezas (2 Coríntios 12:10).

Essa declaração foi dita pelo apóstolo Paulo em sua segunda carta à igreja em Corinto. Ele escreve: “Por isso sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias por amor de Cristo. Porque quando estou fraco então sou forte” (2 Coríntios 12:10).

Ele fala que nada havia nele para ser motivo de glória e honra. Ao contrário dos falsos apóstolos que se gloriavam em suas próprias qualidades e experiências, o apóstolo Paulo diz se gloriar unicamente na cruz de Cristo. Então ele reconhece que não está alicerçado em suas próprias forças, mas que é sustentado pelo poder da graça do Senhor.

Essa graça maravilhosa era suficiente para fazê-lo suportar qualquer sofrimento e adversidade. Na verdade ele próprio havia escutado como resposta do próprio Senhor a conhecida frase: A minha graça te basta, porque o poder se aperfeiçoa na fraqueza (2 Coríntios 12:9).

Quando estou fraco

O apóstolo Paulo não tinha uma vida perfeita com ausência de problemas. Muito pelo contrário! Constantemente ele era desafiado por injúrias, perseguições, angústias e necessidades diversas (2 Coríntios 12:10).

Essas fraquezas naturalmente deviam ser motivo para lamento e insatisfação. Mas não era isso que acontecia com Paulo. Contrariando qualquer tipo de lógica humana, o apóstolo afirma claramente se gloriar e sentir prazer nas fraquezas. Ele simplesmente via seus sofrimentos como caminhos de contentamento. Sim, suas dores eram razões para que ele se alegrasse.

Certamente alguém deve perguntar: Por que o apóstolo Paulo se gloriava sem suas fraquezas? A resposta não é outra senão o poder de Cristo! Isso explica por que ele diz “pois quando estou fraco então sou forte”.

Receber Estudos da Bíblia

Então sou forte

O apóstolo Paulo declarou “pois quando estou fraco então sou forte” porque ele entendeu que em todos os seus sofrimentos o poder de Cristo estava operando. Ele diz ser forte na fraqueza porque a graça do Senhor não depende das habilidades humanas. Então ele se contenta em sua limitação, pois apesar da fragilidade humana, o poder de Cristo segue operando ativamente em sua vida.

S. J. Kistemaker diz que a declaração de Paulo “quando estou fraco então sou forte” significa que quanto mais fraco é o homem, mais forte é a operação do poder de Cristo por meio dele. O Senhor queria usar o apóstolo como mensageiro que não confia em suas próprias forças, mas que reconhece sua completa dependência de Deus.

Isso explica o porquê de Paulo escrever o seguinte versículo: “De boa vontade, pois, mais me gloriarei nas fraquezas, para que sobre mim repouse o poder de Cristo” (2 Coríntios 12:9). Essa última frase “para que sobre mim repouse o poder de Cristo” transmite um sentido muito profundo. Ele literalmente pede que o poder de Cristo possa fazer sua habitação sobre ele.

É por tudo isso que o apóstolo diz encontrar contentamento em suas fraquezas. Ele aceita suas dores e sofrimentos pela causa de Cristo. No pensamento de Paulo vale a pena sofrer para que Cristo receba toda honra e glória; vale a pena padecer para que o Evangelho seja anunciado pelo mundo. Mas ele é confortado ao saber que o poder de Cristo opera de tal modo que ele se torna forte no cenário mais improvável: a fraqueza. Dessa forma, a frase “pois quando estou fraco então sou forte” é uma extraordinária declaração de triunfo em Cristo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close