Quem Foi o Profeta Ageu na Bíblia?

O profeta Ageu foi o autor do livro do Antigo Testamento que traz seu nome. Ageu foi um profeta pós-exílico, ou seja, ele aparece na narrativa bíblica no período após o retorno dos exilados da Babilônia. Neste texto, conheceremos um pouco mais sobre quem foi Ageu na Bíblia.

O profeta Ageu

Não há qualquer referência sobre quem foi Ageu além do que é revelado em seu livro no Antigo Testamento. A única menção sobre Ageu em algum outro livro da Bíblia ocorre no livro de Esdras (5:1; 6:14), onde ele é citado ao lado do profeta Zacarias como alguém que profetizou em nome do Deus de Israel aos judeus que estavam em Judá e em Jerusalém.

O nome Ageu significa “festivo” ou “festival”, do hebraico hag. É possível que este nome tenha lhe sido dado por ele ter nascido em algum dia importante das festas judaicas. Se for assim, isto também pode implicar que seus pais eram religiosos.

A história do profeta Ageu

É muito provável que o profeta Ageu tenha nascido ainda na Babilônia, e tenha ido para Jerusalém após o decreto de 538 ou 537 a.C. emitido por Ciro, rei da Pérsia, o qual permitiu que os judeus retornassem à sua terra natal (2Cr 36:22,23; Ed 1:1-4).

Como o profeta Ageu não é citado antes de aproximadamente 520 a.C., alguns sugerem que ele ainda era criança na época do decreto, e que tenha retornado do exílio com seus pais. Outros também apontam para a possibilidade do profeta Ageu ter retornado juntamente com um novo grupo de exilados mais ou menos nessa mesma data, porém neste caso talvez já fosse um jovem ou adulto.

Seja como for, o que se sabe é que o profeta Ageu de alguma forma testemunhou a crescente apatia durante o período pós-exílico, e no momento apropriado, foi usado por Deus como profeta entre seu povo.

Pelos relatos de seu livro, podemos perceber que Ageu foi um profeta muito ativo em Judá durante o período da reconstrução do segundo Templo, em aproximadamente 520 e 515 a.C. Como já foi dito, o profeta Ageu foi contemporâneo de Zacarias.

Quando os exilados retornaram do cativeiro, de forma bastante entusiasmada começaram a reconstruir o Templo em aproximadamente 536 a.C. Entretanto, devido à oposição dos samaritanos, a reconstrução foi paralisada, até ser retomada novamente em 520 a.C. (Ed 4:4,5,20).

Existe também a possibilidade de que saqueadores persas, por volta 525 a.C., tenham castigado a Palestina de tal forma que a reconstrução do Templo parecia ser algo praticamente impossível.

Receber Estudos da Bíblia

A mensagem de Ageu

Assim, foi nesse cenário que Ageu foi levantado como profeta do Senhor, a fim de que profetizasse ao povo de maneira que eles fossem estimulados a se esforçarem para reconstruir o Templo (Ag 1:12-15; Ed 5:1,2; 6:13-15).

Certamente a frase mais conhecida dentre as profecias do profeta Ageu está registrada nos versículos 8 e 9 do capítulo 2 de seu livro, onde é dito: “Minha é a prata, e meu é o ouro, disse o Senhor dos Exércitos.
A glória desta última casa será maior do que a da primeira, diz o Senhor dos Exércitos, e neste lugar darei a paz, diz o Senhor dos Exércitos“.

As profecias contidas em seu livro são datadas de 520 a.C., o que corresponde ao segundo ano do reinado de Dario I. Basicamente, as profecias de Ageu podem ser organizadas em quatro mensagens:

  • Ele chamou o povo para reconstruir o Templo, mostrando a importância de abandonarem a negligência em que estavam (Ag 1:1-15).
  • O profeta Ageu falou sobre as bênçãos de Deus que seriam derramadas, e o potencial de uma glória maior que haveria no novo Templo (Ag 2:1-9).
  • O profeta Ageu ressaltou as bênçãos futuras de Deus para um povo que havia se corrompido (Ag 2:10-19).
  • Ageu também profetizou sobre a promessa de Deus acerca da vitória de seu povo sobre as nações. Na ocasião, Zorobabel, neto do rei Jeoaquim, era o representante da casa de Davi.
Que tal fazer Bacharel em Teologia sem mensalidades? Clique aqui! Pergunta Estudo Bíblico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar