Quais São os Tipos de Oração na Bíblia?

A Bíblia diz que existem vários tipos de oração. Isso significa que a comunhão entre o crente e Deus não deve ser apenas de uma forma, como algo engessado e inflexível. Se toda oração fosse exatamente igual, então haveria simplesmente uma repetição sistemática de palavras, e Deus não se agrada das vãs repetições (Mateus 6:7).

A oração é um diálogo com Deus! Obviamente um diálogo implica numa interação pessoal e complexa, e não apenas num roteiro pronto para ser recitado. Nesse sentido, a Bíblia não apenas fala dos muitos tipos de oração no que diz respeito ao seu conteúdo, mas também fala dos tipos de oração no sentido das muitas formas de orar.

As diferentes formas de oração

Realmente a Bíblia nos mostra que há muitas formas diferentes de orar. Existe aquela oração que fazemos sozinhos, num lugar reservado. A Bíblia diz que o profeta Daniel orava três vezes ao dia a Deus em seu quarto (Daniel 6:10).

Jesus Cristo também tinha o costume de orar sozinho em lugares reservados (Marcos 1:35; Lucas 6:12). Ele mesmo aconselhou seus discípulos a adotar essa forma de oração dizendo: “Tu, porém, quando orares, entra no teu quarto e, fechada a porta, orarás a teu Pai, que está em secreto; e teu Pai que vê em secreto, te recompensará” (Mateus 6:6).

Mas o ensino de Jesus não é uma proibição a outras formas de oração, como a oração publica. Também há muitas passagens bíblicas que destacam essa forma de orar. O rei Salomão, por exemplo, orou diante de toda a assembléia de Israel (1 Reis 8:22). Esdras também foi outro que orou publicamente nos tempos do Antigo Testamento (Esdras 10:1).

No Novo Testamento também encontramos muitos exemplos da prática da oração publica; inclusive o próprio Senhor Jesus orou publicamente e também prometeu que estaria presente onde estivessem dois ou três reunidos em seu nome. O livro de Atos dos Apóstolos diz que os crentes em Jerusalém se reuniam para juntos orarem a Deus (Atos 4:24).

Há orações que são planejadas, isto é, aquelas orações que fazemos de forma preparada e organizada durante um período que separamos justamente para essa finalidade. Aqui mais uma vez podemos citar o caso do profeta Daniel. Mas há também aquelas orações que fazemos de forma espontânea e inesperada em resposta a alguma necessidade súbita (cf. Neemias 2:4).

Além dessas formas de oração, a Bíblia diz que os crentes devem orar sem cessar, isto é, orar com perseverança continuamente. Somos convidados a orar em todo tempo no Espírito (Efésios 6:18).

Os tipos de oração

Se considerarmos toda a narrativa bíblica, desde o Antigo até o Novo Testamento, veremos que existem muitos tipos de oração. Ao ensinar sobre a realidade da batalha espiritual, Paulo escreve sobre a variedade de tipos de oração. Ele diz que os crentes devem revestir-se da armadura de Deus “por meio de toda oração e suplica” (Efésios 6:18).

A expressão “toda oração” usa um termo grego muito amplo que se refere aos muitos tipos de oração. Escrevendo a Timóteo, o mesmo apóstolo Paulo exorta os crentes a usar a prática de súplicas, orações, intercessões e ações de graças (1 Timóteo 2:1). Entre os principais tipos de oração, podemos destacar:

1. Adoração

É aquele tipo de oração em que simplesmente adoramos a Deus. Todo crente verdadeiro deve orar assim regularmente. Nesse tipo de oração não pedimos nada, mas unicamente nos ocupamos em adorar a Deus pelo que Ele é e também pelo que Ele faz. Um exemplo notável desse tipo de oração é o episódio de Paulo e Silas na prisão. A Bíblia diz que eles oravam e louvavam a Deus (Atos 16:25).

2. Ação de graças

É aquele tipo de oração em que nos dedicamos a agradecer a Deus por todas as suas bênçãos derramadas sobre nossas vidas; tanto fisicamente quanto espiritualmente. Geralmente somos muito bons em pedir e péssimos em agradecer. Então que o tipo de oração de ação de graças seja cada vez mais constante em nossa vida cristã.

3. Confissão de pecado

É aquele tipo de oração em que confessamos a Deus nossas falhas e nossos pecados. Nesse tipo de oração nos apresentamos diante Deus expressando a consciência de quão dependente somos de sua graça, de sua misericórdia e do seu perdão. O apóstolo João escreve sobre a importância desse tipo de oração (1 João 1:9).

4. Petição e súplica

Uma oração de petição é aquele tipo de oração em que nos dirigimos a Deus apresentando a Ele todas as nossas necessidades. Somos encorajados pelas Escrituras a lançar sobre o Senhor todas as nossas ansiedades. Nós podemos fazer isto com confiança, pois Ele é que cuida de nós (1 Pedro 5:7; cf. Filipenses 4:6).

Então podemos pedir a Deus por sua provisão ao nos conceder o sustento diário e as coisas que são essenciais em nossa vida; podemos pedir por bênçãos e dons espirituais; por sua orientação, proteção e sabedoria etc.

Já a suplica é uma petição ainda mais intensa. A súplica é aquele tipo de oração que basicamente significa um pedido insistente de socorro. Jesus estava fala exatamente sobre a súplica quando ensina: Pedi, e dar-se-vos-á; buscai e achareis; batei, e abrir-se-vos-á. Pois todo o que pede recebe; o que busca encontra; e, a quem bate, abrir-se-lhe-á” (Mateus 7:7,8).

5. Intercessão

É aquele tipo de oração em que intercedemos por outras pessoas. Interceder é pedir a Deus em favor daqueles que nos cercam ou que nem mesmo conhecemos pessoalmente. Isso significa que podemos interceder por familiares e amigos, mas também podemos e devemos interceder por pessoas que não são próximas de nós.

Podemos usar esse tipo de oração para orar a Deus por nossos irmãos na fé que estão espalhados por todas as partes do mundo (Efésios 6:18). Paulo diz que devemos fazer uso desse tipo de oração para interceder por todos os homens e pelas autoridades constituídas (1 Timóteo 2:1,2). Nesse sentido devemos orar até mesmo por aqueles que nos maltratam (Mateus 5:44).

Receber Estudos da Bíblia

Outros tipos de oração

Há ainda outros tipos de oração como, por exemplo, aquelas orações cujo conteúdo principal é uma profissão de fé; ou ainda aquelas orações caracterizadas simplesmente pelo lamento e que geralmente são feitas pelos crentes num estado de angústia muito grande. Esse tipo de oração caracterizou o ministério do profeta Jeremias.

Há também as chamadas “orações imprecatórias” que é um tipo de oração muito comum no livro de Salmos (cf. Salmos 10; 83; 94; etc.). Muita gente tem dificuldade de entender esse tipo de oração, já que basicamente envolve maldição.

Mas as orações imprecatórias à luz da Palavra de Deus não são orações que reivindicam vingança própria contra aqueles que se levantam em oposição a Deus e ao seu povo. As orações de imprecação é um tipo de oração que mostra zelo e preocupação com a glória, a santidade e a justiça de Deus.

A oração imprecatória pede que o juízo de Deus seja derramado sobre os ímpios; não para que nossos desejos sejam satisfeitos, mas para que Deus seja honrado e glorificado adequadamente e seus propósitos cumpridos (cf. Apocalipse 6:9). Saiba também como orar corretamente.

Usando corretamente os vários tipos de oração

Apesar de existirem muitos tipos de oração, isso não significa que Deus escuta todo e qualquer tipo de oração. Por exemplo: Deus não aceita orações que estão fundamentadas em nossos desejos pecaminosos; não aceita vãs repetições; não aceita orações em favor dos mortos; não aceita orações supostamente mediadas por anjos; não aceita orações em nome de qualquer outra pessoa que não seja Jesus Cristo etc. Saiba o que significa orar e nome de Jesus.

Então o correto é que usemos somente àqueles tipos de oração que claramente são ensinados na Palavra de Deus. Inclusive, podemos até combinar vários tipos de oração numa única oração. A oração do Pai Nosso é um exemplo disso. Ela reúne adoração, petição e confissão de pecados e fornece um modelo apropriado de como deve ser o tipo de oração que Deus se agrada. Uma oração correta diante de Deus é aquela que é feita dentro dos princípios bíblicos e de acordo com a vontade do Senhor. Então podemos orar ao Pai, mediante o Filho e pelo poder do Espírito Santo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close