Quem Escreveu o Livro de Crônicas?

O autor de Crônicas não é mencionado explicitamente no livro, mas a tradição judaica afirma que quem escreveu o livro de Crônicas foi Esdras, ou pelo menos o coloca como sendo o autor principal da obra.

No entanto, devido às dificuldades em se determinar com exatidão a identidade de seu autor, o escritor de Crônicas é geralmente referenciado apenas como “o Cronista”.

Antes de falarmos sobre o escritor de Crônicas, é necessário saber que os livros de 1 e 2 Crônicas são duas metades de um único livro. Caso a visão tradicional esteja correta, então Esdras pode ter escrito os livros de Crônicas, Esdras e Neemias.

Com base nessa possibilidade, alguns sugerem que os três livros mencionados acima tinham o propósito de formar uma única obra.

Quando o escritor de Crônicas escreveu esse livro?

A data em que o livro de Crônicas foi escrito está diretamente ligada à discussão sobre quem foi seu autor. Obviamente que para quem considera certa a autoria de Esdras, o livro foi escrito durante o período de seu ministério.

De qualquer forma, muito provavelmente o livro de Crônicas foi escrito entre 538 a.C. e 331 a.C., isto é, após a libertação dos exilados e antes do período alexandrino. Dentro desse período, a faixa de tempo mais provável fica entre 520 e 400 a.C.

Alguns intérpretes sugerem que o escritor de Crônicas escreveu essa obra durante a reconstrução do Templo sob Zarobabel, na época dos ministérios do profeta Ageu e do profeta Zacarias, em aproximadamente 520 a.C.

Todavia, a maioria dos intérpretes entende que o cronista escreveu o livro na segunda metade do século 5 a.C., durante ou depois dos ministérios de Esdras e Neemias, o que de fato fortalece de alguma forma a possibilidade de Esdras ser seu autor.

Esdras foi mesmo quem escreveu o livro de Crônicas?

É evidente que existem muitas similaridades entre o livro de Crônicas e o livro de Esdras. O livro de Crônicas termina registrando o decreto de Ciro em 538 a.C. referente à libertação dos judeus do cativeiro na Babilônia (2 Crônicas 36:22,23).

Já o livro de Esdras parece ser a sequência natural dessa narrativa, visto, inclusive, que os últimos versículos de Crônicas são repetidos como os primeiros versículos de Esdras. Assim, o livro de Esdras dá continuidade ao relato da história dos judeus a partir dos dias de Ciro.

Além disso, ambos os livros destacam as listas e as genealogias, enfatizando as atividades sacerdotais e a observância da Lei. Isso parece sugerir que o autor de Crônicas tinha afinidades com as preocupações sacerdotais que são características ao ministério de Esdras.

Apesar de tudo, dificilmente é possível defender de forma satisfatória que a data em que o livro de Crônicas foi escrito se resume apenas ao tempo de Esdras. O autor de Crônicas também parece demonstrar um interesse especial sobre a monarquia que não está presente no livro de Esdras.

Talvez a maior fraqueza nessa hipótese de que Esdras tenha sido o escritor do livro de Crônicas, seja sua notória preocupação com a apostasia resultante dos casamentos mistos que é denunciada em seu livro, mas que não é um tema que recebe destaque no livro de Crônicas, inclusive deixando de mencionar o declínio do reinado do rei Salomão devido a essa prática (2 Crônicas 1-9).

Receber Estudos da Bíblia

O que se sabe sobre o escritor de Crônicas

Apesar de não se saber exatamente quem escreveu o livro de Crônicas, alguns detalhes presentes no livro nos ajudam a entender um pouco sobre sua identidade.

O autor de Crônicas utilizou diversas fontes escritas, como alguns textos bíblicos registrados nos livros de Samuel, Reis, Juízes, Rute, Salmos e, inclusive, o Pentateuco. Ele também citou os profetas Isaías, Jeremias e Zacarias.

Além disso, o escritor de Crônicas era alguém que provavelmente tinha acesso a documentos reais oficiais, e se refere a esses registros com expressões como “A História do Rei Davi” e “Livro da História dos Reis de Judá e de Israel”.

O cronista também fez uso de certas fontes proféticas, como escritos associados a Samuel, Natã, Gade, Aías e outros. Combinado aos documentos reais, o cronista também tinha acesso a registros, listas e genealogias do Templo.

Com base em tudo isso, a possibilidade de um escriba ter sido o autor de Crônicas pode explicar as extensas fontes que o cronista teve acesso.

É possível que realmente Esdras tenha sido o principal autor do livro de Crônicas, ou pelo menos tenha contribuído de algum modo para sua organização e redação, mas não existem evidências históricas e bíblicas que apontem de forma conclusiva para a identidade de seu autor.

Portanto, a melhor resposta para a pergunta sobre quem escreveu o livro de Crônicas é dizer que simplesmente foi “o Cronista”.

Que tal fazer Bacharel em Teologia sem mensalidades? Clique aqui! Pergunta Estudo Bíblico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar