Quem Eram os Amalequitas? Quem Foi Amaleque?

Os amalequitas eram um povo que frequentemente aparece na Bíblia confrontando os israelitas. Os amalequitas habitavam o deserto ao sul de Canaã, mas viviam num regime seminômade. Eles também são chamados na narrativa bíblica de povo de Amaleque.

A origem dos Amalequitas

A maioria dos estudiosos entende que os amalequitas eram os descendentes de Amaleque, neto de Esaú. Amaleque era filho de Elifaz com sua concubina Timma. Ele tornou-se um líder em Edom (Gênesis 36:12,16). Conheça a história de Esaú.

A primeira menção bíblica aos amalequitas é encontrada em Gênesis 14:7. Esse texto diz que toda a “terra dos amalequitas” foi ferida nos dias de Abraão. Mas naquela ocasião os amalequitas ainda não existiam. Isso significa que o autor de Gênesis utiliza os amalequitas apenas como uma referência para designar um determinado território conhecido pelos seus leitores. O livro de Gênesis foi escrito num período em que o povo de Amaleque já existia e eram conhecidos dos israelitas.

Normalmente os amalequitas viviam no deserto do Noguebe, entre Berseba e o Sinai (Números 13:29). O livro de Samuel informa que o povo de Amaleque peregrinava “desde Havilá até chegar a Sur, que está defronte do Egito” (1 Samuel 15:7).

Receber Estudos da Bíblia

O conflito entre os amalequitas e os israelitas

Os amalequitas sempre são contados na Bíblia entre os inimigos de Israel (cf. Salmos 83:7). O primeiro confronto entre os amalequitas e os israelitas ocorreu em Refidim, no deserto do Sinai (Êxodo 17:8-13). Por causa desse ataque foi ordenado que o povo de Amaleque fosse destruído (cf. Deuteronômio 25:17-19). Foi contra os amalequitas que Arão e Hur sustentaram as mãos de Moisés elevadas, enquanto o povo de Israel prevalecia.

Mais tarde, o povo de Israel rebelou contra Deus e a liderança de Moisés, e tentou entrar em Canaã pela região sul. Naquela ocasião eles foram massacrados pelos amalequitas em Hormá (Números 14:43-45).

Balaão falou do povo de Amaleque como “o primeiro das nações” (Números 24:20). Alguns intérpretes acreditam que ao dizer isso ele estava se referindo ao pioneirismo daquele povo naquela região. Outros defendem que ele estava se referindo ao fato de que o povo de Amaleque foi o primeiro a atacar os israelitas após sua saída do Egito.

Os amalequitas também são mencionados no período dos juízes de Israel. Pelo menos duas vezes eles fizeram alianças com seus vizinhos para confrontar os israelitas. Primeiro eles apoiaram Eglom, rei dos moabitas (Juízes 3:13). Depois eles auxiliaram os midianitas em seus ataques ao povo de Israel. Naquela época Deus levantou Gideão, e ele derrotou a todos eles no vale de Jezreel (Juízes 6:33; 7:12-22).

A derrota dos amalequitas

Já no período da monarquia em Israel, Deus, através do profeta Samuel, ordenou que o rei Saul destruísse completamente os amalequitas e suas posses. Nada deveria ser poupado, e os israelitas foram proibidos de tomar até mesmo os despojos de guerra (1 Samuel 14:48; 15:1-8).

Mas Saul desobedeceu à ordem do Senhor. Ele se recusou a matar o gado daquele povo e resolveu poupar a vida do rei Agague. Coube a Samuel matar Agague e repreender a Saul (1 Samuel 15).

O rei Davi também lutou contra os amalequitas. Na verdade foi ele quem conseguiu impor uma derrota esmagadora sobre aquele povo. Ele fez o que Saul foi incapaz de fazer (1 Samuel 27:6; 30:1-20). Os poucos amalequitas que sobraram foram finalmente abatidos no Monte Seir, durante o reinado do rei Ezequias (1 Crônicas 4:43).

Tag

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close