Quem Escreveu o Livro de Provérbios?

O livro de Provérbios foi escrito por vários autores. Na verdade o livro de Provérbios é uma coleção de ditos procedentes de alguns homens sábios. Dentre eles, o autor mais conhecido é o rei Salomão.

O livro de Provérbios destaca que Deus é a fonte de toda sabedoria. Em si mesmo, o homem é ignorante, a menos que aprenda da sabedoria divina sendo reverente a Deus. A forma com que a sabedoria é retratada nesse livro também aponta para Cristo, a encarnação da sabedoria de Deus (1 Coríntios 1:24,30; Colossenses 2:2,3).

Quando o livro de Provérbios foi escrito?

Provavelmente o livro de Provérbios foi escrito ao longo de aproximadamente 300 anos. O período mais provável é entre 960 e 686 a.C. Essas datas são sugeridas com base nos reinados de dois dos homens citados no livro. O rei Salomão começou a reinar em cerca de 970 a.C.

Já o rei Ezequias mencionado no capítulo 25, reinou até 686 a.C. Isso indica que todos os provérbios presentes no livro parece que foram compostos antes da queda de Jerusalém e o consequente exílio babilônico no tempo do rei Nabucodonosor. Todavia, não é possível afirmar quando o livro alcançou sua forma atual tal qual se encontra no Cânon Bíblico.

Receber Estudos da Bíblia

Quem foram os autores do livro de Provérbios?

Talvez não seja possível identificar com exatidão todos os autores de Provérbios, mas o próprio livro menciona o nome de alguns deles:

Salomão

O rei Salomão é o primeiro autor a ser mencionado. Seu nome aparece em três passagens (Provérbios 1:1; 10:1; 25:1). Alguns estudiosos argumentam que talvez os provérbios atribuídos a Salomão foram, na verdade, escritos por outros autores. Esses sábios desconhecidos apenas teriam utilizados o nome de Salomão.

Obviamente Salomão não escreveu o livro inteiro, mas há boas razões para aceitar que ele tenha sido o autor da maior parte dos provérbios entre os capítulos 1 e 24. Através da compilação de Ezequias, os provérbios dos capítulos 25 a 29 também podem ser atribuídos a ele. Muitos estudiosos concordam que tanto a influência indireta de Salomão sobre o livro de Provérbios, quanto sua autoria direta de grande parte do material do livro, é incontestável.

Além de seu nome aparecer no livro, a própria Bíblia declara que o rei Salomão escreveu muitos provérbios (1 Reis 4:29-34). Essa informação está de acordo com o testemunho bíblico acerca da sabedoria singular que ele recebeu de Deus (1 Reis 3:5-14; 4:29-34; 5:7,12; etc.). Conheça a história do rei Salomão.

Agur

A autoria do capítulo 30 é atribuída a Agur, filho de Jaque. Além dessa breve informação, nada se sabe sobre quem teria sido esse mestre sábio. Seus provérbios destacam que o homem não possui sabedoria de si mesmo, mas que a verdadeira sabedoria tem origem em Deus.

Lemuel

Já o capítulo 31 é atribuído ao rei Lemuel. Não há na Bíblia, ou mesmo na literatura de Israel, algum registro de um rei com esse nome. Por conta disto os estudiosos têm defendido que talvez esse sábio fosse um prosélito da fé judaica.

Além disso, analisando os provérbios de Lemuel é possível notar certas semelhanças de estilo com a literatura sapiencial babilônica e egípcia. O ponto central de seus ditos é a preparação de governantes para desempenhar seus deveres de forma sábia e justa. É possível também que o nome Lemuel seja uma forma extensa do nome Lael, que significa “dedicado a Deus” (cf. Números 3:24).

Ezequias

O livro também informa que Ezequias mandou transcrever certos provérbios de Salomão (Provérbios 25:1). Não é possível dizer exatamente como ocorreu essa compilação. Não se sabe se houve alguma adaptação, e se no meio dessa seção (capítulos 25-29) há algum provérbio de autoria do próprio Ezequias.

Que tal fazer Bacharel em Teologia sem mensalidades? Clique aqui! Pergunta Estudo Bíblico
Etiquetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar