A Bíblia é Confiável? O Que Significa a Infalibilidade da Bíblia?

A Bíblia é confiável porque ela é a Palavra de Deus infalível. Dizer que a Bíblia é infalível significa que ela jamais pode falhar. Sendo a Escritura a Palavra de Deus, e sabemos que Deus não pode mentir ou falar falsamente, então todos os ensinos revelados na Bíblia são totalmente confiáveis.

A Bíblia é infalível porque ela é plenamente inspirada. E por ser inspirada e infalível, ela é também inerrante e autoritativa. Aqui podemos dizer que a inerrância da Bíblia é uma conseqüência de sua infalibilidade. Se a Bíblia não falha, então obviamente ela não erra.

A infalibilidade da Bíblia é um tema que historicamente tem sido defendido vigorosamente pelos cristãos. Mas nos últimos séculos a questão da infalibilidade da Bíblia tem sido ferozmente atacada pelos críticos. Muitos deles afirmam que o conceito da infalibilidade da Bíblia foi um construto racional criado por protestantes depois do século 16.

Daí surgiu uma ideia de que a Bíblia é confiável apenas em assuntos que tratam da fé e prática, e não em assuntos gerais como história, ciência, cultura etc. Esse tipo de entendimento é chamado de “inerrância limitada”.

A questão é que essa ideia de que a Bíblia é confiável apenas em determinados assuntos, contradiz o testemunho da Escritura sobre ela mesma, que diz que toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para nós (2 Timóteo 3:16). O salmista escreve que “as palavras do Senhor são puras, são como prata purificada num forno, sete vezes refinada” (Salmo 12:6). O escritor de Provérbios também declara: “Cada palavra de Deus é comprovadamente pura; escudo é para os que confiam nele” (Provérbios 30:5).

Não há na Bíblia uma indicação se quer de que alguns de seus registros devam ser tomados com desconfiança ou ignorados por não serem confiáveis. Ao contrário disso, na Bíblia encontramos sérias advertências contra qualquer um que retire dela uma palavra se quer (Deuteronômio 4:2; 12:32; Apocalipse 22:18,19). Então a Bíblia não é apenas confiável em certos assuntos específicos relacionados à conduta religiosa e ética, mas ela é totalmente confiável em todo o seu conteúdo.

A Bíblia é confiável porque Deus é confiável

A veracidade e confiabilidade da Bíblia são decorrentes da própria veracidade e confiabilidade de Deus. A Bíblia diz que “Deus não é homem, para que minta” (Deuteronômio 23:19). O apóstolo Paulo escreve que “Deus não pode mentir” (Tito 1:2). O escritor de Hebreus vai ainda mais além e não apenas declara que Deus não mente, mas que o juramento e a promessa de Deus são imutáveis de modo que “é impossível que Deus minta” (Hebreus 6:18).

O Senhor Jesus Cristo também ensinou claramente que a Bíblia é confiável. Frequentemente ele respondia questionamentos teológicos de seus opositores simplesmente dizendo: “Está escrito” (Mateus 4:4-10; 21:13; 26:24-31; etc.).

Então durante Seu ministério terreno, não há dúvida de que Jesus acreditava plenamente que a Escritura é a autoridade absolutamente confiável. Por isso Ele declarou que até que o céu e terra passem, nem uma letra ou um acento passará da Lei, sem que tudo seja cumprido (Mateus 5:18). Jesus ainda confirmou que “a Escritura não pode falhar” (João 10:35).

Em outra ocasião, Jesus orou ao Pai dizendo: “Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade” (João 17:17). É interessante que nessa frase Jesus não usa um adjetivo para qualificar a palavra de Deus, mas usa um substantivo. Ou seja, ele não diz: “a tua palavra é verdadeira”, mas diz: “a tua palavra é a verdade”. Isso significa que a Bíblia não é apenas confiável por ser verdadeira, ela é confiável por ser, em si mesma, a própria verdade.

Receber Estudos da Bíblia

É possível confiar em Deus e não confiar na Bíblia?

Algumas pessoas dizem que confiam em Deus e seguem os ensinos de Jesus, mas não seguem e não confiam na Bíblia. Em primeiro lugar, os ensinamentos de Jesus estão registrados na Bíblia. Em segundo lugar, o próprio Jesus colocou seus ensinamentos no nível do restante das Escrituras. Por isso Ele disse: “Os céus e a terra passarão, mas as minhas palavras jamais passarão” (Mateus 24:35).

Isto mostra a incoerência de pessoas que dizem que acreditam em Deus, mas que não acreditam na Bíblia. Se uma pessoa diz que a Bíblia – que é a Palavra de Deus – não é confiável, então automaticamente essa pessoa também está afirmando que Deus não é confiável. Afinal, como alguém pode confiar numa pessoa, mas não confiar no que essa pessoa diz?

Por fim, aqueles que dizem que a Bíblia não é confiável porque supostamente ela foi sido adulterada, é necessário então que mostrem as provas da adulteração. A maioria das pessoas que dizem que a Bíblia não é confiável e foi adulterada, se calam quando convocadas a mostrar onde estão os erros ou as passagens adulteradas. As pessoas atacam a infalibilidade da Bíblia por “ouvir falar”.

Do ponto de vista textual, nenhuma outra obra literária antiga possui tanta confiabilidade quanto a Bíblia. Nenhuma outra obra possui tantas cópias nos idiomas originais quanto a Bíblia. Além disso, apesar de essas cópias terem sido produzidas em épocas diferentes, a fidelidade ao texto original é inigualável.

Embora haja algumas variantes textuais entre essas cópias, há certeza quando ao conteúdo de cerca de 99% do texto bíblico original. A pequena porcentagem restante não ameaça nenhuma questão doutrinária.

Conforme diz Millard Erickson em sua Teologia Sistemática, “num mundo repleto de tantos conceitos errados e inúmeras opiniões divergentes, a Bíblia é um guia seguro. Quando corretamente interpretada, a Bíblia é plenamente confiável em todos os seus ensinos. Ela é uma autoridade certa, fidedigna e veraz”.

Que tal fazer Bacharel em Teologia sem mensalidades? Clique aqui! Pergunta Estudo Bíblico
Botão Voltar ao topo
Fechar