Como Era a Cidade de Filipos?

Filipos era uma importante cidade da Macedônia. A cidade recebeu esse nome após ter sido conquistada em 360 a.C. pelo rei Filipe II da Macedônia, o pai de Alexandre o Grande. Antes de receber o nome do rei que lhe conquistou, a cidade se chamava Crênides, que significa “lugar das fontes”.

Na Bíblia a cidade de Filipos é citada de forma importante no Novo Testamento. A cidade recebeu a comitiva missionária liderada pelo apóstolo Paulo. Mais tarde a igreja em Filipos acabou sendo destinatária de uma das cartas de Paulo: a Epístola aos Filipenses.

Onde ficava e como era a cidade de Filipos?

A cidade de Filipos ficava localizada a aproximadamente quinze quilômetros do mar Egeu na emblemática Via Egnatia. Essa estrada ligava Roma à Ásia Menor. Filipos estava bem no limite entre a região da Macedônia e a Trácia.

A cidade era servida pelo porto de Neápolis. No começo Filipos era muito importante para a região macedônica porque nela estava o principal centro de mineração de ouro da região. Quando Filipe II conquistou a região, uma grande colônia grega foi estabelecida em Filipos. Mas entre 168 e 167 a.C., a Macedônia foi dominada por Roma. Nesse tempo os campos auríferos já estavam quase esgotados.

Em 42 a.C. aconteceu ali a conhecida Batalha de Filipos, quando Otávio Augusto e Marco Antônio derrotaram os assassinos de Júlio César liderados por Marco Júnio Bruto e Caio Cássio Longino. Então a partir de 31 a.C., desfrutando dos privilégios outorgados às cidades romanas, Filipos foi contada como uma colônia de veteranos romanos. Isso pode explicar a descrição bíblica de Filipos como uma “cidade de Macedônia, principal do distrito e colônia” (Atos 16:12).

Escavações na região da antiga Filipos revelaram a Ágora da cidade, isto é, uma espécie de praça central onde provavelmente foi o cenário do julgamento de Paulo e Silas antes da prisão. Além disso, foram descobertas ruínas de igrejas que datam de pelo menos 400 d.C. Também havia em Filipos um teatro grego construído na encosta da acrópole da cidade.

Receber Estudos da Bíblia

A cidade de Filipos na Bíblia

Filipos foi a primeira cidade do continente europeu a ouvir o Evangelho. O apóstolo Paulo visitou Filipos em sua segunda viagem missionária obedecendo a uma visão divina. Paulo e Silas navegaram até Trôade e numa noite o apóstolo teve uma visão na qual um homem macedônio estava em pé e lhe pedindo que fosse à Macedônia (Atos 16:9).

Os missionários entenderam que aquela visão significava o chamado de Deus para anunciar o Evangelho naquela região. Então saindo de Trôade, eles navegaram direto para Samotrácia e, no dia seguinte, para Neápolis. O porto de Neápolis servia Filipos.

Na cidade de Filipos Paulo plantou uma comunidade cristã que lhe foi muito querida (Filipenses 4:10-20). A primeira pessoa mencionada na Bíblia a ser convertida em Filipos foi Lídia. O texto bíblico diz que “o Senhor lhe abriu o coração para atender às coisas que Paulo dizia”. Em seguida ela foi batizada, juntamente com toda sua casa (Atos 16:14,15).

Foi em Filipos que também aconteceu a cura de uma jovem adivinhadora que causou o descontentamento dos homens que ganhavam grande lucro com sua prática (Atos 16:16-18). Esses homens se revoltaram contra os missionários, e isso culminou no conhecido episódio de Paulo e Silas na prisão.

Na ocasião, por volta da meia-noite, houve um grande terremoto que abalou os alicerces da prisão em Filipos enquanto Paulo e Silas cantavam e oravam a Deus. Todos esses acontecimentos se revelaram parte do propósito do Senhor de chamar em sua graça o carcereiro e sua família (Atos 16:19-34).

Depois de saírem da prisão, Paulo e Silas foram à casa de Lídia onde os crentes estavam reunidos. Em seguida eles partiram de Filipos em direção à cidade de Tessalônica, passando por Antípolis e Apolônia, num trajeto de cerca de cento e trinta quilômetros. Mais tarde Paulo visitou novamente a cidade de Filipos e passou a Páscoa com os cristãos filipenses.

Close