O Que é o Corpo de Cristo? Por Que a Igreja é o Corpo de Cristo?

A expressão “corpo de Cristo” possui diferentes significados na Bíblia. Essa expressão pode indicar o corpo humano de Jesus Cristo; pode ser uma referência simbólica ao pão da Ceia do Senhor; e pode ser uma designação do grupo de fieis que é a Igreja.

O contexto sempre indicará qual é o melhor significado da expressão “corpo de Cristo” em determinado texto bíblico. Vejamos neste estudo um pouco mais sobre a aplicação e o significado do corpo de Cristo.

O corpo físico de Cristo

A afirmação de que Jesus Cristo veio em carne é uma doutrina fundamental da Fé Cristã. Os escritores bíblicos se dedicaram em defender essa verdade. Nas primeiras décadas do Cristianismo falsos ensinos atacavam a humanidade de Jesus. O docetismo, por exemplo, era uma dessas heresias que afirmavam que o corpo de Cristo não era material.

O apóstolo João combateu severamente esse tipo de heresia. Em seus escritos ele ensina de forma muito clara que todo aquele que nega que Jesus Cristo veio em carne não procede de Deus. Esse comportamento provém do espírito do anticristo. Então qualquer um que nega a realidade física do corpo de Cristo é um tipo de anticristo.

Além disso, a Bíblia não deixa dúvida de que o corpo de Cristo era exatamente igual a qualquer outro corpo humano. O mesmo apóstolo João escreve que o Verbo se fez carne e habitou entre nós (João 1:14). Esse sentido é claramente afirmado em um dos títulos bíblicos para Jesus, Emanuel, que significa Deus conosco.

O escritor de Hebreus escreve que a realidade do corpo humano de Cristo é algo essencial para a salvação (Hebreus 2:14). A expiação foi possível justamente porque o corpo de Cristo era de carne, ossos e sangue (Hebreus 10:20).

Algumas pessoas ficam em dúvida sobre o que aconteceu com o corpo de Cristo após a ressurreição. Tem gente até que pensa que nesse ponto Jesus abandonou seu corpo, mas isso está errado. Por ocasião de sua ressurreição, Jesus teve seu corpo transformado provendo a garantia de que semelhantes a Ele todos os crentes também ressuscitarão corporalmente em um corpo glorioso. Saiba mais sobre a natureza humana de Jesus.

O pão da Ceia do Senhor como referência ao corpo de Cristo

Na última Páscoa, quando o Senhor Jesus instituiu a Ceia do Senhor como uma ordenança ao seu povo, Ele tomou um pão, o abençoou e o partiu. Então Ele deu o pão aos seus discípulos dizendo: “Tomai, comei, isto é o meu corpo” (Marcos 14:22).

Com essa frase Jesus não estava dizendo que aquele pão havia se tornado literalmente uma parte de seu corpo humano. O que Jesus estava dizendo era que o seu corpo, mais especialmente com relação à sua obra sacrifical, seria simbolizado e representado pelo pão partido.

Então seus seguidores deveriam participar da Ceia em memória dele, comendo do pão e tomando do vinho que representam, respectivamente, o corpo e o sangue de Jesus. Os crentes não se alimentam do corpo de Cristo em seu sentido físico; mas eles se alimentam dele espiritualmente. Leia um estudo sobre a Ceia do Senhor.

Receber Estudos da Bíblia

A Igreja como Corpo de Cristo

No Novo Testamento há ainda o uso figurado da expressão “Corpo de Cristo”. Nesse sentido, a Igreja é descrita como sendo o Corpo de Cristo (1 Coríntios 12:21; Efésios 1:22,23; Colossenses 1:24). Nesse caso o que se tem em vista não é o corpo físico de Cristo, mas o caráter indivisível e de plena união dos redimidos em Cristo Jesus. Sob esse aspecto, o corpo humano com seus membros é um paralelo descritivo apropriado da Igreja.

Então de modo figurado, a expressão “Corpo de Cristo” indica que a Igreja existe em Cristo e pertence a Ele. Isso significa que a Igreja está verdadeiramente unida com Cristo, de modo que o próprio Cristo é o Cabeça da Igreja (Efésios 1:22).

A identificação entre Cristo e os redimidos é tão profunda que cada membro individual está incluído nesse corpo em íntima comunhão com Ele. Cada membro individual é parte do Corpo de Cristo. Ele está unido a Cristo e aos demais membros de seu Corpo. O apóstolo Paulo diz que “somos um só corpo em Cristo, mas individualmente somos membros uns dos outros” (Romanos 12:5).

Essa verdade valoriza, inclusive, as características individuais de cada membro; cada crente recebe um dom específico da parte do Senhor para contribuir com a edificação do Corpo como um todo. A Igreja como Corpo de Cristo deve funcionar em perfeita harmonia (1 Coríntios 12:14-20).

Nas vezes em que a expressão “Corpo de Cristo” é usada na Bíblia nesse sentido figurativo, ela pode se referir tanto a uma comunidade local (a igreja em Corinto, por exemplo) quanto à Igreja total. Isso implica na ideia de que cada comunidade local não apenas é parte do Corpo de Cristo, mas é uma amostra representativa perfeita da Igreja inteira. S. Kistemaker diz que por isso quando alguém observa as várias funções da congregação local, sabe que aquele corpo é a Igreja em ação. Saiba mais sobre o que é a Igreja.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close