Quem Foi Jael na Bíblia?

Jael foi uma mulher que ficou conhecida por ter matado Sísera, o general do exército de Jabim, o rei cananeu. Jael viveu no tempo dos juízes de Israel, e sua história na Bíblia está registrada no Antigo Testamento entre os capítulos 4 e 5 do livro de Juízes.

Apesar de a Bíblia não falar muito sobre quem foi Jael, o texto bíblico informa que ela era esposa de um homem chamado Héber. Esse homem é identificado no texto bíblico como “o queneu”. Os queneus eram nômades de linhagem midianita. Inclusive, Moisés se casou com uma mulher do clã dos queneus, e seu cunhado acabou indo para Canaã junto com os israelitas e formado descendência naquele lugar.

Héber, o esposo de Jael, era um descente dessa família que havia se separado dos queneus e estabelecido residência em Zaanim, perto de Quedes, no território de Naftali.

A história de Jael na Bíblia

Jael aparece na Bíblia no contexto da guerra entre a cidade de Hazor e as tribos do norte de Israel. Jabim, rei cananeu da cidade Hazor, havia oprimido os israelitas por vinte anos. Essa opressão era resultado do próprio pecado dos filhos de Israel que tinham feito o que era mal perante o Senhor.

Contudo, a Bíblia diz que chegou o momento em que o Senhor ouviu o clamor dos israelitas. Então através da profetisa Débora, Deus comissionou um homem da tribo de Naftali chamado Baraque para liderar os israelitas contra o exército cananeu de Jabim sob o comando de Sísera.

Mas diante do grande poder militar do exército cananeu, Baraque se mostrou um tanto quanto temeroso e colocou a condição de que só iria para a batalha se Débora estivesse ao seu lado. Débora concordou, mas lhe avisou que por conta disso ele perderia a honra de abater Sísera. Na verdade, caberia a uma mulher a tarefa de matar o temido general cananeu. Essa mulher foi justamente Jael.

Receber Estudos da Bíblia

Jael mata Sísera

O texto bíblico informa que apesar de os israelitas estarem em menor número, Deus interviu e o poderoso exército cananeu conheceu uma derrota desastrosa. Então os cananeus tentaram fugir, incluindo o próprio general Sísera. Embora Baraque estivesse dedicado a perseguir os inimigos fugitivos, ele não foi capaz de capturar Sísera.

Sísera fugou a pé e buscou abrigo na tenta de Jael, pois a casa de Héber não era considerada inimiga dos cananeus de Hazor. De acordo com o texto bíblico, ao notar a aproximação de Sísera, Jael o encorajou a entrar e se esconder em sua tenda.

Dentro da tenda, Jael cobriu o general cananeu com uma coberta. Com sede, ele lhe pediu água, mas com toda sua hospitalidade, Jael lhe deu um pouco de leite. Sísera também pediu que Jael ficasse de guarda à porta da tenda e dissesse a qualquer um que perguntasse, que ali não havia ninguém.

Porém, Jael esperou o exausto Sísera cair num sono profundo, e com um martelo cravou uma estaca de sua tenda na têmpora de Sísera, que morreu ali mesmo. O texto bíblico informa que a violência do golpe foi tão grande, que a estaca cravou na terra (Juízes 4:21). A destreza de Jael ao manusear o martelo e a estaca, provavelmente tinha a ver com o fato de que geralmente era tarefa das mulheres montar e desmontar as tendas.

Em seguida, a Bíblia diz que Jael saiu ao encontro de Baraque que procurava por Sísera, e lhe mostrou o corpo de Sísera ainda com a estaca atravessada em suas têmporas. Depois, Jael foi homenageada no Cântico de Débora como uma verdadeira heroína usada por Deus naquela batalha (Juízes 5:6). E foi assim que, através da história de Jael, da forma mais improvável o Senhor cumpriu a sua palavra e entregou o general do exército inimigo nas mãos de Israel.

Que tal fazer Bacharel em Teologia sem mensalidades? Clique aqui! Pergunta Estudo Bíblico
Fechar