Quem Foi a Rainha de Sabá?

A rainha de Sabá foi uma monarca de um antigo povo árabe do primeiro milênio antes de Cristo. O nome dessa rainha é desconhecido, bem como qualquer informação biográfica acerca dela. A história da rainha de Sabá ficou conhecida na Bíblia por causa de sua visita ao rei Salomão (1 Reis 10:11-13).

De fato não há muitas informações sobre a rainha de Sabá. Mas crônicas árabes e assírias testemunham a existência de rainhas na Arábia desde pelo menos o século 8 a.C. Embora as Escrituras não precisem de fontes externas para comprovar sua autenticidade, é interessante saber que antigas inscrições daquela região se harmonizam ao contexto histórico registrado na Bíblia.

Isso quer dizer que a existência da rainha de Sabá é atestada tanto biblicamente quanto historicamente – apesar de não ser possível determinar qual das rainhas de Sabá é aquela que aparece no texto bíblico.

O reino de Sabá

O reino de Sabá era o nome árabe que designava a parte sul de um antigo estado que ficava na ponta sudoeste da península Arábica. Aquela região corresponde à parte do território do moderno Iêmen.

Embora não seja possível determinar com exatidão a origem do povo de Sabá, os sabeus ou sabaeanos, como assim são chamados, são mencionados com certa frequência no Antigo Testamento (cf. Jó 6:19; Salmo 72:10,15; Isaías 60:6; Jeremias 6:20; Ezequiel 27:22,23; 38:13). Muitos intérpretes diferenciam os sabeus bíblicos em dois povos diferentes; um que ocupava o sudoeste da Arábia e o outro que ocupava o norte da Arábia.

Se isto estiver correto, então os sabeus citados no livro de Jó e no livro de Salmos talvez fossem do norte da Arábia. Mas realmente é difícil esclarecer esse ponto, por isso muitos estudiosos não fazem essa classificação. Alguns eruditos também dizem que provavelmente o território de Sabá foi ocupado por semitas que migraram para o sul durante o segundo milênio antes de Cristo.

Seja como for, apesar de o povo de Sabá ter sido originalmente nômade, no primeiro milênio antes de Cristo os sabeus já estavam muito bem estabelecido no sul da Arábia. Inclusive, escavações arqueológicas em meados do século passado revelaram que no século 10 a.C., aproximadamente, havia um próspero reino naquela região.

Receber Estudos da Bíblia

A visita da rainha de Sabá ao rei Salomão

A rainha de Sabá viajou mais de dois mil quilômetros de camelo para visitar Salomão. A Bíblia diz que ela foi até Jerusalém após ter ouvido a fama do rei Salomão; e por respeito ao nome do Senhor (1 Reis 10:1). A rainha de Sabá queria testá-lo para comprova se o que ela havia escutado sobre a sabedoria de Salomão era realmente verdadeiro.

O texto bíblico informa que a rainha expôs a Salomão tudo o que tinha em sua mente, e Salomão não deixou nenhum de seus questionamentos sem resposta. No final, a rainha de Sabá descobriu que a sabedoria, fama e prosperidade de Salmão superavam em muito o que ela havia ouvido.

A rainha de Sabá também percebeu a relação entre a fama de Salomão e o Deus de Israel. Por isso ela glorificou ao Senhor e reconheceu que Salomão contava com a aprovação divina para ocupar o trono de Israel.

A rainha de Sabá também deu muitos presentes a Salomão. Esses presentes incluíam grandes quantidades de ouro, especiarias e pedras preciosas (1 Reis 10:10). O rei Salomão retribuiu a generosidade da rainha de Sabá; mas o texto bíblico não informa quais foram os presentes (1 Reis 10:13).

Também é possível que tenha havido razões comerciais para a visita da rainha de Sabá à cidade de Jerusalém. O rei Salomão era um grande comerciante e ele tinha muitos negócios que envolviam a península Arábica (cf. 1 Reis 10:15).

Outras informações sobre a rainha de Sabá

No Novo Testamento, Jesus Cristo contrastou o interesse da rainha de Sabá pela sabedoria que Salomão recebeu do Senhor, com o comportamento dos judeus de sua época que se recusavam a reconhecer que Aquele que é maior do que Salomão estava no meio deles (Mateus 12:42). Jesus se referiu a ela como a “rainha do Sul”.

Há muitas lendas sobre a rainha de Sabá. Antigas tradições dizem que ela e Salomão tiveram um relacionamento que deu origem à linhagem real do Império Etíope. Tudo o que se sabe, ao certo, é que a Etiópia foi colonizada por povos do sul da Arábia. O historiador Flávio Josefo também conectou a rainha de Sabá à Etiópia. Conheça também outras biografias bíblicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close