Qual o Significado de Zafenate-Panéia na Bíblia?

Zafenate-Panéia foi o nome egípcio dado por Faraó a José, filho de Jacó, no Egito. O significado de Zafenate-Panéia sempre foi muito discutido entre os intérpretes bíblicos. Por isso, há várias sugestões de interpretação para esse nome.

A interpretação mais popular entre os estudiosos é que o nome Zafenate-Panéia significa “Deus fala e ele vive”. Uma variação dessa interpretação diz que o nome significa “Deus disse: ele viverá”.

Alguns intérpretes judeus sugerem que esse nome significa “o revelador de segredos”. Essa interpretação, inclusive, está presente na obra Antiguidades Judaicas de Flávio Josefo. Parecida com essa interpretação é aquela que sugere que o nome significa “aquele que sabe coisas”.

Outros, por sua vez, defendem que o significado do nome Zafenate-Panéia estava relacionado à função que foi designada a José no Egito. Dessa forma, indicam que o provável significado do nome egípcio é “aquele que alimenta a terra dos vivos”. Outras sugestões também incluem: “é este que vive”, “o cabeça da sagrada sociedade de mágicos”, etc.

Parte da dificuldade em determinar o significado de Zafenate-Panéia tem a ver com o fato de que esse nome é a forma hebraizada do nome egípcio original. Isso significa que esse nome provavelmente é uma transliteração de um nome egípcio. O problema é que nunca foi encontrado qualquer nome egípcio que possa corresponder de forma apropriada à forma hebraica de Zafenate-Panéia.

Quando José recebeu o nome Zafenate-Paneia?

Mais importante do que descobrir o significado de Zafenate-Panéia, é entender o contexto em que esse nome foi dado a José. A Bíblia diz que José recebeu esse nome após interpretar os sonhos de Faraó (Gênesis 41).

Faraó havia sonhado durante a noite, e os sonhos o deixaram perturbado. Na verdade, os povos do antigo Oriente Próximo acreditavam que os sonhos eram presságios do futuro ou mensagens dos deuses. O texto bíblico diz que Faraó convocou todos os magos e sábios do Egito, mas nenhum deles foi capaz de interpretar os sonhos de Faraó.

Foi então que Faraó soube a respeito de José através do chefe dos copeiros da corte. Rapidamente ele ordenou que José fosse trazido da prisão e colocado diante dele. Na presença de Faraó, José lhe informou que a verdadeira interpretação de um sonho só poderia ser dada por Deus.

Depois disso, José explicou a Faraó que os seus sonhos eram apenas um único sonho que dizia respeito ao futuro daquela terra. Deus estava lhe avisando que a terra do Egito experimentaria sete anos de muita fartura que seriam sucedidos por outros sete anos de muita escassez.

Em seguida, José informou Faraó acerca do que deveria ser feito para que o Egito pudesse superar a crise que se aproximava. Então nesse contexto Faraó reconheceu que sobre a vida de José estava o poder de Deus, e o colocou como o segundo homem mais importante do Egito. Associado a isso, José recebeu o nome Zafenate-Panéia e se casou com uma mulher egípcia chamada Azenate, filha de um dos mais proeminentes sacerdotes do Egito.

Receber Estudos da Bíblia

O nome Zafenate-Panéia não fez de José um pagão

Sem dúvida há algumas semelhanças entre José e o profeta Daniel. Ambos prosperaram numa terra estranha, ocuparam posições de muita honra, e receberam nomes estrangeiros; sem que com isso abandonassem a sua fé no Senhor.

Apesar de José no Egito ter recebido um nome provavelmente pagão, ele jamais aceitou a religião pagã. Ele permaneceu fiel a Deus por toda sua vida e jamais perdeu a esperança de que em breve Deus haveria de cumprir sua promessa a Abraão de que daria uma terra à sua descendência. Por isso, mais tarde os ossos de José foram levados do Egito por Moisés (Êxodo 13:19).

Que tal fazer Bacharel em Teologia sem mensalidades? Clique aqui! Pergunta Estudo Bíblico
Fechar