Quem Foi Naftali na Bíblia?

Naftali foi o sexto filho de Jacó que deu origem à tribo de Naftali. Ele nasceu de Bila, a serva de Raquel que se tornou concubina de Jacó. A história de Naftali ficou conhecida na Bíblia muito mais em conexão com a tribo que descendeu dele do que especificamente por causa de sua biografia. Na verdade, a Bíblia traz poucas informações específicas sobre quem foi Naftali.

Além de ser meio-irmão de outros filhos de Jacó, Naftali também era irmão de Dã, por parte de mãe. Inclusive, Dã e Naftali nasceram num contexto de disputa dentro da casa de Jacó. Lia e Raquel, as duas esposas de Jacó, disputavam a atenção de Jacó.

Enquanto Raquel era a esposa mais amada, Lia era a esposa fértil que dava filhos a Jacó. Então Raquel, não aguentando mais a dor de não dar um filho a seu marido, recorreu a um antigo costume daquela época que permitia que uma esposa pudesse dar um filho legítimo a seu marido através de sua serva.

A serva escolhida para gerar filhos para sua senhora, se tornava concubina do senhor da casa. Entretanto, os filhos gerados pela serva eram contatos como filhos legítimos da esposa da casa, a senhora da escrava. Foi nesse contexto que Naftali nasceu.

A história de Naftali, filho de Jacó

O significado do nome “Naftali” reflete exatamente a rivalidade presente na casa de Jacó. A Bíblia diz que quando Bila, a mãe biológica de Naftali, lhe deu à luz, Raquel, sua mãe legal, lhe chamou Naftali, pois disse: “Com grandes lutas tenho competido com minha irmã e prevaleci” (Gênesis 30:8). Nesse sentido, o nome Naftali significa literalmente “minha luta” ou “minha disputa”. Alguns interpretes colocam o significado desse nome simplesmente como “lutador”.

A Bíblia não fornece nenhum detalhe sobre a infância de juventude de Naftali. Sabe-se apenas que ele também esteve envolvido no atentado contra o seu meio-irmão mais novo José. De acordo com o texto bíblico, os irmãos de José tinham inveja dele, e até cogitaram matá-lo. Porém, no final eles decidiram vendê-lo como escravo a uma caravana de ismaelitas que estava descendo para o Egito.

Mais tarde, quando José ocupava o posto de governador do Egito, Naftali imigrou para lá junto de seu pai e seus outros irmãos. Naquela ocasião Naftali já era pai de quatro filhos (Gênesis 46:24; 1 Crônicas 7:13).

Por fim, Naftali mais uma vez aparece na narrativa bíblica na ocasião em que Jacó abençoou os seus filhos antes de morrer. Especificamente ao abençoar Naftali, Jacó declarou: “Naftali é uma gazela solta; ele profere palavras formosas” (Gênesis 49:21).

Tanto a tradução quanto o significado dessa declaração, são debatidos pelos estudiosos do Antigo Testamento. Provavelmente a gazela citada na bênção como figura de Naftali e sua descendência, tratava-se do cervo da Mesopotâmia que era conhecido por sua beleza e agilidade.

Então em sua bênção, Jacó associou Naftali a esse animal solto. Por isso, muitos comentaristas entendem que ao dar sua bênção sobre Naftali, Jacó profetizou sobre a impulsividade, agilidade e liberdade da tribo de Naftali nas terras montanhosas de Canaã.

Alguns intérpretes também relacionam a ideia de que Naftali “profere palavras formosas” com o cântico de Débora e Baraque após a libertação de Israel da opressão de Jabim no tempo dos juízes de Israel; visto que Baraque era um descendente de Naftali (Juízes 5).

Receber Estudos da Bíblia

Os descendentes de Naftali na Bíblia

Naftali deu origem a uma das doze tribos de Israel. Seus quatro filhos formaram quatro grandes famílias que organizaram aquela que ficou conhecida como “tribo de Naftali”. Enquanto os israelitas estavam peregrinando no deserto, os descendentes de Naftali acampavam junto dos descendentes de Aser e , ao norte do Tabernáculo.

Depois, quando os israelitas conquistaram a Terra Prometida sob a liderança de Josué, os descendentes de Naftali receberam uma parte ao norte do território conquistado, fazendo divisa com as tribos de Issacar, Zebulom e Aser. Mas por ser uma região fronteiriça, os descendentes de Naftali sofreram com batalhas e invasões ao longo de sua história.

Porém, de forma geral, os descendentes de Naftali também ficaram conhecidos por serem guerreiros valorosos. Eles estiveram ao lado de Gideão no tempo dos juízes, e depois também apoiaram Davi como rei de Israel no tempo da monarquia.

Entre os personagens mais conhecidos da descendência de Naftali estava Baraque, que, ao lado de Débora, libertou o povo israelita do domínio dos cananeus na época em que ainda não havia rei em Israel. Mais tarde, quando o Reino de Israel foi conquistado pela Assíria, muitos dos descentes de Naftali foram deportados de sua terra natal.

Que tal fazer Bacharel em Teologia sem mensalidades? Clique aqui! Pergunta Estudo Bíblico
Fechar