O Que é o Santo dos Santos?

Santo dos Santos é o nome do lugar que era o mais reservado dentro do Tabernáculo e posteriormente do Templo em Jerusalém. O Santo dos Santos também é chamado na Bíblia de Lugar Santíssimo e Lugar Íntimo.

O Santo dos Santos estava diretamente relacionado à manifestação da presença de Deus. Dentro dele ficava a Arca da Aliança. Somente o sumo sacerdote tinha autorização para entrar no Santo dos Santos.

Como era o Santo dos Santos na Bíblia?

Quando Deus tirou o povo de Israel do Egito, Ele deu instruções acerca de como o seu povo deveria se relacionar com Ele. Essas instruções falavam muito sobre a maneira como se daria a adoração em Israel.

Através de Moisés, Deus ordenou a construção do Tabernáculo e a fabricação de sua mobília e dos utensílios que seriam usados nos cerimoniais litúrgicos do Antigo Testamento. O Tabernáculo era um santuário móvel. Mas durante o reinado do rei Salomão, um Templo foi construído em Jerusalém.

Assim, a parte principal do Tabernáculo (e depois do Templo) era dividida em dois compartimentos. São eles: O Santo Lugar e o Santo dos Santos. Entre essas duas salas havia um grande véu que, como uma cortina, fazia a separação dos ambientes. Nesse véu havia figuras de querubins bordadas.

O Santo dos Santos era uma sala em formato de um cubo. Dentro do Santo dos Santos ficava a Arca da Aliança. Essa Arca era a representação máxima da presença de Deus no meio de seu povo no tempo do Antigo Testamento.

Quem entrava no Santo dos Santos?

Quando Deus passou as ordenanças ao povo de Israel sobre o serviço religioso, Ele também designou certas pessoas para servirem como sacerdotes. Esses sacerdotes eram os representantes do povo diante de Deus, e de Deus diante do povo. Deus também indicou que os sacerdotes deveriam ter um líder. Esse líder é chamado na Bíblia de sumo sacerdote.

Somente o chefe dos sacerdotes, o sumo sacerdote, tinha permissão de entrar no Santo dos Santos. Mas mesmo ele não poderia fazer isso de qualquer maneira. O sumo sacerdote só podia entrar oficialmente no Santo dos Santos uma vez por ano, no Dia da Expiação.

Nesse dia o sumo sacerdote entrava no Santo dos Santos com uma expiação de sangue. Diante do propiciatório, que era a tampa da Arca da Aliança, o sumo sacerdote apresentava ao Senhor uma oferta expiatória pelo pecado do povo no qual ele também estava incluído. Se o sumo sacerdote ou qualquer outra pessoa desautorizada entrasse no Santo dos Santos, poderia ser morta pela presença consumidora da santidade de Deus.

Receber Estudos da Bíblia

O significado do Santo dos Santos

O Santo dos Santos significava a própria sala do trono de Deus entre o povo da aliança. No Santo dos Santos a presença de Deus era revelada mais intensamente. Naquele lugar o Senhor se encontrava de forma mais íntima e pessoal com seu povo. Mas como foi dito, esse encontro acontecia através do sumo sacerdote, após rígidos preparos especiais.

Mas o Santo dos Santos, assim como o Tabernáculo em geral, apontava para uma realidade superior. Tudo isso era temporário e insuficiente em si mesmo. Somente uma pessoa podia entrar no Santo dos Santos, e isso significa que não havia uma plena aproximação de Deus.

Então jamais a promessa da Nova Aliança poderia se cumprir no Santo dos Santos dentro do santuário terreno. Através do profeta Jeremias, Deus prometeu: “Conhecei ao Senhor; porque todos me conhecerão, desde o menor até o maior deles” (Jeremias 31:31-34). Como uma promessa assim poderia se cumprir no Santo dos Santos terreno? Isso era impossível! Por isso o escritor de Hebreus aplicou essa profecia de forma a mostrar a superioridade da Nova Aliança (Hebreus 8:8-13).

Durante a crucificação de Jesus, no momento de sua morte, o véu do Templo que isolava o Santo dos Santos foi rasgado de cima a baixo (Mateus 27:51). Usando uma figura de linguagem, o escritor de Hebreus identifica o véu dos Santos dos Santos com o corpo de Jesus Cristo (Hebreus 10:20). Ele entendeu que quando o véu do Templo foi rasgado, a entrada no Santo dos Santos foi liberada àqueles que foram redimidos por Cristo, cujo corpo foi rasgado no Calvário.

Através do sangue derramado do Filho de Deus, o caminho para o Santo dos Santos celestial foi aberto. Hoje, pelo sangue de Jesus, podemos entrar com plena confiança no verdadeiro Santo dos Santos e se achegar ao trono da graça de Deus (Hebreus 4:16; 10:19).

Que tal fazer Bacharel em Teologia sem mensalidades? Clique aqui! Pergunta Estudo Bíblico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar