Quem foi Cleopas na Bíblia?

Cleopas foi um dos dois discípulos a quem Jesus apareceu no caminho de Emaús. Embora Cleopas não pertencesse ao grupo dos Doze, obviamente ele fazia parte do grupo maior de seguidores de Cristo. Inclusive, o Evangelho de Lucas faz referência a um grupo de setenta discípulos que acompanhava o ministério de Jesus.

A Bíblia não menciona os nomes desses discípulos, mas uma antiga tradição cristã inclui Cleopas entre eles. Obviamente existe a possibilidade real de que, de fato, Cleopas fazia parte desse grupo de setenta discípulos.

Mas há poucas informações na Bíblia sobre quem foi Cleopas. É certo apenas que ele é mencionado no Evangelho de Lucas no episódio em Emaús. O texto bíblico diz que no domingo da ressurreição de Jesus, dois discípulos saíram de Jerusalém rumo à aldeia de Emaús, que ficava a pouco mais de dez quilômetros de Jerusalém. No caminho, os dois discípulos falavam sobre os acontecimentos do final de semana da crucificação.

Foi então que o Senhor Jesus se aproximou e começou a caminhar com eles. Contudo, Cleopas e o outro discípulo não reconheceram Jesus. Inclusive, quando Jesus perguntou aos dois sobre o que eles falavam, parece que Cleopas ficou um tanto quanto incomodado com o fato de Jesus aparentemente ter mostrado desconhecimento do que havia acontecido em Jerusalém naqueles últimos dias (Lucas 24:18).

Pelo abatimento demonstrado por Cleopas e o seu companheiro de viagem, parece que eles estavam meio que incrédulos e pessimistas com a possibilidade de Jesus ter ressuscitado. Mas Jesus expos as Escrituras para eles, e quando chegaram a Emaús, os dois discípulos insistiram para que Jesus ficasse com eles. Então quanto estavam à mesa, Cristo se revelou a Cleopas e ao outro discípulo no partir do pão (Lucas 18:31).

Receber Estudos da Bíblia

Curiosidades sobre Cleopas na Bíblia

Alguns estudiosos procuram identificar Cleopas com o marido de uma das Marias que estavam junto à cruz durante a crucificação do Senhor Jesus Cristo (João 19:25). Essa identificação vem desde os tempos dos Pais da Igreja.

A dificuldade com essa identificação é que há uma diferença na etimologia dos nomes, pois o marido de Maria se chamava Clopas — algumas traduções trazem o nome Cleofas. Essa diferença ocorre pelo fato de que Cleopas é um nome grego, talvez uma forma abreviada de Cleopatros. Já o nome Clopas é de origem semítica, ou seja, é um nome hebraico ou aramaico. Diante disso, algumas pessoas argumentam que é possível que Cleopas fosse a forma grega do nome Clopas.

Outros comentaristas vão ainda mais além e sugerem que Cleopas talvez fosse o pai de Tiago, o menor, um dos apóstolos de Jesus. Essa sugestão se baseia na seguinte linha de raciocínio: primeiro, Cleopas realmente deve ser identificado com o Clopas que era marido de uma das Marias. Segundo, é possível que os nomes Clopas e Alfeu venham de uma mesma raiz. Daí eles entendem que Cleopas, Clopas e Alfeu, são variações de nomes atribuídos a mesma pessoa.

Todas essas possibilidades, no entanto, são apenas especulações. A verdade é que não há uma evidência bíblica direta de que Cleopas, Clopas ou Alfeu sejam a mesma pessoa.

Outra curiosidade sobre Cleopas é que há uma antiga tradição cristã que afirma que ele era natural da vila de Emaús, e que foi nessa mesma vila que Cleopas teria sido martirizado por causa de sua fé no Cristo ressuscitado. Mas não há como ter certeza de que isso realmente tenha acontecido.

Que tal fazer Bacharel em Teologia sem mensalidades? Clique aqui! Pergunta Estudo Bíblico
Fechar