Quem Foi Joabe na Bíblia?

Joabe foi o comandante do exército de Israel durante o reinado de Davi. Joabe era filho de Zeruia, e irmão de Abisai e Asael. Portanto, Joabe era também sobrinho de Davi, pois Zeruia era meia irmã de Davi (2 Samuel 2:18). A Bíblia não diz nada a respeito do pai de Joabe, exceto que ele estava enterrado em Belém (2 Samuel 2:32). O nome Joabe significa “Javé é Pai”.

A história de Joabe na Bíblia começa quando ele é mencionado ao lado de seus dois irmãos na liderança dos homens de Davi na batalha contra o exército de Isbosete, filho do rei Saul. As forças de Isbosete eram lideradas por Abner e acabaram derrotadas. Mas em autodefesa e de forma relutante, Abner acabou matando Asael – irmão de Joabe.

Mais tarde, Joabe cuidou de assassinar Abner de forma traiçoeira para vingar o sangue de seu irmão (2 Samuel 2:23; 3:27,30). A essa altura Abner não estava mais em oposição ao reinado de Davi. Alguns estudiosos acreditam que além de vingança, Joabe pode ter sido motivado por algum tipo de ciúme mortal pela lealdade de Abner a Davi, que poderia colocá-lo como um potencial rival.

De fato o rei Davi não aprovou o que Joabe fez com Abner. Muito pelo contrário! Ele ficou furioso com Joabe e anunciou que Deus haveria de punir o assassino (2 Samuel 3:31-39). Sem dúvida o crime de Joabe devia ser reprovado. Inclusive, ele assassinou Abner em Hebrom, que era uma cidade de refúgio (cf. 2 Samuel 3:28-29). Por tudo isso Davi lamentou a morte de Abner, a quem considerava um grande homem (2 Samuel 3:31-39).

O comandante Joabe

A história bíblica mostra que Joabe foi um comandante muito habilidoso e influente em Israel. Ele venceu muitas batalhas a frente do exército de Davi, como contra a Síria, Amom e Edom. Joabe se tornou o comandante-chefe de todo o exército de Israel quando os israelitas tomaram Jerusalém – que àquela altura era a fortaleza dos jebuseus (2 Samuel 5:8; 1 Crônicas 11:6,8). Aqui vale dizer que naquele tempo Davi já reinava sobre todas as tribos de Israel.

Joabe tinha um caráter bem curioso que alternava atitudes nobres com atitudes no mínimo questionáveis. Sem dúvida ele teve uma participação inegável no estabelecimento e consolidação do reinado de Davi. Parece que ele não era uma pessoa soberba, pois ele cuidou de humildemente dar a Davi todo o crédito pela conquista de Ramote-Gileade (2 Samuel 12:26-31).

Joabe também se mostrou um tanto quanto conciliador quando tratou de pacificar o relacionamento entre Davi e Absalão (2 Samuel 14:23-33). Quando Davi se propôs a realizar o censo do povo, Joabe também tentou fazê-lo desistir daquela ideia ruim (2 Samuel 24:2-4).

Por outro lado, em certas ocasiões Joabe se mostrou uma pessoa reprovável. Além da maneira fria e dissimulada que ele se vingou de Abner, ele se envolveu em outros episódios complicados. Ele não hesitou em fazer valer o plano pecaminoso de Davi para matar Urias, o marido de Bate-Seba (2 Samuel 11:6-26).

Depois da revolta de Absalão, o mesmo Joabe que tentou conciliar pai e filho – Davi e Absalão – foi também o responsável por matar Absalão, mesmo após Davi ter dito expressamente que a vida de seu filho deveria ser poupada (2 Samuel 18:5-33).

Após esses acontecimentos, Joabe foi substituído no comando do exército de Israel. O rei Davi colocou Amasa em seu lugar (2 Samuel 19:13). Mas quando Amasa falhou em conter a revolta de Seba, Joabe aproveitou a oportunidade para eliminá-lo (2 Samuel 20:3-23). Na sequência do relato bíblico não há mais muitas informações sobre Joabe, mas parece que de certa forma durante um tempo ele recuperou seu prestigio com Davi (cf. 2 Samuel 24:2).

Receber Estudos da Bíblia

O fim da vida de Joabe

Os últimos dias da vida de Joabe não poderiam ter sido piores. Quando Davi já estava nos momentos finais de seu reinado, Joabe não foi mais leal aos propósitos do rei. Juntamente com Abiatar e outros líderes, Joabe apoiou a tentativa de ascensão de Adonias ao trono de Israel (1 Reis 1:5-53).

Essa postura de Joabe foi infiel, pois Davi havia indicado Salomão como seu sucessor (1 Reis 2:28). O fato de Joabe ter apoiado o lado errado da disputa pelo trono de Israel acabou, no final das contas, contribuindo para o fim melancólico de sua vida.

Quando Salomão ascendeu ao trono, Joabe fugiu para Gibeão a fim de tentar se proteger diante do altar no santuário. Então o rei Salomão ordenou que Benaia o matasse, para que não recaísse sobre a casa de Davi o sangue que Joabe derramou injustamente – em referência aos assassinatos de Abner e Amasa (1 Reis 2:28-32).

Benaia cumpriu a ordem do rei Salomão e matou a Joabe, que foi enterrado em sua casa, no deserto (1 Reis 2:34). O próprio Benaia assumiu o lugar de Joabe no comando no exército de Israel (1 Reis 2:35).

A Bíblia ainda cita outros dois homens por nome de Joabe: 1) o filho de Seraías, descendente de Quenaz (1 Crônicas 4:14); e 2) o chefe de uma família que retornou do exílio com Zorobabel (Esdras 2:6; Neemias 7:11). Se você deseja conhecer outras histórias de pessoas da Bíblia, conheça nossa Enciclopédia de Personagens Bíblicos.

Que tal fazer Bacharel em Teologia sem mensalidades? Clique aqui! Pergunta Estudo Bíblico
Fechar