Quem é a Besta do Apocalipse?

O Apocalipse não fala apenas de uma Besta, mas de duas. A primeira delas João viu subindo do mar, e a segunda ele viu subindo da terra. Mas quando as pessoas perguntam sobre quem é a Besta do Apocalipse, geralmente elas se referem à primeira Besta.

A descrição da Besta

João descreve a Besta do Apocalipse como um animal cruel e matador. A palavra “besta” traduz um termo grego que literalmente significa “monstro”. João explica que a Besta do Apocalipse foi convocada pelo Dragão, isto é, por Satanás (Apocalipse 12:17; 13:1).

Seu objetivo é perseguir o povo de Deus e governar sobre o mundo iníquo. Para isto, Satanás lhe deu o seu poder, e lhe habilitou com grande autoridade (Apocalipse 13:3-7). Ao descrever a Besta do Apocalipse, João empresta a mesma linguagem presente no livro do profeta Daniel.

Ele diz que a Besta do Apocalipse possui dez chifres e sete cabeças. Sobre os chifres, ela traz dez diademas, e sobre as cabeças ela ostenta nomes de blasfêmia. A aparência da Besta do Apocalipse é semelhante ao leopardo, com pés de urso e boca de leão (Apocalipse 13:2). Essa descrição combina aspectos das quatro bestas que o profeta Daniel viu em sua visão (Daniel 7:1-27).

A Besta do Apocalipse que sobe do mar tem subordinado a ela a segunda Besta, a Besta que sobe da terra. Essa segunda Besta também é chamada no Apocalipse de “o Falso Profeta”. Saiba mais sobre quem é o Falso Profeta do Apocalipse.

A interpretação sobre a Besta do Apocalipse

Em primeiro lugar, deve-se reconhecer que a descrição da Besta do Apocalipse é simbólica. Esse tipo de linguagem permeia todo o livro do Apocalipse. Não faz qualquer sentido interpretar as características dessa Besta de forma literal.

Da mesma maneira que as bestas profetizadas por Daniel representavam reinos idólatras, a Besta do Apocalipse também deve representar o mesmo. Ela sobe do mar, e isto significa que ela surge da turbulência das nações (cf. Apocalipse 17:15). As sete cabeças e seus diademas indicam que seu poder e autoridade derivam de Satanás (cf. Apocalipse 12:3). Os dez chifres simbolizam a totalidade do poder político e militar que apoia a Besta em seu domínio sobre os homens.

Depois, as sete cabeças aparecem relacionadas com sete colinas e também com sete governantes (Apocalipse 17:9). Os nomes de blasfêmia mostram como os governantes ímpios que se colocam no lugar de Deus blasfemam contra Ele. Dos sete governantes surgirá um oitavo governante final. Isso indica uma sucessão de governos.

Os estudiosos tem identificado esse oitavo governante com o Anticristo escatológico que surgirá no período final da presente era. Assim, ele corresponde ao pequeno chifre da visão de Daniel, que blasfema contra Deus e faz guerra aos santos (Daniel 7:25).

Receber Estudos da Bíblia

O significado da Besta do Apocalipse

A Besta do Apocalipse significa o poder perseguidor de Satanás que se manifesta através de um sistema iníquo. Essa opressão maligna se repete ao longo da História. No tempo em que o Apocalipse foi escrito, a Igreja era durante perseguida por Roma e seu imperador. Os cristãos eram presos e mortos por recusarem participar do paganismo da sociedade da época.

Durante toda a História da Igreja alguma perseguição sempre houve. Ainda em nossos dias muitos cristãos são perseguidos e mortos por governos malignos. É a Besta do Apocalipse se manifestando em suas várias formas.

Essa oposição a Deus e ao seu povo se intensificará no período final de nossa História. Imediatamente antes da segunda vinda de Cristo essa oposição satânica alcançara seu auge (2 Tessalonicenses 2:7,8). É por isto que a maioria dos estudiosos concorda que em sua forma final a Besta do Apocalipse representa o Anticristo escatológico e seu sistema.

Aparentemente ele regerá um estado endemoninhado, o último poder anti-cristão. Será um governo opressor que incorporará as características de todos os impérios malignos da História da humanidade. Saiba mais sobre quem é o Anticristo na Bíblia.

Essa será a erupção final da ação de Satanás nesse mundo. Mas os verdadeiros cristãos não devem temer nada disto, mesmo que sejam conduzidos ao martírio. A Bíblia deixa claro que por mais poderosa que a Besta do Apocalipse pareça ser, Deus é quem está no controle de tudo (Apocalipse 13:5-10).

No final, a Besta do Apocalipse e seus seguidores serão destruídos e lançados no lago de fogo e enxofre (Apocalipse 19:20). Leia também um estudo mais detalhado sobre a Besta que sobe da terra e a Besta que sobe do mar.

Tag
Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close