Quem Foi Epafrodito na Bíblia?

Epafrodito foi um cristão que se empenhou muito na obra do Senhor no tempo da Igreja Primitiva, no primeiro século da Era Cristã. Epafrodito é citado de forma exemplar pelo apóstolo Paulo no Novo Testamento na Carta aos Filipenses (Fiipenses 2:25-30; 4:18).

Mas é preciso reconhecer que pouco se sabe sobre a história de Epafrodito. Na verdade, Epafrodito é um daqueles personagens bíblicos desconhecidos que são citados brevemente na Bíblia, porém de forma marcante. Então apesar de ele ser mencionado em poucos versículos, o texto bíblico deixa claro que ele era um cristão piedoso, temente a Deus, comprometido com a causa do Evangelho e um exemplo digno de ser imitado pelos crentes.

Ao que parece Epafrodito era macedônio, talvez da própria cidade de Filipos. Seu nome grego significa “simpático” ou “bem afeiçoado”. Esse nome era muito comum no mundo romano tanto em sua forma grega como em sua forma latina, Venustus. Inclusive, esse nome pode servir como indicativo de que Epafrodito não era de origem judaica.

Mas Epafrodito não deve ser confundido com outro cristão notável de sua época chamado Epafras, fundador da igreja de Colossos – embora esse nome seja uma forma contraída de Epafrodito (Colossos 1:7; 4:12; Filemom 23).

A história de Epafrodito na Bíblia

Epafrodito aparece na Bíblia em conexão com a igreja de Filipos. Isso provavelmente significa que ele congregava naquela comunidade cristã, pois ele era muito bem estimado por aquela igreja. Por isso ele foi o responsável por levar a ajuda da igreja filipense ao apóstolo Paulo enquanto ele esteve preso em Roma.

Inclusive, Paulo diz que a oferta caridosa dos crentes filipenses foi algo que lhe confortou muito e também foi aprazível a Deus (Filipenses 4:18). Aqui vale lembrar que a igreja de Filipos foi a única que contribuiu com o ministério do apóstolo Paulo quando ele partiu da Macedônia (Filipenses 4:15).

Mas o texto bíblico também diz que Epafrodito ficou muito doente. A Bíblia não informa qual doença lhe acometeu, mas diz que ele ficou em estado grave, à beira da morte. Sua recuperação, no entanto, foi devido à misericórdia de Deus tanto para com Epafrodito quanto para com Paulo, que declarou que se algo tivesse acontecido a Epafrodito isso lhe seria “tristeza sobre tristeza” (Filipenses 2:27).

Em sua carta, o apóstolo Paulo também não explica se Epafrodito ficou doente durante a desgastante viagem entre Filipos e Roma ou se ele ficou doente já na cidade romana enquanto auxiliava o apóstolo em sua prisão. Mas Paulo deixa claro que o que aconteceu a Epafrodito foi pela obra de Cristo (Filipenses 2:30).

Depois de ter se recuperado, Paulo enviou Epafrodito rapidamente de volta à cidade de Filipos, porque ele estava com muitas saudades dos filipenses, e também estava muito angustiado por pensar que os crentes de Filipos estivessem preocupados com seu estado de saúde.

Então o retorno de Epafrodito faria os crentes filipenses se alegrarem ao vê-lo (Filipenses 2:28). Dessa forma, Epafrodito foi também o portador da Carta de Paulo aos Filipenses. Além do mais, a estima de Paulo por Epafrodito era tão grande que ele pediu que os crentes filipenses o recebessem com honra e com toda alegria no Senhor (Filipenses 2:29).

A forma como o apóstolo Paulo fala de Epafrodito como um “enviado” da Igreja de Filipos, tem levado algumas pessoas a pensarem que Epafrodito tivesse sido um oficial na igreja filipense. Mas não há nenhuma evidência que comprove isso, pois embora a palavra “enviado” traduza um termo grego que comumente é traduzido como “apóstolo” no Novo Testamento, esse termo significa simplesmente “mensageiro ou enviado da parte de alguém”.

Receber Estudos da Bíblia

As características de Epafrodito

Em poucas palavras o apóstolo Paulo destacou algumas características incríveis do caráter de Epafrodito. Em primeiro lugar, Paulo diz que Epafrodito era um homem totalmente confiável, que sempre estava pronto a ajudar. Por isso Paulo se dirige a ele como “meu irmão e cooperador, e companheiro de lutas” (Filipenses 2:25). Essa expressão “companheiro de lutas” indica uma pessoa que luta lado a lado com alguém, ou seja, um companheiro de combate, um companheiro de armas.

Em segundo lugar, Epafrodito era um membro ativo em sua igreja local. Isso fica claro pelo fato de ele ter sido o enviado especial da igreja de Filipos para auxiliar Paulo em suas carências. Inclusive, em relação aos crentes filipenses, Paulo chama Epafrodito de “vosso enviado e vosso auxiliar nas minhas necessidades” (Filipenses 2:25). Em outras palavras, Epafrodito serviu como um representante da igreja de Filipos no auxílio a Paulo. Nesse sentido, o serviço de Epafrodito era o serviço da igreja de Filipos.

Em terceiro lugar, Epafrodito era uma pessoa comprometida, antes de tudo, com a causa do Evangelho de Cristo. Embora ele tenha adoecido enquanto foi prestar auxílio ao apóstolo Paulo, o próprio Paulo deixa claro que tudo o que lhe aconteceu foi “pela obra de Cristo”.

Na verdade, de acordo com Paulo, Epafrodito “chegou até bem próximo da morte, não fazendo caso da vida” (Filipenses 2:30). Em outras palavras, o apóstolo diz que Epafrodito arriscou a própria vida, ou seja, esteve disposto a perder sua vida para suprir a carência de socorro dos crentes filipenses para com Paulo. Ao auxiliar o apóstolo durante sua prisão, Epafrodito verdadeiramente estava combatendo na obra de Cristo; e através das páginas da Escritura temos o testemunho de seu trabalho até hoje.

Que tal fazer Bacharel em Teologia sem mensalidades? Clique aqui! Pergunta Estudo Bíblico
Fechar