O Que é Ser Servo de Deus? Por Que Somos Servos do Senhor?

Ser servo de Deus significa desfrutar de uma posição de confiança e privilégio na presença d’Ele. O servo do Senhor serve a Ele, e não mais ao pecado. O servo de Deus é propriedade exclusiva d’Aquele que o tirou das trevas para a luz.

Mas é verdade que a expressão “servo de Deus” ou “servo do Senhor” pode assumir diferentes significados dependendo do contexto bíblico. Vejamos neste estudo bíblico.

Diferentes significados de “servo do Senhor” na Bíblia

Há um sentido em que todos são servos de Deus, pois Ele é quem governa todas as coisas. Não há nada nem ninguém à parte do poder e do controle do Senhor. É sobre isso que o salmista escreve no Salmo 119: “Conforme as tuas ordens, tudo permanece até hoje, pois não há nada que não esteja a teu serviço” (Salmo 119:91).

Já no sentido mais comum, a expressão “servo de Deus” ou “servo do Senhor” é aplicada aos fieis. Na Bíblia encontramos alguns exemplos de pessoas que foram chamadas de servas de Deus.

O patriarca Abraão foi um servo de Deus (Salmo 105:42); bem como seu neto Jacó (Ezequiel 28:25). Moisés também foi chamado de amigo e servo de Deus (Êxodo 14:31; Números 12:7,8; Deuteronômio 34:5). Josué, sucessor de Moisés, igualmente foi servo de Deus (Josué 24:29); assim como o rei Davi (2 Samuel 3:18; Salmo 132:10). Além dessas pessoas, várias outras são identificadas na Bíblia comprometidas com o serviço a Deus.

Israel também é chamado de servo de Deus nas Escrituras (Levítico 25:42); especialmente os israelitas fieis ou o Israel restaurado (Isaías 41:8,9; 43:10; 44:1,2,21; 45:4; 48:20).

Outro sentido que merece atenção é quando a expressão “Servo do Senhor” é aplicada a Cristo. No Antigo Testamento, a expressão “Servo do Senhor”, do hebraico ‘Ebed Yahweh, foi usada de forma profética de modo a apontar para o ministério do Senhor Jesus Cristo.

Nesse sentido, o significado da expressão “Servo do Senhor” fala sobre a absoluta obediência de Cristo ao Pai na execução do plano da redenção (Isaías 42:1-4; 52:13-53:12; cf. Mateus 12:18-21; Marcos 10:45). Então a figura do servo encontra seu cumprimento pleno em Jesus Cristo. Por fim, por causa da obra de Cristo, no Novo Testamento a figura do servo também é usada para descrever a Igreja do Senhor (1 Pedro 2:16).

Somos servos de Deus ou filhos de Deus?

Muitas pessoas pensam que as expressões “servos de Deus” e “filhos de Deus” são contraditórias. Essa dúvida ocorre principalmente pelo fato de que a palavra “servo” no Novo Testamento traduz o termo grego doulos, que significa “escravo”. Então a expressão “servo de Deus” literalmente significa “escravo de Deus”. Mas não há qualquer contradição em sermos servos de Deus e também filhos de Deus. Entenda:

Todos possuem um senhor

Em primeiro lugar, a Bíblia diz que todos possuem um senhor. Nenhum homem ou qualquer outra criatura pode reivindicar ser senhor de si. Sabendo disto, o apóstolo Paulo faz uma grande exposição em sua Carta aos Romanos falando sobre a servidão do homem (Romanos 6:15-23).

Nesse sentido ele personifica o pecado na figura de um senhor de escravos e contrasta os servos do pecado com os servos de Deus (Romanos 6:15,16). Então basicamente ele diz que ou alguém é servo de Deus dedicado ao seu reino, ou é servo do pecado trabalhando em prol do reino das trevas.

O redimido é servo de Deus e do Senhor Jesus

Em segundo lugar, a Bíblia diz muito claramente que somos servos de Deus, isto é, escravos do Senhor. O apóstolo Pedro escreve algo muito importante nesse sentido. Ele diz que os crentes são o “povo de propriedade exclusiva de Deus, cujo propósito é proclamar as grandezas daquele que vos convocou das trevas para sua maravilhosa luz” (1 Pedro 2:9). Isso significa que os crentes foram literalmente comprados pelo Senhor. Portanto, como servos (escravos) eles pertencem a Ele.

Paulo explica como foi que isso aconteceu. El escreve: “Ele nos resgatou do domínio das trevas e nos transportou para o reino do seu Filho amado, em quem temos a plena redenção por meio do seu sangue, isto é, o perdão de todos os pecados” (Colossenses 1:13,14).

Portanto, outrora os crentes eram servos do mal, mas Deus os libertou para que agora fossem seus servos em Cristo. Por isso Tiago declara ser servo de Deus e do Senhor Jesus Cristo, numa equiparação divina muito significativa. Os crentes genuínos reconhecem o senhorio de Cristo e se submete a Ele. Então através de sua união com Cristo, os crentes podem servir ao Senhor e obedecer à sua vontade.

Receber Estudos da Bíblia

Servos que foram feitos filhos

Em terceiro lugar, quando fomos comprados pelo sangue de Cristo não apenas foi nos dado o privilégio de sermos servo de Deus, mas também de recebermos a benção da adoção. Isso significa que em Cristo os redimidos foram adotados por Deus, tornando-se seus filhos.

Através da obra expiatória de Cristo que satisfez a justiça de Deus em nosso lugar, fomos libertos do domínio do pecado e da condenação da Lei. Por esse motivo a Bíblia diz que não recebemos o espírito de escravidão, “mas o Espírito de adoção de filhos, pelo qual clamamos: Aba, Pai (Romanos 8:15). O Espírito Santo, que aplica em nossa vida a obra da redenção realizada por Cristo, é quem testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus (Romanos 8:16).

Portanto, quando a Bíblia diz que não somos mais servos ou escravos, mas que agora somos livres, todo esse conceito da obra da redenção deve ser considerado. Dessa forma, facilmente o contexto de cada passagem bíblica que diz que não somos mais servos ou escravos irá revelar que na verdade não somos mais escravos do pecado; ou então que não somos mais servos da Lei que nos condenava por causa da iniquidade (cf. Gálatas 4:7).

Agora realmente somos chamados filhos de Deus, herdeiros d’Ele, e co-herdeiros com Cristo (Romanos 1:17). Isso, no entanto, não anula a verdade de que fomos comprados por Ele, e, portanto, como servos pertencemos inteiramente ao nosso Senhor (1 Coríntios 6:19,20). Para nós é um privilégio extraordinário podermos dizer que somos completamente dedicados ao Senhor. Reconhecemos que nossa liberdade está em sermos servos de Deus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close