Quem Foi Onesíforo na Bíblia?

Onesíforo foi um cristão membro da igreja de Éfeso. Ele ficou conhecido por seu exemplo de misericórdia e companheirismo para com o apóstolo Paulo. Apesar de a não haver muitos detalhes sobre quem foi Onesíforo, sem dúvida sua breve história na Bíblia é um exemplo de conduta piedosa e benevolente que deve ser imitada pelos crentes de todas as épocas e lugares.

O nome Onesíforo tem origem grega. Seu significado provavelmente pode ser melhor entendido como sendo “aquele que traz proveito”. Onesíforo é mencionado no texto bíblico do Novo Testamento na segunda carta que Paulo escreveu a Timóteo (2 Timóteo 1:16-18; 4:19).

Tudo indica que Onesíforo era um habitante da cidade de Éfeso. Aqui vale saber que Éfeso era a capital da província romana da Ásia Menor. A cidade era um centro econômico, cultural e religioso da época. Inclusive, a vida social e econômica da cidade girava em torno do culto à deusa Diana, que contava com um imponente templo que é considerado uma das sete maravilhas do mundo antigo.

A história de Onesíforo

Mas em Éfeso o Evangelho cresceu sob a pregação do apóstolo Paulo. Isso resultou em intensas oposições por parte dos pagãos de Éfeso. Então nesse período complicado de seu ministério, Paulo contou com a dedicada e preciosa ajuda de Onesíforo. O próprio apóstolo escreve reconhecendo o quanto Onesíforo o ajudou em Éfeso (2 Timóteo 1:18).

Pela forma com que Paulo fala sobre a casa de Onesíforo, tudo indica que toda sua família foi convertida a Cristo. Mas o companheirismo de Onesíforo com Paulo foi muito além daquele demonstrado durante os serviços de Paulo em Éfeso. Na verdade Onesíforo assistiu o apóstolo durante o seu período de prisão em Roma.

O texto bíblico diz que Onesíforo foi até Roma e procurou por Paulo insistentemente até encontrá-lo (2 Timóteo 1:17). Não é possível saber com exatidão se Onesíforo foi a Roma para espontaneamente procurar por Paulo, ou porque ele foi chamado a ir até a capital do Império, ou mesmo se ele viajou para lá devido a negócios pessoais. Também não é fácil explicar por que Onesíforo teve de procurar Paulo. Talvez o local da prisão de Paulo não era conhecido dos crentes de Roma; ou quem sabe Onesíforo nunca tinha estado em Roma.

Seja como for, o importante é que Onesíforo encontrou e animou Paulo. E mais, ele não se envergonhou do apóstolo por estar preso. A amizade de Onesíforo com Paulo era sincera, e ele demonstrou nos dias de prisão a mesma benevolência dos dias de trabalho em Éfeso.

A Bíblia não esclarece de que forma particular Onesíforo confortou o apóstolo Paulo. Isso pode ter ocorrido dando a ele algum apoio financeiro e serviço prestativo, levando-lhe mantimento, roupas e literatura; ou talvez simplesmente com sua presença dando-lhe alento com base nas promessas de Deus e provendo-lhe notícias a respeito da obra do Evangelho pelas cidades da Ásia.

O que aconteceu com Onesíforo?

O fato de Paulo saudar a casa de Onesíforo e não a ele pessoalmente, tem levado algumas pessoas a pensar que Onesíforo já tinha morrido quando o apóstolo escreveu 2 Timóteo. Quem pensa assim, ainda se apóia no fato de Paulo expressar o seu desejo de que o Senhor conceda misericórdia a Onesíforo “naquele Dia” – uma clara referência ao Dia do Senhor.

Se essa hipótese estiver correta, então quando Onesíforo morreu? Ou, por quê? Teria ele sido preso por apoiar Paulo e morrido nas sinistras prisões romanas? Ou será que talvez ele tenha sido martirizado? Isso não teria sido impossível, já que Paulo, na qualidade de maior líder do Cristianismo daquele tempo, era visto por Roma como um perigoso malfeitor num contexto em que os cristãos foram violentamente perseguidos sob o governo de Nero (cf. 2 Timóteo 2:9).

Mas tudo isso é pura conjectura. A ausência de uma saudação pessoal a Onesíforo pode ser explicada de outras maneiras, sem implicar necessariamente em sua morte. Pode ser que Onesíforo estivesse simplesmente ausente de sua casa (talvez ainda em Roma?), e Paulo estivesse mandando saudações à família de seu leal companheiro que permanecia na Ásia.

Além disso, em outras passagens Paulo também deseja bênçãos escatológicas a alguém sem que a pessoa estivesse morta (cf. 1 Tessalonicenses 5:23). Então o correto é afirmarmos que nada sabemos sobre o que aconteceu com Onesíforo.

Receber Estudos da Bíblia

O exemplo de Onesíforo

Paulo escreveu a Timóteo dando-lhe conselhos pastorais. Ele procurou orientar o jovem obreiro com relação a diversos aspectos da vida cristã e o exercício do ministério. Então sem dúvida Onesíforo era alguém a quem Timóteo podia imitar.

Embora para nós Onesíforo seja quase um anônimo, para o Senhor ele é pessoalmente conhecido. Ele prestou inúmeros serviços preciosos à causa do Evangelho de Cristo – e Timóteo sabia disso muito bem. Além do mais, quando todos da Ásia abandonaram Paulo no momento mais difícil de sua vida, Onesíforo foi o amigo mais chegado que um irmão.

Seu comportamento confiável e solidário contrastou com o comportamento covarde e desertor de outros crentes, como Fígelo e Hermógenes (2 Timóteo 1:15). Então por tudo isso Onesíforo é um exemplo de alguém firme, leal, corajoso, benevolente e comprometido com a causa do Evangelho de Cristo até as últimas consequências. Timóteo deveria aprender com a conduta de Onesíforo, bem como nós também.

Que tal fazer Bacharel em Teologia sem mensalidades? Clique aqui! Pergunta Estudo Bíblico
Fechar